Subscribe:

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

MESMO QUANDO TUDO PARECER QUE ESTÁ PERDIDO, NUNCA DESISTA...


       MESMO QUANDO TUDO PARECER QUE ESTÁ PERDIDO, NUNCA DESISTA...
João 20.19-22
Introdução:
O texto que acabamos de ler mostra a triste realidade vivenciada pelos discípulos quando da morte do Senhor Jesus. A apreensão e o medo estão instaurados e escondidos, tendo das portas da casa trancadas, eles não sabem como será o amanhã.
Para eles tudo estava perdido e a olhos humanos, não havia esperanças de dias melhores.
Muitas vezes é dessa forma que nos sentimos. As lutas, os dilemas, as frustrações e tantos outros contextos negativos minam de tal forma nossas vidas, que pensamos não haver soluções para os problemas. Sozinhos e desamparados pensamos: “Eu estou perdido! Não há saídas para mim!”
À luz do contexto que foi vivenciado pelos discípulos, estaremos observando algumas verdades que precisam ser vistas por aqueles que precisam ser respondidos pelo Senhor. Quando tudo parece perdido, Deus tem respostas que mudam a história de nossas vidas.
Quando tudo parece perdido...
I – Evidencia-se a fragilidade e incapacidade humana;
Durante os três anos do ministério terreno de Cristo, os discípulos puderam experimentar grandes e operosas maravilhas que foram operadas pelo Senhor Jesus. Eles viram água sendo transformada em vinho, pães e peixes sendo multiplicados e alimentando uma multidão, viram mortos sendo ressuscitados, o mar e o vento acalmados diante de uma grande tempestade e muitos outros milagres que por certo, trouxeram grandes alegrias e segurança, pois a presença de Cristo era real na vida desses homens. Havia também o sentimento nacionalista, pois como judeus eles esperavam a vinda de um Messias político que os libertasse do domínio romano.
Mas o inevitável aconteceu! De forma rápida e avassaladora o Mestre é preso, crucificado e com isso o caos foi instaurado na vida desses homens. O domingo é negro e sem expectativas de um raiar de um novo sol.
Como homens que somos não estamos livres de enfrentar uma tormenta. De ter de atravessar um deserto sem expectativas de vitórias. Contextos assim revelam nossa fragilidade e incapacidade humana. O que somos nós? O que podemos? Na verdade somos incapazes e a olhos humanos sem condição alguma para resolver nossas lutas e dilemas. Quando tudo parece perdido, entendemos claramente que de nós mesmos não podemos nada. Somos dependentes do agir e cuidados do Senhor. Sem Ele não conseguiremos chegar a um porto Seguro.
II – Eu experimento a presença de Jesus;
O medo, o pavor e as incertezas foram aplacados quando Jesus entra e diz: “Paz seja convosco”. Imagine o que deve ter passado pela mente desses homens, quando tiveram a certeza plena de que Cristo havia vencido a morte e agora estava junto deles. De forma linda o Salmo 23 retrata a realidade especial de Cristo sendo presente na vida de seus filhos nos momentos difíceis. “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam” (Sl 23.4). Essa é a grande certeza presente na vida daqueles que se entregaram por completo aos cuidados do Senhor Jesus. Ele nunca abandona os seus filhos que podem descansar em sua maravilhosa presença. Se sua luta é grande e a olhos humanos não há soluções, creia! Jesus está contigo nessa batalha e tem a resposta certa que transforma e muda a sua história.
III – Ele restaura a minha alegria;
De forma maravilhosa vemos no texto que os discípulos se alegraram ao verem o Senhor (v.20). A presença de Cristo gera alegria, ela consolida a certeza da vitória. A presença do Senhor junto dos discípulos revelou que a história não estava terminada. Trouxe a certeza de ainda havia muito por se fazer. Quero que saiba que mesmo diante dessa grande luta que você está enfrentando, Cristo quer restaurar a sua alegria. O controle total está nas mãos do Mestre e somente ele pode fazer cumprir os Seus maravilhosos planos em sua vida. A presença de Jesus gera alegria e certeza de que somente Ele tem o poder de declarar a última Palavra. Creia nisso! Cristo quer restaurar a sua alegria.
IV – Ele me chama para uma missão;
Na vida dos discípulos tudo parecia perdido e eles foram visitados pelo Mestre. A alegria foi instaurada e Cristo os chamou para uma missão. “Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós.
E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo” (Jo 20.21,22). Quando tudo parece perdido, Cristo nos revela que as lutas e dificuldades são na verdade, contextos que irão nos levar a uma grande caminhada de vitórias. Ele quer nos usar como instrumentos que glorifiquem o Seu nome na terra. Deus tem uma missão para você! Ele quer usá-lo como instrumento para marcar a sua geração com a mensagem da Salvação.
Conclusão:
O inimigo quer fazer com que vejamos somente os problemas e dificuldades. Contudo, Cristo nos mostra que firmados Nele, podemos andar acima dos problemas, das dificuldades, dos conflitos e outros... Ele nos revela que através de Sua autoridade e poder nossa história de lutas e conflitos pode se transformar numa grande história de vitórias. Você crê nisso? Então receba essa palavra profética que vem de Deus e viva o melhor que Ele sonhou para você.

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.