Subscribe:

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

DEMOLINDO AS MURALHAS DE JERICÓ...


DEMOLINDO AS MURALHAS DE JERICÓ...


CONSIDERE DEMOLIÇÕES EM TEMPOS DE CONQUISTA" - Josué 6.1-5

Antes desse episódio, vemos o Senhor preparando o Seu povo para conquistar a terra prometida. No capítulo um, há a preparação para a travessia de Canaã; no dois, Reconhecimento de Jericó, a primeira cidade a ser conquistada (destruída para liberar a conquista da promessa); no capítulo três, a passagem pelo rio Jordão, sob o comando de Josué, o Conquistador, uma espécie de batismo de conquista (com Moisés, o Libertador, vemos uma figura de batismo de libertação na travessia do mar Vermelho). No capítulo quatro, em Gilgal, vemos através dos altares de pedras dentro e fora do mar, memoriais de libertação e de conquista; no capítulo cinco, a consagração e confirmação da aliança de conquista e, no capítulo seis a destruição de Jericó: 1ª batalha para conquista do território da promessa (toda a conquista do território da promessa dependia de destruir as muralhas de Jericó). 

Jericó, seu rei, seus valentes e suas muralhas.

Jericó, espiritualmente falando, é um tipo de cidade fortificada na alma, que resiste às ações de conquista em nossas vidas. Esta cidade da alma tem um rei terrível chamado Ego (o nosso ego), cuja intenção é sentar-se no trono da nossa vida, competindo com o Senhor Jesus pelo nosso controle. É mau e tem a seu serviço muitos valentes, que são seus seguidores e operam tenazmente levantando-se contra as nossas ações de conquista dos territórios interiores (corpo, alma) e exteriores (família, finanças, ministérios, relacionamentos etc). Os valentes são muitos, tais como: orgulho, rebelião, amargura, ódio, mágoa, inveja, mentira, perversão, medo, idolatria, maldições, insegurança, justiça própria.
Como toda cidade fortificada, Jericó tem suas muralhas: são as construções da alma humana, que protegem os valentes e cultivam suas ações. Basicamente, tais muralhas são construídas com os argumentos da alma, cuja base está nas distorções do caráter, causadas pelas deformidades dos sentimentos, emoções, vontade e mente (conceitos, pensamentos, idéias). Jericó só será conquistada e destruída quando as muralhas (argumentos da nossa alma) forem derrubados! 

Derrubando as muralhas para a conquista da promessa.

Se as muralhas não forem derrubadas, Jericó não será conquistada e a porta de entrada para a conquista da terra da promessa estará fechada, emperrada, impedindo-nos de viver abundantemente no Senhor. Muitos discípulos não têm vida abundante porque existem “jericós” ainda intactas em suas vidas, impedindo a conquista de muitos territórios em suas vidas. Temos discernido que só conquistaremos aquilo para o que fomos conquistados. Por exemplo: se o Senhor não nos conquistar na área das finanças, não conquistaremos a prosperidade financeira. Para sermos conquistados pelo Senhor e nos tornarmos conquistadores de nobreza, nossas muralhas interiores devem cair e, para isso, precisamos renovar a nossa mente e andar por fé: 

1. Renovar a mente (Rm 12.1-2). 
Se não renovarmos nossa mente, buscando viver a mente de Cristo que está em nós, levando nossa mente carnal à sujeição de Cristo, jamais nos tornaremos conquistadores de excelência, porque através da mente carnal é que os argumentos da alma são colocados em ação, edificando as muralhas de Jericó dentro de nós. 

2. Andar por fé (Hb 11.30). 
As muralhas caem por fé! Só com mente renovada conseguimos andar integralmente por fé, o que, muitas vezes, pode parecer insensatez e requer alta dose de obediência. Andar por fé é ter a convicção de que se vai tocar no sobrenatural de Deus e experimentar a vitória. 

Enfim, o Senhor das batalhas e conquistas está convocando você para ser um conquistador de territórios (família, células, prosperidade, ministério). Abra sua alma para o Espírito Santo de Deus agora e peças para que Ele rompa com as muralhas do seu interior. Mantenha seus argumentos da alma no chão e decrete a morte do ego e seus valentes. Não pegue nenhum despojo de Jericó – tudo deve ser destruído. Nada do que existe ali serve para você. Coisas maiores e melhores o Senhor tem para você a partir da conquista de Jericó. Lembre-se: conquistadores nobres têm alvos e ações nobres. Libere-se de Jericó e vá conquistar o território da família, das gerações de células, das ruas, bairros, cidades, estados e nações. 
RAABE - DEUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS
"Pela fé ruíram as muralhas de Jericó depois de rodeadas por sete dias. Pela fé, Raabe a meretriz não foi destruída com os desobedientes, porque acolheu com paz os espias." (Hebreus 11.30 e 31)
TEXTO BASE: Josué 2.1 a 21

Quando Josué assumiu a liderança do povo de Israel, depois da morte de Moisés, ele deveria continuar a caminhada para adentrar a "Terra Prometida". Em todos os dias, nos 40 anos de peregrinação pelo deserto, Deus se manteve fiel ao Seu povo, apesar da desobediência de muitos, razão pela qual foram sepultados naquelas areias.

Havia ainda alguns obstáculos nessa caminhada que precisavam ser removidos. Um deles era a cidade de JERICÓ: "Jericó estava completamente fechada por causa dos israelitas. Ninguém saía nem entrava." (Josué 6.1).

