Subscribe:

quarta-feira, 30 de julho de 2014

JESUS ESSE NOME É O MEU ALIMENTO...


                                          JESUS ESSE NOME É O MEU ALIMENTO...
(Jo 6: 45-58)
a)  DE QUE PÃO JESUS ESTAVA FALANDO?  (Jo 6:25-35)
I – O milagre do pão (Jo 6:2-12)
II – O verdadeiro pão (Jo 6:32 – Jesus disse a multidão: Moisés não lhes o pão do céu; mas meu Pai vos dá o verdadeiro pão do céu).
III – O pão que supre as nossas necessidades  (Jo 6:35 – Palavras de Jesus: Eu sou o Pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede).
IV – O pão que é para todos – (Jo 6:37 – Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim de modo nenhum o lançarei fora) – Nada pode nos separar do amor de Cristo (Ro 8:35 – A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? ).
V – O pão que nos leva a vitória final – (Jo 6: 54 – Quem comer a minha carne e beber o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia).
VI – Muitos não crêem na mensagem de Jesus – “
Contudo há descrentes entre vós” (Jo 6:64).
Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim, porque de mim escreve ele. Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?”(Jo 5:46-47). 
b)  O QUE É A VIDA? - “Vós não sabeis o que acontecerá amanhã. O que é a nossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa”. (Tg 4:14)
I – Vida só tem sentido se houver fé –
“Mas o justo viverá da fé” (Rm 1:17).
“Porque andamos por fé, e não por vista” (2 Co 5:7).
 “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem” (Hb 11:1).
II – A verdadeira fé vem de Cristo Jesus –
“Mas antes que a fé viesse, estávamos sob a tutela da lei e nela encerrados, para essa fé que, de futuro haveria de revelar-se” (Gl 3:23).
“Porque todos sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus. Porque todos quantos fostes batizados em Cristo de Cristo revestistes” (Gl 3:26-27).
III – Cristo: O poder da transformação de vidas –
“Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim”(Gl 2:19-20).
“Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará” (Mc 8:35; Mt. 16:35; Lc 9:24).
IV – Jesus é vida –
“E não quereis vir a mim para terdes vida” (Jo 5:40).
“E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida” (1 Jo 5:11-12).
“O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” ( Jo 10:10).
“Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3:15).
“Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então, também sereis manifestados com ele, em glória” (Cl 3:4).
IV – A vida espiritual é o caminho para Deus –
“Jesus disse: Eu sou o caminho,e a verdade e a vida; nunguém vem ao Pai, senão por mim” (Jo 14:6).
“O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e vida” (Jo 6:63).
“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus” (Co 3:1).
“Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz” (Rm 8:6).
– CONCLUSÃO:
“Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor, e quem está em amor está em Deus, e Deus nele” (1 Jo 4:15-16).
Compartilhar o sangue da Aliança de Cristo é a maneira de unir-se a Deus e receber os benefícios de sua vida. Cristo é o sacrifício da Aliança e é a provisão divina para o nosso sustento e o nosso crescimento espiritual. Quando nos alimentamos dele através da fé, tornamo-nos participantes da natureza divina, que é a vida eterna. Por meio da obra do Espírito Santo, nós recebemos sua vida e compartilhamos de suas promessas. Aqueles que participam desse mistério de relacionamento com Cristo têm a garantia de que ressuscitarão no último dia para a vida eterna.  Uma grande mensagem que fica com a ressurreição de Jesus Cristo pode ser definida em uma palavra: “AMOR”. O amor infinito de Deus, revelado através do sacrifício vivo de Jesus, seu único filho, que em penoso sofrimento, através da morte na cruz, nos redimiu e abriu o caminho para o Pai. Páscoa é amor, Páscoa é renascimento, Páscoa é a ressurreição do Deus vivo em Cristo Jesus, que hoje está aqui e quer habitar em você e em mim e nos conduzir a vida eterna.(1 Pe 1:3-16)...

Bispo. Capelão /Juiz. Mestre e Doutor em Ênfase e Divindades Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.