Subscribe:

domingo, 11 de setembro de 2016

REVOLTA DE CORÉ...


                                                    REVOLTA DE CORÉ...
E Coré, filho de Izar, filho de Coate, filho de Levi, tomou consigo a Datã e a Abirão, filhos de Eliabe, e a Om, filho de Pelete, filhos de Rúben. E levantaram-se perante Moisés com duzentos e cinquenta homens dos filhos de Israel, príncipes da congregação, chamados à assembleia, homens de posição, E se congregaram contra Moisés e contra Arão, e lhes disseram: Basta-vos, pois que toda a congregação é santa, todos são santos, e o Senhor está no meio deles; por que, pois, vos elevais sobre a congregação do Senhor? Números 16:1-3
Números 16 nos apresenta lições importantíssimas para o rebanho de Deus. Israel é a igreja do Antigo Testamento, e ela sofreu muito para tornar-se um povo forte e agradável a Deus. No deserto, durante quarenta anos, a tarefa de pastorear o enorme rebanho de dois milhões de almas estava sobre os ombros de Moisés. Contudo, ele sofreu muitas oposições, inclusive de sua família e dos principais do povo. Uma delas está neste capítulo. É de suma importância o estudarmos para não compartilharmos do mesmo espírito de Coré.
Coré se uniu com mais 250 homens para confrontar Moisés (Números 16.1-3). É terrível como o espírito de desobediência contamina o ambiente e contagia as pessoas. Primeira característica da rebelião é a formação de grupos de oposição. O revoltoso nunca age sozinho, sempre procurará formar sua panelinha. Cuidado para não se deixar influenciar pelo espírito de desobediência de pessoas que se acham igualmente chamadas por Deus para liderar. No versículo 3 vemos que Coré achava que Deus realmente estava do lado dele. O discernimento é muito importante nesses momentos. A autoridade estava sobre Moisés e não sobre Coré. De que lado você irá ficar?
Esses revoltosos sempre usam expressões como: “Deus também fala comigo!” Ou “Deus também me usa!” Sempre querendo provar que Deus está com ele, Moisés, diferentemente, não precisava se preocupar com isto, porque Deus mesmo fazia questão de provar isto para o povo. Vemos, atualmente, muitas pessoas se autointitulados pastores, profetas, apóstolos e até patriarcas depois que saem de algum ministério por desobediência e rebelião. Acham que algum talento dá-lhes o direito de se igualarem aos seus líderes. Se esquecem que Satanás agiu da mesma forma quando quis ocupa o lugar de Deus.
Outro fato interessante neste texto, é que o revoltoso Coré acusava Moisés de levantar-se sobre o povo quando ele mesmo estava se elevando no meio da Congregação, sem a autorização de Deus. Outra características dos revoltosos é a acusação. Acusar e apontar erros na liderança jogando o povo contra o líder é arma de Satanás. A mesma usada por ele no Éden para fazer Eva pecar contra Deus quando ele acusou Deus de ser egoísta, querendo o conhecimento apenas para Ele. Mesmo que os argumentos dos revoltosos pareçam ser coerentes, cuidado! O diabo usa meias verdades para recheá-las com mentiras venenosas!
A atitude de Moisés? Deus é quem vai mostrar quem Ele escolheu! Quem tem chamado de Deus não teme, não se desespera. Pode até irar-se, mas ele está seguro no chamado daquele que o levantou! E falou a Coré e a toda a sua congregação, dizendo: Amanhã pela manhã o Senhor fará saber quem é seu, e quem é o santo que ele fará chegar a si; e aquele a quem escolher fará chegar a si. Números 16:5
O incensário é símbolo da oração, e quando Moisés ordenou a todos que tomassem seus incensários, Moisés estava lhes demonstrando: “Vamos ver agora de qual oração Deus se agradará.” O incensário era certo, o incenso era certo, o fogo era certo, mas as pessoas eram as erradas! Quão grande é o prejuízo para aqueles que acham que são a pessoa certa para determinada função sem serem chamadas por Deus! Lembre-se do rei Urias, que queimou incenso no lugar dos sacerdotes e morreu leproso por causa disso. II Cr 26.18. Deus não poupa o culpado. Cada um fique na posição que Deus lhe colocou!
O resultado dessa rebelião foi a morte trágica de Coré e sua família e a morte dos duzentos e cinquenta que queimavam incenso pelo fogo que subiu da ira de Deus. E a terra abriu a sua boca, e os tragou com as suas casas, como também a todos os homens que pertenciam a Coré, e a todos os seus bens. E eles e tudo o que era seu desceram vivos ao abismo, e a terra os cobriu, e pereceram do meio da congregação. Números 16:32-33.
O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder, e ao culpado não tem por inocente; (Nm 1.3)O governo do povo de Deus compete apenas a quem Ele mesmo escolheu. Deus é o dono da obra e quem quiser se opor contra a autoridade constituída por Deus está se opondo diretamente a Ele.
Vejo famílias destruídas e filhos revoltados com a igreja por causa de pais que vivem transitando de igreja em igreja por causa da desobediência. Não se sujeitam à autoridade pastoral de ninguém, quando disciplinadas ainda saem falando mal do pastor e do ministério. Procuram igrejas ao seu bel prazer, pastores que sejam manipulados por eles. Outros que se acham tão cheios de Deus que podem até desafiar os líderes que o próprio Deus instituiu. Estamos vivendo dias caóticos em nossas igrejas, em que as pessoas que liderar a si próprias na rebelião contra ás autoridades de Deus. Sejamos sóbrios, vigilantes, os dias estão difíceis, mas as ovelhas de Cristo não se enganam facilmente.

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.