Subscribe:

sábado, 29 de outubro de 2016

TOCANDO O SHOFAR, QUANDO À ANGELICA TROMBETA NESSE MUNDO ESTRUGIR O MEU NOME OUVIREI JESUS CHAMAR...


TOCANDO O SHOFAR, QUANDO À ANGELICA TROMBETA NESSE MUNDO ESTRUGIR O MEU NOME OUVIREI JESUS CHAMAR...
O QUE É SHOFAR ?
Shôphar, shopar = Trombeta, chifre de carneiro. Vocábulo empregado 72 vezes. A palavra é cognata (Palavra que provêm de uma raiz comum) do acadiano shapparu, “ovelha selvagem”, e do árabe sawâfirun, “chifres de carneiro”. No AT sempre se designa o instrumento musical curvo feito de chifre de carneiro. A palavra usual para indicar o chifre de um animal é queren. Esta é usada apenas uma vez em referência a instrumento musical. A palavra yôbel significa basicamente “carneiro” (como também em fenício e árabe), mas no AT designa a um instrumento, sendo também, o nome do ano cujo iníci era assinalado por esse instrumento, o ano do jubileu.
Aparentemente as palavras yôbel e shôphar são permutáveis(cf, e.g., Ex 19:13,16; Js 6:45). Outra palavra qua significa “trombeta” é hatsot râ.
Este último instrumento é um tubo reto, frequentemente feito de metal.
O shofar desempenhou um papel bastante importante na história do AT.
Quando Israel esteve no monte Sinai, era um toque forte de shôphar que servia de sinal para Israel se aproximar. A chegada da lua nova e do ano novo era anunciada por um toque de shôphar (Sl 81: 3,4), e também a chegada do ano de jubileu (Sl 98:6; 150:3).
Era também importante em questões civis e militares. Anunciava um novo rei (1 Rs 1:34; 2 Rs 9:13). Servia para dar ordens de combate (Jz 3:27; 2 Sm 20:1). Foi importante na queda de Jericó (Js 6) e na derrota infligida por Gideão em Mídia (Jz 7).
Com frequência as escrituras mencionam o shôphar num sentido figurado.
O profeta é comparado a uma sentinela que faz soar o alarme de calamidade (Ez 33:3,6; Is 58:1; Jr 6:17).
Você já pensou alguma vez que o shofar é um dos instrumentos mais antigos usados pelo homem ? somente a flauta do pastor chamada ugav, na Bíblia o iguala em idade (de acordo com algumas opiniões). O shofar, porém, é o mesmo que aquele usado há milhares de anos. Durante a história da humanidade foram inventados instrumentos novos, abandonados os velhos e somente nos museus poderemos encontrar uma flauta antiga. Não é digno de admiração que ainda nos apeguemos ao antigo shofar ?
Naturalmente, se você considerar o shofar como um “instrumento musical” não tem grande valor. O shofar não produz sons delicados como o clarim moderno, a trombeta ou outro instrumento de sopro.
Mas, para nós, o shofar não é um instrumento “musical”; não é usado por prazer ou divertimento. Longe disto; tem um sentido muito mais profundo. É um chamado para o arrependimento.
O shofar também era tocado quando guerreávamos contra inimigos perigosos. Portanto, o shofar deve servir como um grito de guerra contra o nosso inimigo espiritual, o nosso inimigo interior, impulsos maus e paixões ilicitas.
O shofar foi tocado no ano de Yovel ( Jubileu), anunciando assim a libertação da escravidão e da penúria. O seu som, deve ser também um sinal de quebra das correntes de pecados, de maneira que possamos começar uma nova vida com o coração puro, sintonizado a servir a Deus.
O shofar é feito de um chifre de animal casher (separado). Qualquer chifre pode ser usado para o shofar, exceto vaca ou touro, pois estes chifres são chamados em hebraico de “keren” e não shofar, e também porque seu chifre poderia ser um lembrete do bezerro de ouro que os filhos de Israel fizeram no deserto, ao deixarem o Egito.
