Subscribe:

segunda-feira, 16 de junho de 2014

ESTUDO PORQUE DEVO EVANGELIZAR...


                                           ESTUDO PORQUE DEVO EVANGELIZAR...
Quantas vezes nos perguntamos qual o significado de evangelismo e também por que devemos evangelizar? O Senhor, através da sua Palavra, nos ensina a termos um coração evangelístico.
As igrejas evangélicas no Brasil estão passando por uma conscientização da sua responsabilidade e potência para a evangelização mundial. Por isso damos graças a Deus, que desperta e capacita. Tudo indica que as igrejas evangélicas brasileiras estão avançando no seu papel junto às igrejas do mundo inteiro na anunciação do reino de Deus, como testemunho entre todas as nações (Mt 24:14).
Inicialmente, faz-se necessário mostrar a etimologia da palavra evangelização, que se deriva do substantivo grego euangelion, que significa “boas novas”, e do verbo euangelizonal, que quer dizer “anunciar, proclamar ou trazer boas novas”. O apóstolo Paulo em Romanos 1:16 diz: “Não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê”. Então, devemos transmitir o evangelho, pois ele é o próprio poder de Deus, é através do evangelho que passamos a conhecer o Salvador. Evangelizar, segundo Cannon May Warren, da Abadia de Westminster, é “apresentar Jesus Cristo no poder do Espírito Santo, de tal maneira que os homens possam conhecê-lo como Salvador e servi-lo como Senhor, na comunhão da igreja e na vocação da vida comum”. Para Samuel Libert, ex-presidente da Convenção Batista da Argentina, “evangelismo é comunicar as ações redentoras de Deus para o homem”. Portanto, evangelização é a transmissão do Evangelho de Cristo de forma clara, objetiva e direta, mostrando todo o plano de Deus para o ser humano. Qualquer outro tipo de conteúdo, que não mostre o pecado do homem e a sua separação do seu Criador, é apenas informação sobre o Evangelho e , nunca, evangelização.
Vale ressaltar que o nosso papel é a transmissão oral; o convencer e o converter pertencem ao Espírito Santo que faz a obra como lhe apraz e na hora certa.
Mas, por que eu devo evangelizar?
a) É um mandamento que o Senhor nos deu (Mt 28.19, 20; Mc 16.15-18)
O Senhor nos ordenou pregar o Evangelho, pois Ele quer que a sua mensagem atinja a toda a criatura (Mc 16.15), a todas as nações (Mt 28.19), a todo o mundo (Mc 16.15), a todas as aldeias (Mt9.35), a todo o lugar (At 17.30).
b) É uma obrigação de todo salvo
“... me é imposta esta obrigação; e ai de mim, se não anunciar o Evangelho” (1 Co 9.16). Esse texto não significa que o crente deva pregar a palavra, constrangido ou forçado; e sim que, por tratar de uma testemunha do Senhor Jesus (At1.8), foi convidado para testificar da sua salvação (At 26.22).
c) É um privilégio de cada salvo (Mt 10.32)
Um dos maiores privilégios do crente é poder cooperar com Deus (Mc 16.20) neste mister de ganhar almas para o seu Reino. Que privilégio glorioso é pregar a Palavra, pois fomos escolhidos por Deus para este trabalho (Jo 15.19).
d) É uma responsabilidade de cada crente (1 Tm 2.4)
Se “... tu não falares, para desviar o ímpio do seu caminho, morrerá esse ímpio na sua iniquidade, mas o seu sangue eu o demandarei da tua mão” (Ez 33.8).
e) É uma prova de que temos a natureza de Deus
O crente é descrito na Bíblia como tendo a natureza divina (1 Pe 1.4), ou seja, “... o mesmo sentimento que houve também em Cristo” (Fp 2.5), a mente de Cristo (2Co 2.16), a vida de Cristo (Cl 3.3). E qual é a natureza divina? É certamente o amor  (1Jo 4.8), o amor pelas almas (Jo 4.34; 10.15,16).
f) É uma dívida de todo crente (Rm 1.14,15)
Realmente, o que o senhor fez na nossa vida é motivo de muita gratidão. Quando nos lembramos da nossa situação pecaminosa, sem Deus, sem paz, dominados pelo pecado, e do fim triste que nos estava reservado na eternidade, isto é razão sobeja para empregarmos todos os nossos esforços, a fim de levarmos outras pessoas a Jesus. Portanto, evangelizar é um ato de obediência e amor a Deus e a sua Palavra. Esperamos que esta verdade se torne viva e eficaz na vida diária de todos aqueles que confessam a Cristo como Senhor e Salvador. Portanto, vale lembrar João 9:4: “Importa que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; vem a noite, quando ninguém pode trabalhar.
Que Deus nos faça frutíferos no Seu Reino.
Que fiquemos na paz do Senhor e que tenhamos um coração evangelístico...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ênfase e Divindades Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.