Subscribe:

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

ESTUDO BÍBLICO APRENDENDO COM O JOVEM TIMÓTEO...


                 ESTUDO BÍBLICO APRENDENDO COM O JOVEM TIMÓTEO...
Timóteo foi um jovem que morava na cidade asiática de Listra. Ele era filho de uma judia crente e um pai grego (Atos 16:1). É provável que ele e sua mãe tenham se convertido pela pregação de Paulo durante a primeira viagem missionária do apóstolo (Atos 14:21-23). Neste momento Timóteo teria 13 anos.
Ao retornar a Listra durante sua segunda viagem, provavelmente seis anos depois, Paulo ouviu a respeito do bom testemunho dos irmãos sobre Timóteo, agora com 19 ou 20 anos, e decidiu levá-lo consigo para o trabalho da pregação do evangelho (Atos 16:2-3).
O pai de Timóteo não era cristão e Paulo, então, se tornou como um "pai" na fé para este discípulo. Um mentor que o ajudou a desenvolver sua fé até que Timóteo se tornou também um grande líder da igreja igreja do Senhor Jesus Cristo.
Paulo, apesar da tenra idade de Timóteo, mostrou grande respeito, confiança, e amor por ele, mencionando-o com muita afeição em diversas cartas que escreveu.

Timóteo nos deixou lições preciosas de como um jovem rapaz pode servir a Deus e fazer diferença no seu mundo.

1) Timóteo foi um jovem atuante no evangelho desde a mais tenra idade (Atos 16:1-2). Muitas pessoas alegam que o jovem é a igreja de amanhã, mas no caso de Timóteo essa assertiva cai por terra. Ao contrário, com sua atuação desde cedo no evangelho, na pregação, ensino da palavra e pastoreio de igreja, ele nos ensina que o jovem é a igreja de hoje, que o jovem pode assumir grandes responsabilidades na casa de Deus.
2) Timóteo tinha uma ótima reputação que ultrapassava as divisas da sua cidade (Atos 16:2). Vê-se no texto que ele era reconhecido em sua cidade Lista e também em Icônio. É muito animador ver que existem pessoas que mesmo jovens são capazes de causar uma boa impressão. Porém, no caso de Timóteo, o seu testemunho falava alto, a ponto de pessoas de outra cidade reconhecer sua fé.
3) Timóteo escolheu um ótimo mentor. Paulo foi o mentor de Timóteo. De acordo com o dicionário Houaiss, mentor é a pessoa que serve a alguém de guia, de sábio e experiente conselheiro; pessoa que inspira, estimula, cria ou orienta: ideias, ações, projetos, realizações etc. Timóteo não poderia escolher alguém melhor. Paulo era um homem sábio na religião judaica, mas, principalmente, era um apóstolo de Jesus Cristo. Paulo conduziu Timóteo a fazer uma grande obra, sendo reconhecido nos nossos dias como um evangelista, um mestre e um pastor de referência para a liderança atual.
4) Timóteo atuou na obra missionária deixando sua cidade e seguindo Paulo (Atos 16:3). Essa é uma marca indelével na vida de Timóteo. Junto com Paulo ele ajudou a propagar o evangelho até os confins do mundo de então. Timóteo não se intimidou pela sua juventude, nem pelo grande desafio que lhe foi colocado. Partiu, pregou, sofreu. Manteve-se fiel e se tornou um grande líder cristão de sua época.
5) Como filho de grego, o testemunho de Timóteo deve ter influenciado seus conterrâneos de Atenas e Macedônia (Atos 17:15,34; 18:7,8). O trabalho que Paulo realizou entre os gregos foi bastante promissor. Muitas pessoas foram alcançadas pelo evangelho e provavelmente a presença de Timóteo que era grego da parte de pai foi fundamental para influenciar as pessoas a seguirem a Jesus. Isso equivale nos nossos dias ao sucesso que muitos jovens alcançam na propagação do evangelho para sua família, para seus amigos e para pessoas de uma mesma origem.
6) Timóteo desenvolveu sua fé a ponto de ser enviado por Paulo para ensinar as igrejas conquistadas na obra missionária: em Corinto (1 Coríntios 4:17); em Filipos (Filipenses 2:19) e em Tessalônica (1 Tessalonicenses 3:2). Isso foi um diferencial na vida de Timóteo. Mesmo jovem foi enviado por Paulo para ajudar as igrejas ensinando a palavra de Deus. Paulo, como zeloso que era pela obra de Deus, não enviaria Timóteo se ele não estivesse plenamente preparado para esse encargo. O exemplo de Timóteo incentiva os jovens de hoje a assumir uma posição de subordinação à vontade de Deus e de reconhecimento da necessidade de conhecer profundamente a Palavra.
7) Timóteo também trabalhou na igreja em Éfeso (I Timóteo 1:3; 4:12; 2 Timóteo 2:22). Lá atuou como um de seus líderes ajudando os anciãos daquela importante igreja na evangelização e na solidificação da fé.
8) Timóteo foi fiel a Deus e manteve firme sua confissão mesmo diante da prisão (Hebreus 13:23). O escritor aos Hebreus registra que Timóteo havia sido solto, indicando que por algum motivo ele estivera preso. Não há registros adicionais a esse respeito, mas com certeza sua prisão se deu pela confissão da fé em Jesus, como ocorreu também com muitos outros discípulos.
9) Timóteo ajudou Paulo a sacudir o mundo de então (Atos 17:6). Os primeiros evangelistas assumiram como crucial a necessidade de levar o evangelho a toda criatura. O evangelho não era apenas um discurso persuasivo, mas demonstração de poder de Deus diante dos homens (Atos 14:8-11). Timóteo, apesar de bastante moço, ajudou Paulo e os demais discípulos a cumprir a missão evangelística de Cristo (Marcos 16:15)

A vida de Timóteo é um exemplo para todos nós, mas principalmente para os jovens. Ele é um modelo que declara que o jovem pode ser usado nas mãos de Deus. Não é necessário aguardar os anos para se obter mais experiência, pode-se começar hoje mesmo...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.