Subscribe:

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

RECEBO A MINHA HERANÇA...


                                               RECEBO A MINHA HERANÇA...
Em algumas famílias, a herança é muito importante. Representa repassar uma fortuna imensa dos pais para os filhos. Às vezes, para os gananciosos e materialistas, isso leva a brigas feias, amargura e disputas judiciais (Lucas 12:13-15). Que legado triste para deixar para os filhos: muito dinheiro e um senso torpe de valor e caráter!
O apóstolo Pedro nos ensina sobre a herança que aguarda nós cristãos (1 Pedro 1:3-5). Ele usa a linguagem mais esplêndida que torna real para nós. Pedro resume os benefícios dessas herança rica com a frase, “Nisso exultais” (1 Pedro 1:6). Vamos ver alguns motivos para ficarmos exultados!
A natureza única da nossa herança
Ao contrário de tantas riquezas terrenas, a herança do cristão não pode ser corrompida nem pode apodrecer. Todas as casas boas das pessoas da época da epistola de Pedro já apodreceram e caíram. Cidades romanas elaboradas agora são apenas ruínas, se é que ainda existe alguma coisa. Da mesma forma é com os templos dos deuses. O melhor que podemos fazer é restaurá-los. Nem um continua hoje com sua glória e beleza. As coisas deste mundo são temporárias (Hebreus 1:10-12).
Isso deve nos mostrar que um lar no céu é muito mais importante do que uma casa linda aqui na terra. Toda herança terrena irá apodrecer, oscilar e cair, mas nossa casa celestial nunca apodrece (Hebreus 11:9-10,13-16).
Nossos pertences espirituais são puros e livres de contaminações. O futuro lar de um cristão não é manchado pelos males morais e espirituais que vemos frequentemente neste mundo. Essa pureza é descrita claramente nas Escrituras como honra, glória e luz (Apocalipse 21:22-26).
Independente de quanto esta terra se contamina, ambiental ou moralmente, quando o cristão fecha seus olhos ao morrer, ele parte para um país que não tem nenhum tipo de impureza (Apocalipse 21:27; 22:14-15). Neste momento, Deus está nos preparando para aquele lugar, nos equipando para livrar-nos da impureza. Cabe a nós ver a sabedoria em cooperar com ele pela nossa lavagem e santificação inicial (1 Coríntios 6:9-11), pelo desprezo da prática do pecado (1 João 3:3-4) e pelo andar na luz e confessar nossos pecados quando tropeçamos (1 João 1:7; 2:1).
Nossa herança celestial não desaparecerá. Tantas das coisas que vemos ao nosso redor nesse mundo desaparecem. Elas morrem porque são temporais (Tiago 1:9-12; 4:13-16).
No entanto, as Escrituras falam que a herança do cristão é diferente. Não irá desaparecer com o tempo. É tão eterna quanto a palavra que a promete (1 Pedro 1:24-25). Quando a última trombeta soar, o tempo não existirá mais e, então, todas as coisas temporais acabarão. Mas as coisas eternas durarão, sua beleza nunca passará (2 Coríntios 4:16-18; Apocalipse 22:1-2).
Nossa herança está reservada no céu para nós. Isso nos relembra da promessa de Jesus de que iria preparar um lugar para nós para que possamos estar com ele e compartilhar da sua glória (João 14:2). Jesus foi para o céu e sentou à destra de Deus e é para lá que eu também quero ir quando esse mundo não puder mais me dar um lar.
Nossa herança está protegida
O que nos garante que não perderemos a nossa herança? “O justo viverá por fé” (Romanos 1:17; Hebreus 10:38). A Bíblia diz “tu, porém, mediante a fé, estás firme” (Romanos 11:20); “visto que andamos pela fé” (2 Coríntios 5:7); “que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé” (1 Pedro 1:5).
O que esta fé incluí? Inclui a fé de que há um deus, cuja palavra (tanto suas promessas quanto seus avisos) é verdadeira. É a confiança de que há um mundo, ou domínio, espiritual e de que nós temos um lado espiritual, na imagem de Deus; que iremos sobreviver o corpo na morte. Mantém firme a crença de que iremos passar a eternidade num estado ou outro; no inferno para os perversos e no céu para os justos. Para guardar sua herança, não permita que sua fé seja abalada ou tirada de você. Essa fé é ativa, se entregou a Deus e confia nele. Ela protege o caminho ao seu lar celestial. Se a perdemos, perderemos o céu! Confia em Deus e ele te protegerá pelo seu poder mediante a sua fé.
Nossa herança será revelada no último tempo
Devemos reconhecer a natureza intangível do céu. Não pode ser vista com os olhos da carne. Não pode ser sentida com o toque de mãos carnais. Mas é tão real quanto outros intangíveis, como amor, alegria, paz e beleza (1 Coríntios 15:50-53; 1 Coríntios 2:8). Aqueles que dependem dos seus sentidos para determinar a natureza da realidade nunca poderão acreditar no céu (nem em qualquer outro intangível, na verdade). Lembre-se, algumas coisas são intangíveis agora apenas porque nossa experiência é limitada à carne e seus cinco sentidos. Quem pode imaginar com que tipo de sentidos nossos corpos espirituais irão experimentar as alegrias do céu? O dia virá em que isso não será mais um mistério. Paulo disse que “morrer é lucro” e que era “incomparavelmente melhor” do que a vida neste mundo (Filipenses 1:21,23). Agora é a hora de nos prepararmos para recebermos nosso lugar preparado. Uma vez alguém disse, “O céu é um lugar preparado para pessoas preparadas”. Isso descreve corretamente o que as Escrituras ensinam. Jesus tornou isso possível (2 Coríntios 8:9).
Esta é a nossa herança. É a maravilhosa “viva esperança” à qual Pedro fala que fomos regenerados quando começamos nossa nova vida em Cristo. Se Deus pode ressuscitar Jesus dos mortos, então ele pode nos dar a mais rica herança possível...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.