Subscribe:

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

OS SETE CHOROS DE JOSÉ...


                                             OS SETE CHOROS DE JOSÉ...
Quem era José:
Amado pelos pais (Gn 37: 3)
Invejado pelos irmãos (Gn 37: 4 e 11)
Sonhador (Gn 37: 5 e 9)
Obediente (Gn 37: 13)
Persistente (Gn 37: 15 a 17)
Dedo-duro (Gn 37: 2b)
Bonito (Gn 39: 6b)
Correto (Gn 39: 8 e 9)
Preso por fazer a coisa certa  (Gn 39: 12 a 20)
Próspero em qq atividade (Gn 39: 2 a 5 ; Gn 39: 21 a 23)
Homem sensível (Gn 40: 6 a 8)
Homem de visão, planejador estratégico (Gn 41: 29 a 36)
Sábio, inteligente (Gn 41: 39 e 40)
Os  Sete Choros:
1º. Choro: escondido, pela profunda dor do passado (Gn 42: 24)
2º. Choro: secreto em seu quarto mistura dor e amor (Gn 43: 30)
3º. Choro: todos ouviram até os egípcios, liberou sua dor (Gn 45: 2)
4º. Choro: transparente, se revela (Gn 45: 14 e 15)
5º. Choro: saudade (Gn 46: 29)
6º. Choro: luto (Gn 50: 1)
7º. Choro: perdão, RESTAURAÇÃO (Gn 50: 17).
Indícios de pessoa ferida
Choro
Hipocrisia põe uma máscara, finge que não conhece, se porta como um estranho, passa-se por outro, não se expõe, não se revela (Gn 42: 7 e 8)
Aspereza: fala duramente (Gn 42: 7)
Dor pelo passado (Gn 42: 9)
Age como acusador: repete 3 vezes que os irmãos são espiões (Gn. 42 vv. 9, 12 e 14)
Escravo do passado, tem uma visão distorcida (Gn 42: 12)
Desconfiado, não acredita (Gn 42: 15 e 16)
Abuso de autoridade: usa o nome de Faraó (Gn 42: 15 e 16)
Vingativo, mete os irmãos na prisão (Gn 42: 17)
Chantagem: se não trouxessem o irmão mais novo, não daria mais alimentos (Gn 42: 19 e 20)
Fingido (Gn 42: 23)
Justiça própria: prende Simeão (Gn 42: 24)
SINAIS DE RESTAURAÇÃO (Gn 45: 1 a 13)
Expressa sua dor (vv. 1 e 2)
Usa de transparência (v. 3) - sem a verdade, é difícil a restauração
Aceitou os irmãos (v. 4)
Perdão (v. 5)
Reconhece a soberania de Deus (v. 7)
Ministra na vida dos irmãos e do pai Jacó - filho de Abraão (vv. 9 a 12).
DEUS não desperdiça nada e transforma até o mal em bem! (Gn 50: 20).

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.