Subscribe:

terça-feira, 7 de outubro de 2014

NO CAMINHO DE DAMASCO TEM, ORGULHO, PERSEGUIÇÃO, QUEDA, ENCONTRO COM JESUS, ARREPENDIMENTO E CONVERSÃO...


NO CAMINHO DE DAMASCO TEM, ORGULHO, PERSEGUIÇÃO, QUEDA, ENCONTRO COM JESUS, ARREPENDIMENTO E CONVERSÃO...
A conversão de Saulo é o acontecimento mais importante da história da igreja depois do Pentecostes, o fato é tão fundamental que é relatado três vezes no livro de Atos (9:1-19; 22:6-16; 26:12-19).
Com o crescimento da igreja, Satanás tentou através de muitos ataques parar o avanço do Cristianismo. A perseguição iniciada no capitulo sete e oito de Atos, se espalhou para Damasco. Saulo pediu cartas do sumo sacerdote para prender irmãos nesta cidade da Síria e levá-los para Jerusalém.
A crise de Saulo de Tarso
Saulo era um judeu sincero, dedicado e radical em sua fé, mas suas convicções estavam abaladas por um fato principal: A maneira que Estevão morreu. No livro de Atos 7:54-60, nosso irmão Dr. Lucas, relata que Estevão “cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra de Deus” ( v.54-55) e na hora de sua morte ele orava e dizia “Senhor Jesus recebe o meu espírito; então, ajoelhando-se, clamou em alta voz: Senhor, não lhes imputes este pecado! Com estas palavras adormeceu” (v.59-60).
Saulo viu e ouviu tudo isso e ficou em crise porque nunca tinha visto alguém morrer desta maneira, cheio da glória de Deus, talvez ele viu um brilho especial no rosto de Estevão e ouviu sua oração final, por isso o capítulo 9 inicia dizendo “Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor”… Esta palavra “ainda” mostra que Saulo estava numa luta interior, por isso Jesus lhe diz no encontro: “Saulo, Saulo, porque me persegues? Dura coisa e recalcitrares contra os aguilhões”. Aguilhões são pontas de ferro que ferem. As pontas eram as evidências da verdade através de tudo que Jesus tinha feito, a pregação maravilhosa de Estevão e sua morte.
O que o encontro com Jesus gera no homem
1. Ilumina o coração e muda conceitos e valores (v.3). Saulo com toda a sua religiosidade e zelo em sua fé, estava em trevas, mas quando Jesus se apresentou a ele, “uma luz do céu brilhou ao seu redor”. Neste momento aconteceu uma verdadeira metamorfose nos conceitos e valores de Saulo, ele não sabia que perseguia o próprio Deus, perseguindo a igreja, ele não cria na ressurreição de Jesus e agora ele esta falando com ele e ouvindo sua voz: “Eu sou Jesus, a quem tu persegues”.
Jesus colocou Saulo e suas convicções no chão, para levantá-lo com novo entendimento e novos valores.
2. Nos torna humilde e consciente de nossa ignorância e rebeldia.
Saulo pergunta: Quem és tu Senhor? (9:5). Que farei Senhor? (22:10) e o Senhor lhe diz: “Levanta-te, entra em Damasco, pois ali te dirão acerca de tudo o que te é ordenado fazer” (22:10).
O orgulhoso e impiedoso Saulo agora está cego mas consciente da verdade e agora pronto para receber as ordens do Senhor e Mestre.
3. UMA SANTA VOCAÇÃO.
Em todo Novo Testamento está expressa esta verdade, por exemplo: “Chamados para ser santos” (I Co 1:2) a viver de modo digno da vocação a que fomos chamados (Ef 4:1). Jesus nos chamou para sermos testemunhas, para vivermos de modo santo para glória do Seu nome.
A Saulo, Jesus revelou de modo claro e especifico sua missão. “Porque terás de ser sua testemunha diante de todos os homens, das coisas que tens visto e ouvido. Mas levanta-te e firma-te sobre teus pés, porque por isto te apareci, para te constituir ministro e testemunha, tanto das coisas em que me viste como daquelas pelas quais te aparecerei ainda, livrando-te do povo e dos gentios, para os quais eu te envio, para lhes abrires os olhos e os converteres das trevas para a luz e da potestade de Satanás para Deus, afim de que recebam eles remissão de pecados e herança entre os que são santificados pela fé em mim (Atos 22:15; 26:16-18) e o preço que ele ia pagar, pelo evangelho do Senhor: “pois eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome” 9:16).
4. Confunde os que não o conhecem.
Logo após sua conversão Saulo começou a pregar em Damasco e os judeus e gentios estavam “atônitos, e diziam: Não é este que exterminava em Jerusalém os que invocavam o nome de Jesus” e Lucas escreveu “Saulo, porém, mais e mais se fortalecia e confundia os judeus que moravam em Damasco demonstrando ser Jesus, o Cristo”.
5. Inverte a ordem dos acontecimentos.
Saulo de perseguidor se torna perseguido. O evangelho virou de ponta cabeça as tradições idólatras dos povos, esvaziou templos pagãos . Saulo foi exemplo mais contundente do livro de Atos, de líder da perseguição, se tornou o perseguido mais combatido pelos judeus.
Que o Senhor se dê a conhecer, se revele na vida de muitos, que hoje estão recalcitrando contra os “aguilhões da verdade”...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.