Subscribe:

sábado, 6 de abril de 2013

A IGREJA DE PÉRGAMOS...



                                                       A IGREJA DE PÉRGAMO...






12  E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois fios:
13  Eu sei as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o Meu nome, e não negaste a Minha fé, ainda nos dias de Antipas, Minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.

14  Mas umas poucas de coisas tenho contra ti: porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e se prostituíssem.

15  Assim tens também os que seguem a doutrina dos Nicolaítas: o que Eu aborreço.

16  Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da Minha boca.

17  Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei Eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.  

     A espada fala de juízo e foi a forma como Balaão foi morto – “...também a Balaão filho de Beor mataram à espada” (Números 31:8). Isto serve como exemplo do que Deus fará no período da Tribulação (versículo 16). A Sua PALAVRA efectuará o juízo.  

     No versículo 13, vemos que Satanás terá o seu próprio trono.  Evidentemente a cidade de Pérgamo será o seu quartel-general. Não nos devemos esquecer que o trono de Satanás deve ser mantido separado do trono do Anticristo. De acordo com 2 Tessalonicenses 2:4, o Anticristo “se assentará (indubitavelmente num trono), como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus”. (Ver também Eze. 28:2; Apo. 13:2 e 16:10). É por isto que Satanás tem lutado durante todos estes milhares de anos. O seu sistema de religião falsificada será precisamente como o de Deus. Satanás terá uma trindade do mal (ele mesmo como pai, o Anticristo como filho, e o Falso Profeta como espírito santo), e realizará toda a espécie de milagres e sinais por intermédio do Anticristo e do Falso Profeta (Apo. 13:14; 2 Tes. 2:9). Nós também sabemos de Apo. 12:9 que Satanás e os seus anjos serão expulsos do céu e lançados na terra, de tal modo que as palavras de Pedro em 1 Ped. 5:8 assumem então um significado mais real – “Sede sóbrios; vigiai; porque O DIABO, vosso adversário, ANDA em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”.

     Um dos martirizados chama-se Antipas. A tradição diz que ele era bispo em Pérgamo, e a sua morte está supostamente registada num livro chamado, “Os Actos de Antipas”. Mas não se pode confiar inteiramente na tradição, e é possível um homem ser nomeado muito antes de ter nascido. Haverá muitos mártires no período da Tribulação. (Apo. 6:9-11), e um pode muito bem ter sido nomeado antes de ter nascido. Este princípio profético de se nomear um indivíduo antes do seu nascimento não é novo na Bíblia. Em 1 Reis 13:2, Josias foi mencionado pelo nome 300 anos antes do seu nascimento. O mesmo aconteceu com Ciro (Isa. 45:1).  

     Nestas sete mensagens o Senhor tem alguma coisa CONTRA Israel três vezes: 

     1. Por ter deixado o seu primeiro amor – Apo. 2:4,

     2. Por causa de Balaão – Apo. 2:14,

     3. Por causa de Jezabel – Apo. 2:20.

     A história de Balaão encontra-se em Números 22-24. a doutrina que ele ensinou a Balaque dizia respeito a duas coisas:  

     1. Comer comida sacrificada aos ídolos,

     2. Praticar prostituição.

     A situação que existia antes de Israel ter entrado na Terra prometida voltará a existir novamente no período da tribulação antes de Israel entrar na glória do Reino. A idolatria e a prostituição andam de mãos dadas (Apo. 2:20). Podemos ver a este respeito o significado dos dois avisos proferidos em Apo. 21:8 e 22:15, que mencionam especificamente os fornicários (ou, prostitutos) e idólatras. O trazer à mente este incidente da sua história passada visa cortar esta má prática nas igrejas.  

     A palavra Grega para ‘tropeços’ no versículo 14 é SKANDALON, e significa a isca de uma ratoeira, uma armadilha. Os tropeços de Israel foram as filhas de Moab (Num. 25:1). Oh como o Diabo se deleita em usar a imoralidade para levar o povo de Deus e os Seus servos a caírem. Passa-se o mesmo hoje, pois  a natureza humana não mudou. Mesmo a pesar desta passagem das Escrituras estar relacionada com o período da Tribulação, podemos aprender uma lição valiosa nela. Satanás é exactamente o mesmo e precisamente tão activo hoje como o foi no Velho Testamento. Cristão – TOMA CUIDADO.

