Subscribe:

quarta-feira, 22 de julho de 2015

PEDRADAS...



                                                                    PEDRADAS...
“Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra de Deus. Eles, porém, clamando em alta voz, taparam os ouvidos e, unânimes, arremeteram contra ele. E, lançando-o fora da cidade, o apedrejaram. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo. E apedrejavam Estêvão, que invocava e dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito! Então, ajoelhando-se, clamou em alta voz: Senhor, não lhes imputes este pecado! Com estas palavras, adormeceu.” Atos 6.8; 7:55-60
A piedade, o amor, a dedicação e a sabedoria foram algumas das qualidades apresentadas pelo diácono Estevão, o primeiro mártir do Evangelho de Jesus Cristo que morreu apedrejado. A Bíblia registra a história do martírio deste servo de Deus para nos mostrar que mesmo em meio às pedradas da vida devemos seguir em frente, amando os nossos inimigos.
Apedrejamento é:
Supliciar a pedradas ( Punir com pena de morte), ferir, ofender, injuriar, insultar. No Antigo Testamento, entre os judeus, o apedrejamento era o método usual da execução da pena de morte. Qualquer crime que merecesse a morte, a não ser que a lei estabelecesse expressamente outra forma, o condenado era morto por apedrejamento. As testemunhas deviam arremessar as primeiras pedras.
No Novo Testamento, o apedrejamento não era somente uma punição legal, mas também um ato de violência da população (Jo 8.5; 10.31-33). “E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois, que dizes?” “Novamente, pegaram os judeus em pedras para lhe atirar.”
“Disse-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas da parte do Pai; por qual delas me apedrejais? Responderam-lhe os judeus: Não é por obra boa que te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.”
1. PORQUE AS PESSOAS ATIRAM PEDRAS UMA ÀS OUTRAS?
§  Por causa de inveja;
§  Por causa de ciúme;
§  Por causa de vingança.
2. ALGUMAS RAZÕES QUE LEVARAM AO APEDREJAMENTO DE ESTEVÃO:
§  Estevão fazia milagre.
Ele era cheio de fé e de poder. Por isso fazia prodígios e grandes sinais (Atos 6.8). “Estevão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.”
§  Estevão era cheio de sabedoria.
Ninguém podia resistir à sabedoria e ao Espírito Santo que estava em Estevão (Atos 6.10). “E não podiam resistir à sabedoria e ao Espírito, pelo qual ele falava.”
§  O alto nível de santidade de Estevão.
Muitas pessoas não estão satisfeitas com o que fazem e com o que são e com o que têm (1 Pedro 2.1). “Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências…”
§  . O ódio contra Estevão
As pedras contra Estevão tiveram como causa a mentira (Atos 6.13), “E apresentaram falsas testemunhas, que diziam: Este homem não cessa de proferir palavras blasfemas contra este santo lugar e a lei; a injustiça, o desprezo, a rejeição e a calúnia” (Atos 6.12).
As pedradas não eram somente um resultado da ausência de amor, mas do ódio (Atos 7.54). “E, ouvindo eles isto, enfurecia-se em seus corações, e rangiam os dentes contra ele.”
3. ESTÊVÃO ESTAVA PREPARADO PELO ESPÍRITO SANTO
· Era cheio de fé (Atos 6.8) “E Estevão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo.”
Estevão tinha fé em três dimensões: 1. Ele via o invisível, 2. Cria no incrível 3. Recebia o impossível
(1João 5.4) “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé.”
§  Era cheio do Espírito Santo (Atos 6.5) e elegeram Estevão, homem cheio de fé e do Espírito Santo,
Ser cheio de Deus é ter resistência para agüentar as pedradas da vida.
§  Era um homem diferente (Atos 6.15) Então todos os que estavam assentados no conselho, fixando os olhos nele, viram o seu rosto como o rosto de um anjo.
Estevão foi transformado pelo poder do Evangelho de Cristo.
§  Ele conhecia a Palavra (Atos 7.2-52) Descreve todo o acontecimento de Abraão até a construção do templo por Salomão.
O salmista também falou: “Sustenta-me conforme a tua Palavra para que viva…”(Salmos 119.116,117). 116 Sustenta-me conforme a tua palavra, para que viva; e não me deixes envergonhado da minha esperança.
117 Sustenta-me, e serei salvo, e de continuo me recrearei nos teus estatutos.
4. CARACTERÍSTICAS DE QUEM ESTÁ PREPARADO CONTRA AS PEDRADAS
§  Tem visão elevada
Olha para cima como fez Estevão (Atos 7.55). Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus; e Jesus, que estava à direita de Deus,
CARACTERÍSTICAS DE QUEM ESTÁ PREPARADO CONTRA AS PEDRADAS
§  Tem visões espirituais (Atos 7.56) E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus.
Muitos crentes olham e não vêem, a exemplo dos companheiros de Saulo (Atos 9.5-7). e Saulo caindo por terra. E os varões, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém. Mas outros, como Isaías, conseguem ter visões extraordinárias (Isaías 6.1-4). No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo.
§  Jesus olha o sofrimento
Quando Jesus está sentado significa que terminou uma missão. Mas por ocasião do apedrejamento de Estevão, Ele estava em pé olhando as injustiças praticadas contra o seu servo (Atos 7.56) E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus.
· Invoca a Deus e perdoa os inimigos (Atos 7.60). E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor não lhes impute este pecado. E, tendo dito isto, adormeceu.
Está ciente de que o Senhor é que controla todas as coisas e pede que o Senhor não impute os pecados de seus inimigos. A falta de perdão cria uma raiz de amargura e priva o crente da graça de Deus (Hebreus 12.15).
As pedradas jogadas contra Estevão não conseguiram tirar Jesus do coração dele e, no final, este servo do Senhor ainda conseguiu amar os que o apedrejaram. Se você quer ver a glória de Deus em sua vida, perdoe. O Senhor vai curar as feridas na sua alma. É preciso exercitar a bondade e não pagar o mal com o mal. É preciso que haja um espírito perdoador na Igreja do Senhor...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.