Subscribe:

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

BUSCAR A JESUS OU BENS MATERIAIS...


                                          BUSCAR A JESUS OU OS BENS MATERIAIS...
INTRODUÇÃO: Texto Bíblico: Isaías 39:1-8
1. O materialismo visa apenas o que é de ordem material, concreta e visível.
2. O materialismo está em alta no século XXI juntamente com o capitalismo – comprar e possuir, ter para ser...
3. O materialismo infiltrou-se nas igrejas, nas casas e nos corações dos cristãos. O problema é que muita gente não percebe, e, quando Deus confronta, não há aceitação.
I.   O MATERIALISMO DO CORAÇÃO É MENSURÁVEL EM TUAS PRIORIDADES  – Isaías 39:1-4
Só Deus vê o coração; no entanto, o ser humano revela o que tem no coração. O rei Ezequias, que fora curado por Deus, recebeu visitas da Babilônia; ao invés de mostrar-lhes a glória de Deus, mostrou sua própria glória. Havia orgulho em seu coração.
1. O materialismo induz o ser humano a exibir o que tem: A ênfase nos bens materiais (casas, apartamentos, carros, empresas, fazendas, etc.) revelam o que há no coração.
2. O materialismo se baseia no conceito de que o valor de alguém está mais em ter do que ser: Desta forma, crentes ricos são considerados mais abençoados; os melhores testemunhos têm a ver com aquisição de bens materiais e as mais apreciadas pregações são as que prometem prosperidade e riquezas.
3. O materialismo não é visto no coração, mas percebido na ação: O materialismo é refletido na insensatez de apresentar aos visitantes e amigos o que de material há em nossa casa, ignorando a oportunidade de glorificar a Deus, que é dono de tudo e quem doa tudo o que temos.
II.  O MATERIALISMO VALORIZA COISAS MATERIAIS MAIS DO QUE AS ESPIRITUAIS – Isaías 39:3-4
Para Ezequias os bens materiais que recebera de Deus valiam mais que a glória do Senhor. Os emissários da Babilônia foram informar-se com Ezequias da cura e do Deus que o havia curado, porém ele mostrou-lhes apenas suas riquezas.
1. O materialismo oculto no coração se materializa na vida: Quando o materialismo toma conta do coração o ser humano valoriza apenas o que satisfaz o orgulho.
2. O materialismo se torna visível nas palavras: Quando o materialismo toma conta do cristão a bondade, a graça e a misericórdia de Deus são ignoradas.
3. O materialismo se torna nítido nas atitudes: Quando o materialismo toma conta da razão, glorificar a si mesmo tem mais lógica do que glorificar a Deus.
III. O MATERIALISMO SE LEVANTA COMPLETAMENTE CONTRA DEUS – Isaías 39:5-8
O profeta Isaías aproximou-se do rei Ezequias e perguntou-lhe: "O que viram em tua casa?" Esta pergunta é profunda e intencional. É uma avaliação. A resposta sincera a esta pergunta revela o que há no íntimo do coração. O coração de Ezequias revelou uma paixão dominante de uma natureza materialista (verso 4).
1. Deus reprova o apego aos bens materiais: A Bíblia não condena a riqueza, não declara que ter bens materiais é pecado, nem que o dinheiro é a raiz de todos os males. Deus reprova o amor e o apego a estas coisas.
2. Deus condena a falta de reconhecimento de que tudo o que alguém possui pertence a Ele: A riqueza só é perigosa quando compete com seu verdadeiro dono: Deus. Há condenação apenas quando o tempo dedicado é mais para os bens que recebemos de Deus, do que para Deus, o dono dos bens.
3. Deus prevê a consequência das atitudes materialistas: O profeta apresenta que, ao invés dos visitantes levarem a Babilônia um registro do Deus de Ezequias, eles levaram um registro das riquezas que viram. Assim a Babilônia planejaria enriquecer-se com os tesouros de Jerusalém e não a reverenciar o Deus todo-poderoso que curou o rei de Jerusalém.
CONCLUSÃO:
1. O servo de Deus deve ser cuidadoso em reconhecê-Lo como fonte de todas as suas posses e de todas as suas realizações.
2. O servo de Deus deve cuidar ao receber visitas para não perder a oportunidade de apresentar-se como alguém abençoado por Deus.
3. O servo de Deus deve conscientizar-se que não foi chamado para exibir sua prosperidade ou realizações materiais; mas declarar que, como Ezequias, estava morrendo, mas Cristo o curou; estava morto nos pecados, mas Cristo o ressuscitou.
APELO:
1. Não troque a glória de Deus pelo materialismo, o qual faz com que a bênção de Deus seja considerada coisa natural.
2. Não troque a glória de Deus pelo materialismo, o qual faz daquele que recebe a misericórdia e graça de Deus tornar-se autossuficiente.
3. Não troque a glória de Deus pelo materialismo, porque o materialismo é passageiro, arriscado e frágil, mas o espiritual é eterno, real e perfeito...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.