Subscribe:

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

NÃO RETARDE A BENÇÃO DE DEUS...


                                             NÃO RETARDE A BENÇÃO DE DEUS...
Não retarde a bênção de Deus - II Reis 13:14-20
14 - O profeta Eliseu foi atacado por uma doença sem cura. Quando ele estava para morrer, o rei Jeoás foi visitá-lo. Então o abraçou e chorou, dizendo: - Meu pai, meu pai! O senhor foi como um exército para defender Israel!
15 - Então Eliseu disse: - Pegue um arco e algumas flechas. Jeoás pegou o arco e as flechas,
16 - e Eliseu lhe disse que se preparasse para atirar. E o rei fez o que ele mandava. Aí Eliseu pôs as mãos por cima das mãos do rei
17 - e disse: - Abra a janela que dá para o lado da Síria. O rei abriu. Então Eliseu mandou: - Atire a flecha! Assim que o rei atirou, Eliseu disse: - O senhor é a flecha do SENHOR Deus; é por meio do senhor que Deus vai conseguir a vitória contra a Síria. O senhor lutará contra os sírios em Afeca até vencê-los.
18 - Depois Eliseu disse a Jeoás que pegasse as outras flechas e batesse no chão com elas. O rei bateu três vezes no chão e parou.
19 - Eliseu ficou zangado com isso e disse: - O senhor devia ter batido cinco ou seis vezes e assim venceria completamente os sírios; mas agora vai vencê-los só três vezes.
20 - Então Eliseu morreu e foi sepultado. Todos os anos bandos de moabitas costumavam invadir a terra de Israel.
Este texto curto relata a visita que um jovem rei fez a um velho profeta.
I - A visita
Deu lado, Jeoás, rei de Israel, era jovem e inexperiente quando um desastre ameaçou o seu reino. O exército siro mobilizou-se contra ele, e ele sabia que não podia enfrentá-lo. Tinha visões terríveis de derrota, de aprisionamento e até mesmo a morte o perseguia. Sentia-se doente de preocupado.
Do outro lado, esta o Profeta Eliseu. Devia estar na casa dos 80 anos. Foi grandemente usado por Deus como Profeta por cerca de 50 anos e muitos milagres foram realizados através dele.
Jeoás, mesmo não sendo um homem comprometido com Deus, muito pelo contrário: “Jeoás fez coisas erradas, que não agradam a Deus, o SENHOR” II Reis 13:11, decidiu ir visitar o velho profeta.