Josué designou dois homens para secretamente espionarem a terra, e principalmente a cidade de Jericó. Muito cuidadosos, espiando aqui e ali, para não serem descobertos, acabaram se escondendo na casa de uma prostituta chamada Raabe, cuja casa estava em cima do muro da cidade. Provavelmente por uma denúncia anônima o rei ficou sabendo do ocorrido e mandou soldados a casa da mulher para prendê-los. Raabe ocultou os dois espiões entre as canas de linho no eirado de sua casa e disse aos soldados que de fato eles estiveram ali, mas já tinham ido embora e que ela não sabia quem eram eles. Fechada a porta, a mulher vai ter com os espias e faz-lhes uma declaração maravilhosa:

1) SUA DECLARAÇÃO DE FÉ (Josué 2.9 a 11) - "e disse-lhes: Bem sei que o Senhor vos deu esta terra, e que o pavor de vós caiu sobre nós, e que todos os moradores da terra se derretem diante de vós. Porque temos ouvido que o Senhor secou as águas do Mar Vermelho diante de vós, quando saístes do Egito, e também o que fizestes aos dois reis dos amorreus, Siom e Ogue, que estavam além do Jordão, os quais destruístes totalmente. Quando ouvimos isso, derreteram-se os nossos corações, e em ninguém mais há ânimo algum, por causa da vossa presença; porque o Senhor vosso Deus é Deus em cima no céu e embaixo na terra."

Ela sabia que sua vida corria grande perigo e que esta poderia ser sua única chance ou última oportunidade para se salvar, não só a sua vida, mas também de seus familiares.

 "Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer  em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para a justiça, e com a boca se confessa para a salvação." (Romanos 10.9 e 10)  "Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus." (Efésios 2.8).

2) PEDIU MISERICÓRDIA (Josué 2.12 e 13) -  "Agora pois, peço-vos,  jurai-me pelo Senhor que, como usei de bondade para convosco, vós também usareis de bondade para com a casa de meu pai; e dai-me um sinal seguro de que conservareis em vida meu pai e minha mãe, como também meus irmãos e minhas irmãs, com tudo o que lhes pertencem, e de que livrareis da morte as nossas vidas"

"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados." (Isaías 53.5).

3) RECEBEU A PROMESSA DOS ESPIAS (Josué 2.14): "Então eles lhe responderam: A nossa vida responderá pela vossa, se não denunciardes este nosso negócio; e, quando o Senhor nos entregar esta terra, usaremos para contigo de bondade e de fidelidade."

A frase "a nossa vida pela de vocês" nos lembra que Jesus deu a sua vida por nós. "Mas Deus demonstra o seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores." (Romanos 5.8).

4) HERDOU A PROMESSA (Josué 6.23 a 25): "Entraram, pois, os mancebos espias, e tiraram Raabe, seu pai, sua mãe, seus irmãos, e todos quantos lhe pertenciam; e, trazendo todos os seus parentes, os puseram fora do arraial de Israel. A cidade, porém, e tudo quanto havia nela queimaram a fogo; tão-somente a prata, e o ouro, e os vasos de bronze e de ferro, colocaram-nos no tesouro da casa do Senhor. Assim Josué poupou a vida da prostituta Raabe, da família de seu pai, e a todos quantos lhe pertenciam; e ela ficou habitando no meio de Israel até os dias de hoje, porquanto escondera os mensageiros que Josué tinha enviado a espiar Jericó."

Vale lembrar que Raabe casou-se com um descendente de ARÃO por nome SALMOM. Ele gerou a BOAZ que se casou com RUTE e gerou a OBEDE, que gerou a JESSÉ, que gerou a DAVI. Aqui está a linhagem de CRISTO.

"Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus." (João 1.12).

A história de Raabe nos ensina que Deus não faz acepção de pessoas. E esta verdade também está escrita em Atos 10.34 e 35, que diz: "E abrindo Pedro a boca, disse: reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;  mas que lhe é agradável aquele que em qualquer nação, o teme e faz o que é justo". Deus está interessado em libertar e salvar vidas em todos os cantos da Terra, para que seu nome seja glorificado entre todos os povos e nações.

Mesmo em uma cidade condenada, uma pessoa ímpia pode ter um encontro com a graça de Deus. Temos muitos textos da Palavra de Deus que nos mostram que há segurança quando temos a Jesus como Salvador e Senhor de nossas vidas. Eis alguns deles:

a) Eu sou filho de Deus: "tendo renascido, não de semente corruptível, mas de incorruptível, pela palavra de Deus, a qual vive e permanece." (1 Pedro 1.23).

b) Eu fui perdoado de todos os meus pecados e lavado no sangue de Cristo: "em quem temos a redenção pelo seu sangue, a redenção dos nossos delitos, segundo as riquezas da sua graça" (Efésios 1.7).

c) Eu sou nova criatura: "Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo."  (2 Coríntios 5.17).

d) Eu sou liberto do poder das trevas e transportado para o reino de Deus: "e que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do seu Filho amado"  (Colossenses 1.13).

e) Sou qualificado para participar da herança dos santos:  "dando graças ao Pai que vos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz" (Colossenses 1.12).

 f) Eu sou herdeiro de Deus e co-herdeiro com Cristo: "e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados." (Romanos 8.17).

g) Eu estou livre da condenação:  "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus."  (Romanos 8.1)

h) Eu tenho a vida eterna: "Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida." (João 5.24).

i) Eu sou mais que vencedor: "Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou." (Romanos 8.37)...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.