Geralmente, e de preferência, o shofar é feito de um chifre de carneiro, em memória do carneiro que foi oferecido em lugar de Isaac, que permitiu-se ser atado e colocado sobre o altar como um sacrifício a Deus.
Deus mandou seu povo fazer uma trombeta, chamada shofar e colocou este shofar nas mãos dos sacerdotes, que ficavam a porta do tabernáculo e do templo, para chamar o povo de Deus a se reunir e a se quebrantar na presença do Senhor para confessar o seu pecado e a celebrar pelas festas o Senhor no meio deles e também se arregimentar para a guerra e convocar o exercito do Senhor sobre a nação de Israel. E nestes dias, Deus esta chamando seu exercito de adoradores, para adora-lo em espírito e em verdade, para a conquista final.
O SHOPHAR É A VOZ DE YAHWEH
A palavra ocorre pela primeira vez em Êxodo 19:16: “Ao terceiro dia, ao amanhecer, houve trovões, relâmpagos, e uma nuvem espessa sobre o monte; e ouviu-se um sonido mui forte, de maneira que todo o povo que estava no arraial se estremeceu”.
A palavra sonido em hebraico é qol, que significa voz. A palavra buzina ou trombeta é shofar. Está escrito em Êxodo 19:19: “E crescendo o sonido (qol) da buzina (shofar) cada vez mais, Moisés falava, e Deus lhe respondia por uma voz (qol)”. Em Êxodo 20:18 está escrito: “Ora, todo o povo presenciava os trovões, e os relâmpagos, e o sonido da buzina e o monte a fumegar, e o povo vendo isto, estremeceu e pôs-se de longe”.
Isto mostra que o shophar “fala” ou ele representa a “voz” de alguém.
Logicamente o shophar é a voz de Yahweh. O shophar é tocado e a voz de Yahweh é ouvida. Nesta atmosfera extraordinária há manifestações especiais, Moisés recebe os mandamentos, as diversas leis hebraicas e a planta do Tabernáculo. Neste contexto o shophar trouxe à existência a Palavra de Deus, ele é a voz de Yahweh.
Apocalipse 1:10, 11: “ Eu fui arrebatado em espírito no dia do Senhor, e eu vi detrás de mim uma grande voz, como de trombeta, que dizia: o que vês, escreve-o num livro, e envia-os às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, a Esmirna, a Pérgamo, a Tiatira, a Sardes, a Filadélfia e a Laodicéia”. Apocalipse 4:1: “Depois destas coisas olhei, e vi que estava numa porta aberta no céu, e a primeira voz que ouvi, como que som de trombeta falando comigo, disse: sobe para aqui e te mostrei as coisas que depois destas devem acontecer”. O termo shophar surge também no final da Bíblia como voz de Deus dando comandos à igreja e revelando o futuro da igreja, da humanidade, dos seres espirituais, a história final. O apóstolo João recebe a ordem de registrar tudo. Ele não tem dúvida de que aquela voz, o shophar, era a voz de Deus, conclamando e conduzindo a sua vida e a igreja de Yeshua Hamashiah.
A IMPORTÂNCIA DE SER UM BAAL TEKIÁ
Baal Tekiá significa Shofarista.
Ser um shofarista não é simplesmente tocar uma trombeta feita de chifre de animal. É algo profético, está nas escrituras; assim como pastorado, sacerdócios, profetas, e outros relacionados na Bíblia, porém quando somos chamados para exercer qualquer um destes ministérios é algo muito especial, cada um na sua função, fazendo se cumprir a palavra do Senhor.
Deus te escolheu no ventre de sua mãe, e já estava anunciado o que você seria, qual o seu papel na Terra.
O Eterno nos dias de hoje está despertando a igreja com relação a seu papel na face da Terra, e isso inclui também a restauração das raízes Bíblicas e Judaicas dentro da igreja.