     O versículo 15 é semelhante a Apo. 2:6, que também existirá na igreja Judaica. Isto liga a doutrina dos Nicolaítas à doutrina de Balaão.  

     O remédio Divino é o arrependimento. Isto é a pregação do Evangelho do Reino, conduzindo Israel à relação correcta com Deus Jeová antes de entrar no Reino prometido (Mateus 24:14).  

     O Senhor refere-se à Sua vinda súbita se os descrentes de Israel não obedecerem à Sua Palavra e arrependerem. A Sua vinda também é mencionada em Apo. 2:5 (Éfeso); Apo. 2:25 (Tiatira); Apo. 3:3 (Sardo); Apo. 3:11 (Filadélfia); e Apo. 3:20 (Laodiceia). Esta vinda acontecerá de acordo com Apo. 19:11-16.  

     A ESPADA fala de juízo e aponta para Apo. 19:15. (Comparar com Mateus 10:34). A ameaça contida neste versículo não foi dirigida ao povo Cristão desta Dispensação da Graça. E a vinda do Senhor aqui mencionada, ou em qualquer outro lugar no livro do Apocalipse, não é o arrebatamento de 1 Tessalonicenses 4:13-18.  

     O ouvidos para ouvir  é repetido a todas as igrejas. A Palavra do Senhor é MUITO, MUITO importante.  

     A promessa à igreja em Pérgamo para os vencedores é que eles comerão do maná ESCONDIDO e ser-lhes-á dada uma pedra branca com um novo nome nela.  

     O maná será muito familiar à mente Judaica porque foi parte da sua dieta durante os 40 anos de deambulações no deserto (Êxodo 16:31-35; Números 11:6-9). O maná é chamado ‘comida de anjos’ no Salmo 78:24,25. Durante o período da Tribulação, particularmente na segunda metade dos 3½ anos, o remanescente crente de Israel irá ser conduzido ao deserto onde Deus os alimentará. “E foram dadas à mulher [Israel – Apo. 12:2,5] duas asas de grande águia, para que voasse para o DESERTO, ao seu lugar, onde é SUSTENTADA [ou, ALIMENTADA] por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente” (Apo. 12:14 – ver também o versículo 6 de Apo. 12).  Quão lindo e maravilhoso Deus tomar cuidado do Seu povo com o maná escondido. Isto será garantidíssimo aos que irão ser perseguidos por Satanás.  

     O ‘novo nome’ é um tema da profecia. Isaías 62:2 diz, “e chamar-te-ão por um NOME NOVO, que a boca do Senhor nomeará”. (Ver também Isaías 65:15). O NOME do Pai será escrito nas TESTAS dos 144.000 (Apo. 14:1), e o Seu NOME estará nas suas TESTAS no novo céu e na nova terra (Apo. 22:4). Há algo semelhante a isto em Êxodo 28:36-38. Aarão, o SUMO SACERDOTE, tinha uma lâmina de ouro com a inscrição, “SANTIDADE AO SENHOR”, gravada nela, e ela estava sempre na sua TESTA. A pedra branca pode ser plana como uma lâmina, e incidentalmente, há um metal chamado ouro branco, mesmo apesar de não ser ouro puro. Sabemos de 1 Pedro 2:9 que Israel será um SACERDÓCIO real e uma NAÇÃO SANTA. É maravilhoso ver a similaridade, quer de pensamento quer de linguagem.  

     Os seguidores de Satanás no período da Tribulação terão a marca ou o NOME da Besta na sua mão direita ou nas suas TESTAS (Apo. 13:16,17), de modo que os habitantes da terra naquele tempo estarão divididos em dois grupos – os que pertencem ao Senhor, e os que pertencem à Besta (Anticristo), com o seu próprio nome característico...

BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.