II - Qual a motivação da visita?
Não se sabe ao certo.
Teria sido aconselhar-se? redimir-se?
- Teria sido em consideração ao Ministério daquele profeta, perto da morte?
Teria sido porque estava em dificuldade? Um Pastor escreveu: “Quando prensados contra a parede, rei ou mendigo, se atira desesperadamente diante de Deus”
Eu não sei qual a motivação que o levou à casa do profeta
Uma coisa eu sei, todas as vezes que alguém procura a Deus, esse alguém é abençoado. “Buscar-me eis e me achereis quando me buscarde de todo coração”
Eu não sei qual a motivação que te trouxe à casa de Deus nesta noite, creio que muitos vieram com a motivação correta. Adorar a Deus. Alimentar-se da Palavra.
Porém, independentemente da motivação, você esta na presença de Deus. Ele permitiu que estivesse aqui e você já está sendo abençoado.
III - Como foi a visita.
O rei se aproximou do velho profeta, e v 14 vai dizer que ele o abraçou e chorou, dizendo: - Meu pai, meu pai! O senhor foi como um exército para defender Israel!
As vezes fico pensando que Jeoás estava chorando não porque Eliseu estava morrendo, mas porque ele mesmo poderia morrer.
E qual foi a atidude de Eliseu descrita no v.16 “Eliseu pôs as mãos sobre as mãos do rei”. Eu creio que só esta atitude, já fez bem ao coração de Jeoás.
Eu imagino que o rei havia se aproximado do Profeta? Com um certo receio, que é um sentimento próprio de quem sabe que não está bem com Deus
“Ele é um homem de Deus”. Ele sabe que eu não estou no caminho. Ele sabe dos meus pecados. Ele vai me jogar na cara todos os meus erros. Vai me dar um sermão.
- Mas não. Enquanto o rei chora, o profeta coloca as mãos sobre ele.
Você sabe o que isso significa? numa hora em que o nosso coração esta apertado e alguém coloca suas mãos sobre nós?
Como servos de Deus, somos chamados para colocar as mãos sobre as pessoas e abençoá-las.
A ideia que muitos têm a respeito de nós, é que o nosso prazer é o de acusar, o de apontar o dedo.
Não, Nós não fomos chamados para condenar, mas para abençoar.
2. O profeta também disse ao rei: “Abre a janela”.
Esta expressão é muito significativa. Não se pode disparar setas contra uma janela fechada, é preciso abrir a janela, criar oportunidades. Deus não entra, a bênção não vem, você não sai para as conquistas, de janelas, de portas fechadas.
a.         É preciso que você abra o seu coração para que Deus entre em sua vida.
“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.” Apocalipse 3:20
Amigo, Deus esta disposto a entrar na sua vida, a salvá-lo, mas você precisa se abrir para Ele entrar e agir em seu favor. Você não quer abrir a sua vida, nesta noite, para que Deus entre e o salve? Da morte, da perdição, do inferno?
Irmãos, aprendemos que os salvos precisam se abrir para que Deus haja em seu favor. Para que Deus trabalhe em sua vida, para que O Espirito Santo tenha liberdade de manifestar-se. - Se não tivermos coragem, disposição, Deus não agirá.
- Convido você, nesta noite, a abrir-se totalmente e dar liberdade para que Deus aja, para que se manifeste em você, para que derrame sobre você, do seu amor, do seu poder, da sua unção, dos seus dons?
3. O homem de Deus profetiza vitória.
15;16 e 17 - Então Eliseu disse: - Pegue um arco e algumas flechas. Jeoás pegou o arco e as flechas, e Eliseu lhe disse que se preparasse para atirar. E o rei fez o que ele mandava. Aí Eliseu pôs as mãos por cima das mãos do rei, e disse: - Abra a janela que dá para o lado da Síria. O rei abriu. Então Eliseu mandou: - Atire a flecha! Assim que o rei atirou, Eliseu disse: - O senhor é a flecha do SENHOR Deus; é por meio do senhor que Deus vai conseguir a vitória contra a Síria. O senhor lutará contra os sírios em Afeca até vencê-los.
A bênção de Deus depende da obediência do homem. Para sermos abençoados, é preciso que façamos tudo o que Deus nos diz para fazermos.
Pegue um arco e algumas flechas...
Flecha da vitória do SENHOR!
- Quero convidar você a retesar o arco e a atirar a Flecha da vitória do SENHOR!
Com a mão de Deus sobre você, pense, mire, abra a janela e atire a “Flecha da vitória do SENHOR!”.
Não se trata de pensamento positivo, de mensagem meramente motivadora, mas de Fé.
Seria tão bom se a história terminasse aqui. Mas ela continua:
4. O rei abortou a bênção de Deus.
Vamos voltar ao texto Bíblico:
II Reis 13:
Depois Eliseu disse a Jeoás que pegasse as outras flechas e batesse no chão com elas. O rei bateu três vezes no chão e parou. Eliseu ficou zangado com isso e disse: - O senhor devia ter batido cinco ou seis vezes e assim venceria completamente os sírios; mas agora vai vencê-los só três vezes.
Jeoás recebeu parte da bênção, mas a perdeu na plenitude.
Veja que Jeoás foi ao lugar certo, à pessoa certa. Mas não foi abençoado por completo.
- Faltou a ele, perseverança. Não foi até o final da ordem.
- Queridos, vocês hão de concordar comigo, que há muita gente, que recebe sinais, parte da benção, migalhas da bênção, porque desiste no meio do caminho, não persevera.

IV - A morte do Profeta
20 Morreu Eliseu, e o sepultaram.
O rei estava indo tão bem! Mas quando abortou a bênção, o Profeta ficou indignado, triste. A Bìblia não diz, mas imagino que Eliseu ja enfermo, com essa tristeza, acabou partindo de vez.
Uma das coisas que mais entristece o coração de um profeta, é quando observa as pessoas rejeitando, impedindo ou abortando as bênçãos de Deus. Quantas vezes o Profeta, o Pastor, o líder de célula, homem de Deus a mulher de Deus chora, sofre, quando vê a direção de Deus para uma pessoa e esta não se dispõe a seguí-la.
“Obedeçam aos seus líderes e sigam as suas ordens, pois eles cuidam sempre das necessidades espirituais de vocês porque sabem que vão prestar contas disso a Deus. Se vocês obedecerem, eles farão o trabalho com alegria; mas, se vocês não obedecerem, eles trabalharão com tristeza, e isso não ajudará vocês em nada” Hebreus 13:17
Eu tenho morrido muitas vezes, quando percebo alguém abortando a bênção de Deus. Quando caminha por lugares diferentes de onde está a bênção. Quando alguém deixa a comunhão da Igreja.
Conclusão:
Creio que uma das lições deste texto, é a de que Deus esta disposto a estar do seu lado. Como Jeoás, não interessa o seu passado, não interessa o que você fazia. Você veio até Deus, Ele está pronto a lhe abençoar por completo.
Para isso, é preciso entregar-se totalmente a Ele. Dispor-se a fazer o que Ele manda.
Igreja coloque-se em pé. Quero orar pela sua vida, pedindo discernimento e perseverança para que não abortemos as bênçãos de Deus...

BISPO/JUIZ.MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.