O uso do shofar faz parte desse despertar e esta sendo restaurado na igreja, mas infelizmente à muitos crentes que não estão entendendo a seriedade do uso do shofar e estão usando e tocando de qualquer forma, e desrespeitando toda a tradição e os toques com seus significados proféticos.
Veja esta revelação:
Antigamente, os casamentos eram feitos de forma muito diferente dos dias de hoje. Quando o noivo se interessava pela noiva, o pai dele acertava o casamento junto ao pai da noiva e ficavam aguardando e se preparando para o grande dia do casamento; nem o pai da noiva sabia o dia do casamento, de tempos em tempos o noivo mandava um mensageiro (Amigo) até as terras do pai da noiva e este tocava o shofar,(ele levava mensagens do noivo, como o noivo gosta das coisas) isto se repetia varias vezes para que a noiva se preparasse, se arrumasse, e estivesse aguardando o seu amado, quando o noivo resolvia ele mandava o mensageiro dar o último toque de trombeta, um som longo e agudo, este era o sinal que o noivo estava a caminho; porem, se nao estivesse tudo preparado, se não estivesse do jeito que o noivo gosta e a noiva pronta e limpa simplesmente o noivo partia sem realizar o casamento. Hoje este papel é nosso: o pai do noivo é Deus,o Noivo é Jesus Cristo, a Noiva a Igreja o pai da noiva o Espírito Santo e os mensageiros a geração de Shofaristas que esta se levantando nos dias de hoje. Você como um shofarista é a revelação da palavra de Deus, você faz parte disto e pe do apocalipse. Veja então a seriedade que está em suas mãos e procure fazer e estar nesta qualidade de profeta do Senhor, sacerdócio real, se consagre, e busque saber o que deve ser feito e o que você esta fazendo e como esta fazendo as coisas do Senhor.
TIPOS DE TOQUES
Ao iniciar as festas bíblicas, o shofar é tocado diante de todo o povo com o propósito de reuni-los. Na festa de Yom Teruah (Trombetas), o shofar soa com o objetivo de se cumprir o mandamento de escuta-lo.
Os diferentes toque que são emitidos pelo shofar são composto em sequências. Estas seqüências são as que se utilizam para fazer soar o shofar de maneira linda e chamativa. Quando juntamos os toques, “Tekiá”, “Shevarim” e “Teruah”, obtemos o que chamamos de sequência. Os diferentes toques são intercalados em diferentes ordens e assim obtemos diferentes sequências. Estas sequências podem variar, menos para o Yom Kipur e Yom Teruah, onde as sequências estão estabelecidas.
Quando o shofar é utilizado em guerra espiritual ou em outras festas bíblicas onde as sequências não estão definidas nem pré-estabelecidas, uma variação de sequências é permitida, mas não seus toques. Ou seja, podemos fazer uma sequência como “Tekiá, Teruah, Tekiá” ou “Tekiá, Shevarim, Tekiá...” podemos variar e intercalar os três toques tal como nos guie o Espírito Santo e assim produzir sequências proféticas.
O primeiro toque: Tekiá
O primeiro som é o Tekiá, que se caracteriza pela emissão de uma nota longa que anuncia a Majestade do Senhor e Rei de Israel, que tem dado a promessa do Reino e sua recompensa aos justos. O toque “Tekiá” nos traz também uma mensagem e ensino bíblico sobre a separação que houve entre o homem e seu Criador. Lembra-nos o dia que o homem pecou contra Elohim no Éden, onde ocorreu a grande separação. Por isso é um tom longo, tão largo como a separação entre os homens e Elohim. É por isso que o Tanach diz: “Assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” Is 55:9
Tekiá: TuUUUUUUUUU’U, tocado por não menos de 9 segundos e não mais de 18 segundos e num só fôlego.
O segundo toque: Teruah
É o segundo som do shofar. Uma combinação de nove sons curtos que convoca-nos a despertar do sono e leva-nos a uma reflexão profunda sobre nossas vidas diante do Senhor. Teruá é como uma voz que nos convida a analisarmos retrospectivamente e ver como estamos em nossa relação com Yeshua e com nosso próximo.
