Subscribe:

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

ANANIAS UM HOMEM USADO POR DEUS...


                                    ANANIAS UM HOMEM USADO POR DEUS...
Ora, havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. Disse-lhe o Senhor numa visão: Ananias! Ao que respondeu: Eis-me aqui, Senhor!  Então, o Senhor lhe ordenou: Dispõe-te, e vai à rua que se chama Direita, e, na casa de Judas, procura por Saulo, apelidado de Tarso; pois ele está orando e viu entrar um homem, chamado Ananias, e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.” Atos 9:10-12.
Deus não usa qualquer pessoa para fazer Sua obra. Há aqueles que  pensam  que pode  servir a Deus de qualquer maneira.
A Bíblia relata a vida de um jovem rico que buscava seguir a Jesus, mas não queria deixar suas riquezas terrenas. Jesus foi enfático em dizer que para segui-lo, o jovem precisava primeiro tirar todos os impedimentos, e colocar Deus em primeiro lugar em sua vida. (Jesus não escolhe qualquer um) Lucas 18:18-27.
Trataremos nessa mensagem de algumas qualidades do homem que  Deus quer para seguir a Jesus. Essas qualidades foram encontradas na vida de Ananias, que é bem pouco falado na Bíblia, mas quem  batizou o maior de todos os missionários depois de Jesus: apóstolo Paulo.
AS CINCO QUALIDADES DO HOMEM QUE DEUS USA
1. TEM CORAÇÃO DE DISCÍPULO. “… um discípulo, chamado Ananias” At 9:10
Não simplesmente membros de igreja, mas discípulos…
Ser discípulo é ser comprometido completamente com a obra de Deus.
A palavra discípulo significa “ser como o mestre”. Ou seja, ele segue as determinações do mestre Jesus.
O discípulo tem bom testemunho perante todos. At 22:12 “ …Um homem chamado Ananias, piedoso conforme a lei, tendo bom testemunho de todos os judeus que ali moravam”.
2. DEUS PODE CONTAR COM ELE. “ …Disse-lhe o Senhor numa visão: Ananias! Ao que respondeu; Eis-me aqui, Senhor.” At 9:10
Um discípulo é obediente. At 5:32
Está sempre pronto para fazer a vontade de seu mestre. I Tm 2:4
Um discípulo não manda outro, ele mesmo se oferece para cumprir a vontade de seu mestre.  “ … Eis-me aqui, envia-me a mim.” Is 6:8
3. TEM O DIRECIONAMENTO DE DEUS. “ Então o Senhor lhe ordenou: Dispõe-te, e vai à rua que se chama Direita, e, na casa de Judas, procura por Saulo, apelidado de Tarso: pois ele está orando…” At 9:11,12
O discípulo não faz a obra de Deus sem  antes buscar dele a direção e vontade.
Podemos fazer muitas cousas, mas as de que Deus se agrada, serão sempre aquelas cujas orientações vieram d’Ele.
Josué uma vez não buscou a direção de Deus, e complicou bastante a sua vida e  de sua nação. Josué 9:14
4. TEM LIMITAÇÕES HUMANAS. “ … Ananias, porém, respondeu: Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos santos em Jerusalém…”At 9:13,14
O homem que Deus usa tem limitações humanas, mas estas nunca podem ficar acima da vontade de seu Senhor.
Podemos até questionar, mas temos que obedecer.
Podemos até reconhecer nossas fraquezas e debilidades, mas, sobretudo, que Deus está conosco e que dará força e vitória naquilo que fizermos.
5. ENTENDE O MUNDO SOBRENATURAL. “… Então Ananias foi e, entrando na casa, impôs sobre ele as mãos, dizendo: Saulo, irmão, o Senhor me enviou, a saber, o próprio Jesus que te apareceu no caminho por onde vinhas, para que recuperes a vista e fiques cheios do espírito Santo.” At 9:17
O homem que Deus usa tem poder em suas ações.
O homem que Deus usa cumpre  a palavra profética de que os sinais acompanhariam aos que cressem em Deus: curas milagres e prodígios. Marcos 16:15-18
O homem que Deus usa prega, batiza, cura e liberta pelo poder da palavra de Deus.
O homem que Deus usa é discípulo; Deus pode contar com ele; tem o direcionamento de Deus; tem limitações humanas, mas entende o mundo sobrenatural.
Deus tem buscado  homens e mulheres como Ananias, segundo o seu coração.
Deus quer usar você com qualidades de discípulo para fazer a Sua vontade...

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.