Subscribe:

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

CONDENAÇÃO A GANANCIA...


                                             CONDENAÇÃO A GANANCIA...
Lucas 22:3-6
1. Judas é um misterioso seguidor de Cristo, mas ilustra a vida cristã de muitos adeptos ao cristianismo moderno.
2. Judas estava interessado em ganhar dinheiro vendendo Jesus como muitos descaradamente fazem ainda hoje.
3. Judas passou tempo com Jesus ouvindo todos os Seus sermões, vendo Seu poder como Filho de Deus e mesmo assim permitiu que o Diabo entrasse nele.
I. HOJE HÁ RELIGIOSOS COMO JUDAS QUE NÃO SE PERMITE SER TRANSFORMADO PELO PODER DO EVANGELHO (Lucas 22:3-4)
Muitos dos que se denominam cristãos evangélicos nunca se tornaram novas criaturas praticantes dos princípios cristãos.
 Muitos pregadores do evangelho nunca aprenderam de Cristo a serem mansos e humildes de coração.
Muitos líderes do cristianismo não possuem o caráter digno de serem chamados de cristãos.
II. HOJE HÁ RELIGIOSOS COMO JUDAS QUE APROVEITAM OPORTUNIDADES PARA COMERCIALIZAR EM NOME DE JESUS (Lucas 22:5-6)
Igrejas que mercadejam (comercializam) o evangelho são seguidores de Judas, não de Cristo.
Igrejas que vendem bênçãos aos necessitados são inspiradas nas atitudes “espirituais” de Judas.
Igrejas que cobram pelo que faz (oração, pregação, louvor, milagres, curas, etc) seguem a tradição filosófica de Judas.
CONCLUSÃO:
1. O fim da vida de Judas revela o fim daqueles que seguem o evangelho com objetivos errados.
2. O suicídio de Judas expõe o vazio do coração daqueles que andam bem perto de Cristo, mas não aprendem com Ele.
3. A tragédia de Judas representa a tragédia daqueles que andam vendendo Jesus às pessoas...

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.