O toque “Teruah” também nos revela o ensino bíblico da dor intensa que sentiu Adonai quando o homem pecou contra Ele. A combinação dos nove sons curtos expressa as lágrimas de Adonai por seu povo ao ser separado pelo pecado.
Teruah: “Tu, tu, tu, tu, tu, tu, tu, tu, tu” tocado por 9 pequenos sons de uma duração de 1 segundo cada e que deve ser tocado de um fôlego só.
O terceiro toque: “Shevarim”
Este terceiro som do shofar, o Shevarim, é uma série média de três sons que, colocados entre os dois primeiros; expressam o gozo interior em meio às aflições do mundo, confiados que finalmente o Reino dos céus será implantado em toda a terra. Quando Shevarim é tocado, afirmamos nossa fé na volta do Messias. Este toque também manifesta o ensino bíblico do chamado de Adonai para voltarmos para Ele. É um convite pessoal que o Senhor faz a todos, a que voltemos à Sua herança, sua provisão, ao Messias de Israel, a Yeshua.
Shevarim: “TuUUU, TuUUU, TuUUU”, tocado por três sons uniformes, de duração de 3 segundos cada som e que deve ser tocado num só fôlego.
4 – Tekiah Gadol – 1 Tekiá longo ( o grande toque) – Usado para anunciar o juízo de Deus e simboliza também alegria pois o Senhor perdoou nossos pecados e por isso somos livres para adorá-lo !
Agora, te incentivo a que tome o shofar, e guiado pelo Espírito Santo, toque-o lembre-se que quando alguém se levanta para cultuar Elohim e isto faz parte de sua vida diária, o inimigo tratará de opor-se. Porém, hoje Adonai te diz que não deves temer, Ele está contigo e a batalha é dEle.
“TOCAI A TROMBETA EM SIÃO E DAÍ VOZ DE REBATE NO MEU SANTO MONTE”
Assim se inicia o capítulo 2 de Joel, com uma ordem direta do Senhor;
Este toque da trombeta é o som de manobras militares. Em números 10:9, está escrito: “Quando, na vossa terra, sairdes a pelejar contra os opressores que vos apertam, também tocareis as trombetas a “rebate”. A rebate, é a maneira de soar a trombeta com um som inesperado, seu som é rebatido – um som trêmulo, repicado – este é o toque da trombeta para o povo de Deus se arregimentar para a guerra.
AS TROMBETAS
“Disse mais o Senhor a Moisés: Faze duas trombetas de prata; de obra batida as farás; servir-te-ão para convocardes a congregação e para a partida dos arraiais”.(Nm. 10:1, 2).
Estas trombetas seriam usadas para chamar o povo de Deus a se reunir. Paulo escrevendo para Coríntios disse “se a trombeta der o som incerto, quem se preparará para a batalha?” (I Co 14:8). O Toque das trombetas deve ter o sonido correto para que não haja duvida quanto ao seu comando.
O CHAMADO
Às vezes as pessoas se preocupam em como estão as outras pessoas; mas esquecem de se analisar de ver se realmente tem feito aquilo que o noivo tem mandado, nos preocupamos em "ver" os erros dos outros de acusar de medir, mas não estamos voltados para Deus. O que Deus fez por mim, o que faço para ele? Que preço deve pagar para o ministério, qual ministério? Devo agradar ao pastor? Devo ser um destaque em minha igreja? Ou será, quero ser destaque aos olhos do pai, quero mover o coração de Deus, quero ser orgulho para o meu Pai!
Deixa-me esclarecer algo:
Você é o shofar de Deus!
O Shofar é um instrumento que potencializa o som, mas, para que isso aconteça deve passar por uma série de etapas e que nós também passamos vamos ver:
O shofar é parte de um animal (É o chifre), para o termos, este animal deve morrer.
