Subscribe:

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

PEQUEI CONTRA O ESPIRITO SANTO, SEREI PERDOADO...


                             PEQUEI CONTRA O ESPIRITO SANTO, SEREI PERDOADO...
O que é o pecado contra o Espírito Santo? Pois a Bíblia diz: “Todo o pecado e blasfêmia serão perdoados aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada.” Mat.12:31
Abaixo vejamos alguns versos bíblicos que falam a respeito de blasfemar contra, ou pecar contra, o Espírito Santo.
“E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.” – Mateus 12:32
“Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo” – Marcos 3:29
“E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado.” – Lucas 12:10
Há pecados demasiadamente graves para que Deus os perdoe?
A resposta é: Errado!
Jesus veio e pagou por todos os pecados de todos os homens deste mundo. Nenhum pecado pode ser considerado indigno de perdão, exceto um!
Existe algum pecado imperdoável? Sim!
O pecado imperdoável é aquele no qual o pecador não se arrepende e não pede perdão a Deus.
Pode ser qualquer pecado!! Se por exemplo eu mentir dia após dia, não me arrepender e morrer apegado às mentiras, Deus não tem como perdoar este meu pecado, e por causa deste “pequeno” pecado, eu vou ser condenado à morte eterna.
Agora, se um estuprador, assassino, criminoso…, pense no criminoso mais odioso que você conseguir imaginar. Se uma pessoa dessas, apesar de ter cometido crimes terríveis, conhecer a Deus, se arrepender verdadeiramente e pedir perdão por todos os seus pecados, Deus estará mais do que disposto a perdoá-la e lhe dar a vida eterna!
Veja alguns versículos Bíblicos que apoiam a explicação acima:
Ezequiel 18:20-24 – ” A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai levará a iniquidade do filho. A justiça do justo ficará sobre ele e a impiedade do ímpio cairá sobre ele. Mas se o ímpio se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e proceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá. De todas as transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela justiça que praticou viverá. Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniquidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá.”
I João 2:1,2 – “MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.”
Hebreus 4:14-16 – “Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão. Porque não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas; porém, um que, como nós, em tudo foi tentado, mas sem pecado. Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno.”
 “MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” – I João 2:1
Veja a história de manasses! Ela nos mostra que Deus é grande em perdoar, desde que nos arrependamos sinceramente.
II Crônicas 33:9 – ” E Manasses tanto fez errar a Judá e aos moradores de Jerusalém, que fizeram pior do que as nações que o SENHOR tinha destruído de diante dos filhos de Israel.”
Contudo, quando ele se arrependeu e se humilhou, Deus o perdoou:
II Crônicas 33:13 – “E fez-lhe oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica, e tornou a trazê-lo a Jerusalém, ao seu reino. Então conheceu manasses que o SENHOR era Deus.”
Ao mesmo tempo um pecado aparentemente “pequeno” não reconhecido e abandonado, apegando-se à Deus, pode se tornar um pecado contra o Espírito Santo.
Peçamos à Deus a sensibilidade para ouvir a voz do Espírito Santo e a disposição para sempre atender aos seus convites de amor...

BISPO/JUIZ. MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADE DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.