Subscribe:

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

USE A FERRAMENTA QUE DEUS TE DEU E NUNCA PEÇA A DOS OUTROS EMPRESTADA...


USE A FERRAMENTA QUE DEUS TE DEU  E NUNCA PEÇA A DOS OUTROS EMPRESTADA...
“E DISSERAM os filhos dos profetas a Eliseu: Eis que o lugar em que habitamos diante da tua face, nos é estreito. Vamos, pois, até ao Jordão e tomemos de lá, cada um de nós, uma viga, e façamo-nos ali um lugar para habitar. E disse ele: Ide. E disse um: Serve-te de ires com os teus servos. E disse: Eu irei. E foi com eles; e, chegando eles ao Jordão, cortaram madeira. E sucedeu que, derrubando um deles uma viga, o ferro caiu na água; e clamou, e disse: Ai, meu senhor! Ele era emprestado. E disse o homem de Deus: Onde caiu? E mostrando-lhe ele o lugar, cortou um pau, e o lançou ali, e fez flutuar o ferro. E disse: Levanta-o. Então ele estendeu a sua mão e o tomou”. II Reis 6:1-7
A cidade de Jericó ficava a 8 Km distante do rio Jordão. A percepção do discípulo do profeta Eliseu: “O lugar nos é estreito, façamos um maior para habitarmos”. Muitos estão conformados com sua vidinha, casinha, igrejinha, bem apertadinha. A visão de Jabez nos faz refletir, sobre um pensamento mais ousado: “E foi Jabez mais ilustre do que seus irmãos; e sua mãe deu-lhe o nome de Jabez, dizendo: Porquanto com dores o dei à luz. Porque Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Se me abençoares muitíssimo, e meus termos ampliares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja afligido! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido.” 1CR 4: 9 – 10
Com este texto aprendemos outro indicativo de uma vida espiritual aguçada de um outro discípulo, dizendo ao profeta Eliseu: “E disse um: Serve-te de ires com os teus servos. E disse: Eu irei. E foi com eles;..”. Para fazermos à obra de Deus temos que ter a presença do Espírito Santo conosco e Eliseu tinha porção dobrada.
O machado de Eliseu serviria para a restauração, e ampliação da casa dos discípulos dos profetas, lugar de oração, de exortação, de descanso; lugar de fraternidade, lugar de amor e respeito, lugar de refúgio para o oprimido, lugar de consolo, lugar de crescimento e do temor do Senhor. A casa necessitava ser alargada. IS 54:2 – “Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas”.
O machado de Eliseu representa aquilo que serve de instrumento de edificação de uma casa santa, algo nobre, para a honra e glória de Deus:
- Nosso tabernáculo, o Templo do Senhor. (corpo, alma e espírito). Está sendo edificado, pelos instrumentos de Deus. Ef 4:11-16
- Templo do Senhor na terra. (no sentido amplo é tudo que envolve o reino de Deus e sua vontade para com os homens: Templo de Tijolos, Templo de Carne). “Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu como pode amar a Deus, a quem não viu?” 1 João 4:20
- Templo do Senhor significa: Vidas salvas e restauradas, santificadas, com paz, harmonia, respeito, amor a Deus e ao próximo. Conhecer mais a Deus e fazer sua vontade conhecida.
- O reino de Deus está sendo construído na terra. E com ele o Governo e Senhorio de Nosso Senhor Jesus Cristo. Rm 10:9. Nele habita a Shekinah que é a presença e a glória de Deus.
“O reino de Deus abarca todas as coisas sobre as quais Deus exerce poder, quer o mundo e tudo que nele existe, e as vidas dos homens. Portanto, o reino de Deus pode ter um significado puramente espiritual ou ético.” A. D.
“ Interrogados pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, Jesus lhes respondeu: Não vem o reino de Deus com visível aparência. Nem dirão: Ei-la aqui! Ou: Lá está! Porque o reino de Deus estar dentro de vós.” Lc 17:20,21
“ Porque o reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo.” Rm 14:17
- Em sentido bem amplo poderíamos definir esse reino como composto por aqueles que reconhecem, adoram, amam e obedecem a Deus, como o único Deus vivo e verdadeiro.
- O reino não é verbal, algo que possamos ouvir com nossos ouvidos, ainda que seja poderoso. “ pois o reino de Deus não consiste em palavra, mas em poder.” I Cor 4:20
- Portanto, esse reino pode ser concebido como existente no céu, ou então no coração dos homens regenerados. Os remidos, pois, comporiam o reino de Deus. A igreja seria esses remidos, nos céus e na terra.
- Viver o reino de Deus é viver sob o domínio do poder e da autoridade do soberano Deus.
O machado de Eliseu representa algo que nos foi emprestado e que não nos pertence e que um dia iremos prestar conta. 2 Coríntios 5:10 - Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal.

“Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.” Eclesiastes 11:9
- Vida. Saúde. Dons. Ministérios. Talentos. Família. Esposa. Esposo. Filhos. Bens materiais. Salários. Tempo. Bênçãos. Tudo são “machados emprestados”.
-O MACHADO CAIU NAS AGUAS DO JORDÃO
Quantas coisas poderemos perder no decorrer de nossas vidas?
1. Santidade. (ser separado para Deus) “Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;” 1Tessalonicenses 4:4
2. O Espírito Santo. “Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.” SL 51:11
3. Salvação. “Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram;” HB 2:3
4. Moral. (respeito, vestes, namoros, relacionamentos com sexo oposto). Caiu e não tem mais vergonha naquilo que faz.
5. Integridade e Retidão. Isaías 26:3
· Integridade: “A condição daquele que é possuída de um autêntico caráter moral, em contraste com aqueles cuja natureza inclui o engodo, astúcia, e a malícia. ( Tt 2:7 ); que também significa incorruptibilidade ou sanidade.”
· Retidão: É o estado de que é conforme deveria ser. No sentido mais amplo, refere-se àquilo que é reto ou virtuoso, que exibe integridade, pureza de vida e correção de sentimentos e ações. No tocante ao homem, diz respeito à sua conformidade com a santidade de Deus.
6. Temor do Senhor. (desviar-se do mal)
Temer a Deus é o ato ou efeito de temer, medo, susto, sentimento de reverência ou respeito; pessoa ou coisa que causa medo.

 No sentido mais amplo e bíblico, temer a Deus é reverenciar a autoridade de Deus, obedecer a mandamentos e evitar toda sorte e forma do mal.
Temer ao Senhor é considerá-lo com santo temor e reverência; honrá-lo como Deus, por causa da sua excelsa glória, santidade, majestade e poder (Fl 2:12). O salmista em sua reflexão a respeito do criador declara explicitamente:
“Tema ao Senhor toda a terra, temam-no todos os habitantes do mundo. Pois ele falou e tudo se fez ; ele ordenou, e tudo passou a existir”. Sl 33:8,9
7. Fé e Esperança. Hebreus 11
8. Humildade. (Deu lugar ao orgulho e a soberba e a vaidade espiritual e física)
O orgulho é um sentimento perverso que ocorre quando se está em pecado: Não se humilhar; não reconhecer seus erros; não pedir perdão; culpar os outros pelas suas próprias fraquezas e derrotas.
9. Simplicidade. ( II Cor 11:2,3 ) 2CO 11:3 - Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.
Tornam-se críticos, amargos e insensíveis.
10. A alegria de está na presença de Deus, na oração devocional, na igreja (culto liturgia), comunhão com os irmãos. Servir a igreja com seus dons e ministérios, já não existe mais.
Deixou o pecado entrar na sua vida: Muitos deixam à congregação porque estão em pecado, e essa atitude traz anemia, fraqueza e pouca ou quase nenhuma vontade de ir ao templo. O pecado paralisa, traz sentimento de culpa, fuga, abismo e morte.
Os pecadores não permanecerão na congregação dos justos. Sl 1:5 A não ida ao templo quando se têm condições, já é um pecado; trocar a adoração a Deus por outras cousas é um indicativo de idolatria. “ Eu amo senhor, a habitação da tua casa, e o lugar aonde tua glória assiste.” Sl 26:8
“Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil, prefiro está à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas das perversidades Sl 84:10
11. O avivamento, a vida abrasada, cheia do Espírito Santo, já não é mais a mesma, o ânimo e a vontade de ganhar almas já não têm o mesmo brilho.
Aonde você perdeu o teu machado? Como você perdeu?
Há um perigo na insensibilidade da perda. AP 2:5 - Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.
Um pedido de socorro: “…Ai, meu senhor! ele era emprestado. E disse o homem de Deus: Onde caiu? E mostrando-lhe ele o lugar, cortou um pau, e o lançou ali, e fez flutuar o ferro. E disse: Levanta-o. Então ele estendeu a sua mão e o tomou.”
“Ai meu senhor! Era emprestado…” A perda de algo valioso precisa ser lamentada. A perda daquilo que não nos pertence, deve ser chorado, deve haver sensibilidade.
 Muitos não têm chorado as suas perdas, de seus instrumentos, dons talentos e ministérios que Deus um dia lhes outorgou e que um dia irão prestar contas.
Joel 2:12-14- Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Quem sabe se não se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de alimentos e libação para o SENHOR vosso Deus?
 Muitos não têm chorado, mas o Espírito Santo têm se entristecido e lamentado a prática de muitos. Ef 5:30
Perderam o machado da alegria, da santidade, do amor ao próximo, da humildade, do serviço, da simplicidade, da pureza, da fé pura e genuína. Perderam o machado da firmeza, da perseverança, do testemunho de crente, do avivamento; e não sentem mais dor, nem remorso, nem arrependimento.
 “Ai meu senhor! Era emprestado…”
Mostre ao Espírito Santo onde caiu o machado. “E disse o homem de Deus: Onde caiu? E mostrando-lhe ele o lugar, cortou um pau, e o lançou ali, e fez flutuar o ferro. E disse: Levanta-o. Então ele estendeu a sua mão e o tomou.
 Mostre aonde que você caiu, em que você caiu. Deus irá fazer o milagre da restauração quando você mostrar aonde foi que caiu o teu “machado”.
Se você mostrar aonde foi à queda, o Espírito Santo vai dizer a você: “Levanta-o. Então ele estendeu a sua mão e o tomou.” Com a restituição do machado ele continuou a obra que havia sido interrompida por causa da perda.
A casa de Deus necessita ser acabada com o trabalho de nossas mãos e com os dons e ministérios que nos foi outorgado.
Um dia Deus te fará prestar contas de todo o investimento que Ele está fazendo em tua vida.
A nossa vida tem ser operosa na obra de Deus na terra. Se porventura na lida do dia a dia o machado cair nas águas da vida, grite, grite: “Ai meu Senhor, pois era emprestado”.
E o Espírito Santo teu companheiro há de fazer o milagre da restituição daquilo que se perdeu...

BISPO/JUIZ. MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.