O Ser Humano é um animal, para ter comunhão com Deus nós temos que morrer para as coisas do mundo.
Para sair o som, não deve ter nenhum tipo de carne, cartilagem ou qualquer outra substância dentro do shofar, deve ser limpa totalmente e só assim atingirá a total potência que ele pode oferecer.
Para sair o verdadeiro som de nossas bocas que agrada a Deus, não devemos ter nenhum tipo de contaminação com a carne dentro do nosso coração, e então será automática a nossa relação com Deus, um relacionamento direto não há nada que interfira este contato com o pai.
O POSICIONAMENTO
Mas isto não é tão fácil assim, não é da boca para fora!
Ser um servo fiel não é nada fácil, quando realmente queremos fazer a vontade de Deus e não a do mundo, temos que nos separar realmente de tudo o que não é de Deus.
Tudo o que não fala de Deus é do diabo!
Por isso temos que nos posicionar e lançar fora tudo o que agrada a nossa carne.
Devemos buscar um outro nível de intimidade com o Pai!
Às vezes estamos tão cheios de compromissos, de confortos etc... Que não temos tempo para buscar mais de Deus, é como se estivéssemos em um almoço e a mesa repleta de coisas no faz comer de tudo, quando chega a hora de jantar, tem outra mesa com muito mais comida do que o almoço, porém por ainda estarmos cheios não sentimos vontade de comer, ou comemos apenas um pouco do que temos, não há como querer mais, pois estamos cheios...
Às vezes estamos tão cheios de confortos e de coisas do mundo que não temos tempo para ouvir a Deus.
Quando Deus pede para fazer um jejum, um voto de santificação, pede para orar de madrugada, interceder, orar por alguém na rua ou fazer uma visita etc... Ele não está preocupado em te tirar da área de conforto, mas para ver a nossa fidelidade.
REFERÊNCIAS BÍBLICAS SOBRE O SHOFAR / ONDE TOCAR
Algumas passagens Bíblicas que nos fala sobre o significado profético do shofar:
Ex 19:16 e 20:18 = O shofar faz o povo tremer de temor do Senhor;
Ex 19:19 = O Senhor responde as orações
Lv 23:24 = O shofar lembra do descanso e faz Santa Convocação;
Nm 10:1-10 = É ordenado o Sacerdote tocar o shofar em Santas Convocações, convocações para guerrear contra os inimigos e para o dia de nossas alegrias, dia de solenidades e sobre sacrifícios;
Js 6:8-9 = O shofar é tocado constantemente na batalha e diante da Arca do Senhor que simbolicamente representa a presença do Senhor Eterno de Israel;
Js 6:16 e 20 = O shofar precede o grito como clamor profético;
Jz 3:27 = O shofar era tocado para iniciar jornadas;
Jz 6:34 = Gideão tocou o shofar após ser revestido pelo Espírito do
Senhor;
Jz 7:8, 20,22 = O shofar foi tocado pela corporação do Senhor que clamava a espada do Senhor e o clamor foi ouvido;
I Sm 13:3 = O shofar era tocado para chamar a atenção do povo;
II Sm 2:28 e 18:16 = O shofar era tocado para cessar a guerra
I Rs 1:34 = O shofar é tocado ao ungir um Rei para Israel ou Unção para Liderança;
II Rs 11:14 = O shofar era tocado para destronar os Reis fracos;
I Cr 13: 8 = O shofar era tocado em momentos de alegria e grande celebrações;
Sl 47:5 = O Senhor ascende ao som do shofar;
II Cr 29:26, 28 – Sl 150:3 – Sl 98:6 – II Sm 6:15 – Is 27:13 = Instrumento Sacerdotal de Louvor e Adoração ao Eterno de Israel;
II Cr 5:13 = O shofar era tocado e a Nuvem que é a Glória do Senhor enchia a Casa do Senhor;
II Cr 13:14 = O Shofar era tocado durante a guerra;
Jr 4:19 = O shofar anuncia a guerra;
Jr 6:17 = Um som para os Atalaias;
Jr 42: 13,14 = Um som para os rebeldes;
Jl 2:1 = O shofar é tocado para anunciar o dia do Senhor;
Jl 2: 15 = O shofar era tocado para conclamar o povo a santificar um jejum ao Senhor e convocar uma assembléia Solene;
Zc 9:14 = O Senhor mesmo fará soar o Shofar;
Mt 24:31 = O Senhor envia seus anjos com Clamor de shofar;
Ap 8:6 = O shofar é tocado por Hostes Angelicais;
I Co 15:52 = O shofar soará e os mortos ressuscitarão;
I Ts 4:16 = O Senhor descerá do céu com som do shofar;
Ap 1:10 e 4:1 = O shofar é como a voz do Senhor
O RECONHECIMENTO
Temos que saber que ser um Ba`al Tekiah não é brincadeira ! Como estudamos acima a palavra nos afirma que o som do shofar é como a voz de Deus (Ap 1:10 e 4:1), e que o toque faz o povo tremer! e santificar um jejum e convocar os Santos para a guerra contra os inimigos !
