Subscribe:

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

LIA A MULHER DESPROVIDA DE BELEZA FÍSICA, MAS HONRADA POR DEUS...


LIA A MULHER DESPROVIDA DE BELEZA FÍSICA, MAS HONRADA POR DEUS...
Uma mulher que sentiu o desprezo do pai ao ser usada em benefício dele. E esse foi só o início do seu sofrimento, o homem vê a beleza física, mas o SENHOR vê o interior.
Lia era desprovida de beleza. Filha mais velha de Labão (Gênesis 29: 16-17), foi a primeira esposa de Jacó, que foi obrigado a se casar com ela para conseguir a irmã de Lia, Raquel (Gênesis 29:25-27).
A história dela é marcada pela falta de consideração, de amor, de apreço. Seu pai a usou para ter mais dinheiro. Ao se casar, tinha um marido que não a amava. Depois, sua irmã casou-se com seu esposo e o amor dele era maior por ela (Gênesis 29:30). O desprezo era tanto, que Deus teve compaixão de Lia e a fez mãe antes de Raquel (Gênesis 29:31).
Essa é a prova de que Deus sabia do sofrimento de Lia e a colocou em posição de vantagem em relação a Raquel. O Senhor se mostrou no controle de todas as coisas ao conceder filhos a Lia, e deixou claro que, mesmo que Jacó não a amasse, Ele a amava, cuidava e ajudava a passar pelos sofrimentos. Pela primeira vez parei para tentar refletir nessa história do ponto de vista de Lia. Aparentemente a vida não foi tão generosa ela. A bíblia não conta tantos detalhes, mas creio que por toda a juventude Lia teve que conviver com o estigma das comparações com a irmã, com o fato de não ser atraente e com a pressão de se ver “ficando pra titia”. Dentro do costume da época, seu pai tomou providências pra que ela se casasse e não se tornasse um peso para a família. Lia teve que se submeter a um casamento infeliz que já começou todo errado, ao lado de um homem que não se esforçava nem um pouco para fazê-la feliz, mas que mais uma vez só tinha olhos pra sua irmã.
Lia é uma personagem bíblica que sintetiza muito bem a ideia de uma pessoa ferida pelas circunstâncias da vida, insegura, rejeitada pelos outros, infeliz no seu casamento, sem poder de fala, usada como objeto para satisfazer as vaidades dos outros, uma pessoa malsucedida aos olhos dos homens.
Lia é o tipo de mulher que teria todos os motivos do mundo para questionar o porquê de Deus tê-la feito viver uma vida cheia de tantas feridas. Teria também todos os motivos para se transformar em uma mulher amargurada, mas lá em Gênesis 29:31-30:26 nós lemos que ela vivia dando glórias a Deus, mesmo vivendo uma vida tão difícil.
A honra de Deus
Deus honrou Lia! O texto diz que o Senhor viu que Lia era desprezada e deu-lhe o dom da fertilidade, ao passo que Raquel era estéril. Mesmo diminuída pelo marido, ela era engrandecida por Deus dentro da sua casa a cada vez que tinha um filho: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Isaacar, Zebulom e Diná. O nome de cada um desses filhos é uma expressão de louvor de Lia pela fidelidade de Deus a uma mulher que mesmo desprezada escolheu amar ao Senhor e adorá-lo independentemente das circunstâncias da vida. Lia é uma das mulheres inesperadas que o Senhor escolheu para cumprir o plano de trazer o Messias ao mundo.
 Reflexão: Você se identifica com Lia?
Não importa a sua idade: olhe para a história da sua vida até o dia de hoje. Se você pudesse se identificar com um personagem bíblico, qual deles falaria mais sobre o caminho que você traçou até hoje?
Talvez você imagine que a vida pregou uma peça em você. Quem sabe você ainda carrega no seu coração as feridas do abuso sexual, marcas de um pai ausente, da rejeição das pessoas ao seu  redor, de anos perdidos em depressão, tentando alcançar um sucesso e uma prosperidade que nunca chegou, ter um sonho de se casar e não consegue . Quem sabe você olha no espelho hoje e vê uma aparência que não é a que você sonhou ter, vê como Lia um casamento que não foi os contos de fada que você imaginou.
Quem me conhece a fundo  sabe da  minha trajetória com o meu pai  “ mulherengo”, e o quando até hoje a minha família sofre por  isso.
Será que apesar dos infortúnios da vida você pode orar com fé e dizer “Pai, obrigado porque o Senhor me ama o Senhor não errou ao escrever a minha história! Obrigado porque tu és a maior alegria da minha vida!”. Não importa o seu passado, não importa há quantas décadas você carrega uma amargura. Permita que esse poder de Deus te cure hoje, permita que o seu coração seja invadido pela unção de alegria e contentamento que estava sobre a vida de Lia.
Assim como Deus fez com Lia, Ele também têm te honrado, mesmo diante de uma história que não foi a que você imaginava. Você consegue detectar essa honra de Deus na sua vida? Consegue ver algum dom, uma característica sua que de alguma maneira te faz um destaque? Pois tenha consciências que nas grandes e nas pequenas situações o Senhor têm te honrado diante dos homens que te desprezam, e vai continuar.
Há incontáveis “Lias” pelo mundo. Aquelas que sofrem pela falta do amor de seu companheiro, do seu pai, de seus amigos. São mulheres desprezadas por sua falta de beleza exterior, usadas por sua posição social ou por sua inteligência.
Um desprezo que as faz se sentirem sozinhas. Mas não estão. A história de Lia ensina que Deus sempre vê nossas aflições e nos ajuda a passar por cada uma delas, honrando, dando alegria e força.
Lia não desistiu. Ela enfrentou tudo aquilo porque amava seu marido. Raquel morre antes dela (Gênesis 35:19) e Deus lhe dá mais essa vantagem: viver mais tempo ao lado de seu amado.
Não desista no meio do caminho, mesmo com tanto sofrimento e desprezo. Deus não se esqueceu de você, Ele só está esperando o melhor momento de agir e de honrar a sua vida.

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.