Com isso podemos saber que acontece algo tremendo no mundo Espiritual e Físico quando tocamos o shofar.
O Shofar não é um instrumento mais santo que os outros, porque santos são apenas aqueles que se tornarem “templos” do Espírito Santo, homens e mulheres salvos por Jesus. Santos somos nós, que temos uma experiência pessoal com o Senhor e nos tornamos cada dia mais separados do padrão do mundo (Rm 12.1 e 2), cada dia mais parecidos com Jesus!
O Shofar, assim como muitos instrumentos dados por Deus, têm um timbre específico que anuncia nas regiões celestes, uma mensagem precisa.
As palmas declaram “Tu és bom!”;
O som das “aleluias” declara Louvado seja o Eterno!”
Os pandeiros anunciam alegria;
Os tambores declaram guerra e festa;
O Shofar anuncia a intervenção divina...
MINHA EXPERIÊNCIA
Logo, quando vim para a Igreja que congrego hoje Deus me deu uma visão;
Em um culto poderoso Deus me mostrou: um homem, cabelos grisalhos, cabelos e barba longos, um manto sobre os seus ombros, este manto era como o céu cheio de estrelas, ele estava sobre um vale e tocava um shofar sobre a cidade que se encontrava naquele vale; após alguns meses fui a um seminário e de repente aquele homem que tinha aparecido na visão passa por mim, confesso que fiquei assustado. Então me voltei para uma das pastoras da igreja e comentei o que estava acontecendo, ela então me orientou a ir falar com aquele homem. Quando falei a ele sobre a visão ele muito se alegrou e me informou que ele é pastor e que tinha um chamado profético e que como Deus havia revelado a cidade que ele morava era um vale cercado de montes, onde ele subia para tocar o seu shofar sobre a cidade, e que também tinha um manto de pele de animal que se misturava com a barba e o cabelo e que aquela visão estava confirmando o chamado dele. Então lhe contei sobre o meu desejo de comprar um shofar; ele me orientou a não comprar, pois se realmente fosse o ministério que Deus estava colocando em minhas mãos o shofar iria chegar até elas. Fui embora e confesso que meio desanimado, pois nós como homens duvidamos do que Deus pode fazer, só pensava que era um instrumento caro e difícil de ter acesso. Mas com o passar dos dias o Senhor foi tirando este tipo de visão e mostrou-me que eu era o shofar e que ele quer me usar como tal. Então deixei de lado o desejo material de ter este instrumento e comecei a buscar o lado espiritual deste chamado. Então durante um evento de adoração em minha igreja no encerramento o meu pastor reconheceu o meu chamado e entregou em minhas mãos o shofar que ele havia comprado.
Se você sente que tem este chamado, confie no Senhor e peça para Ele te usar como o shofar na Terra. Busque espiritualmente esta condição e veja o que Deus vai fazer em tua vida.

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.