Subscribe:

terça-feira, 5 de julho de 2016

LUGAR DE VÍBORAS É LANÇADAS AO FOGO...


                                 LUGAR DE VÍBORAS É LANÇADAS AO FOGO...
ATOS 27
18 E, andando nós agitados por uma veemente tempestade, no dia seguinte aliviaram o navio.
19 E ao terceiro dia nós mesmos, com as nossas próprias mãos, lançamos ao mar a armação do navio.
20 E, não aparecendo, havia já muitos dias, nem sol nem estrelas, e caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu-nos toda a esperança de nos salvarmos.
21 E, havendo já muito que não se comia, então Paulo, pondo-se em pé no meio deles, disse: Fora, na verdade, razoável, ó senhores, ter-me ouvido a mim e não partir de Creta, e assim evitariam este incômodo e esta perda.
22 Mas agora vos admoesto a que tenhais bom ânimo, porque não se perderá a vida de nenhum de vós, mas somente o navio.
23 Porque esta mesma noite o anjo de Deus, de quem eu sou, e a quem sirvo, esteve comigo,
24 Dizendo: Paulo, não temas; importa que sejas apresentado a César, e eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo.
44 Quanto aos demais, que se salvassem, uns, em tábuas, e outros, em destroços do navio. E foi assim que todos se salvaram em terra.
ATOS 28

01 E, HAVENDO escapado, então souberam que a ilha se chamava Malta.
02 E os bárbaros usaram conosco de não pouca humanidade; porque, acendendo uma grande fogueira, nos recolheram a todos por causa da chuva que caía, e por causa do frio.
03 E, havendo Paulo ajuntado uma quantidade de vides, e pondo-as no fogo, uma víbora, fugindo do calor, lhe acometeu a mão.
04 E os bárbaros, vendo-lhe a víbora pendurada na mão, diziam uns aos outros: Certamente este homem é homicida, visto como, escapando do mar, a justiça não o deixa viver.
05 Mas, sacudindo ele a víbora no fogo, não sofreu nenhum mal.
06 E eles esperavam que viesse a inchar ou a cair morto de repente; mas tendo esperado já muito, e vendo que nenhum incômodo lhe sobrevinha, mudando de parecer, diziam que era um deus.
07 E ali, próximo daquele lugar, havia umas herdades que pertenciam ao principal da ilha, por nome Públio, o qual nos recebeu e hospedou benignamente por três dias.
08 E aconteceu estar de cama enfermo de febre e disenteria o pai de Públio, que Paulo foi ver, e, havendo orado, pôs as mãos sobre ele, e o curou.
09 Feito, pois, isto, vieram também ter com ele os demais que na ilha tinham enfermidades, e sararam.
· Paulo estava viajando com 276 pessoas, vários eram prisioneiros e todos ficaram completamente apavorados. Foi necessária muita fé, para estar em pleno alto mar e profetizar que o navio irá fundar-se e ninguém iria morrer. Paulo havia alertado dos perigos antes de saírem, mas não lhe deram ouvidos.
“E éramos ao todo, no navio, duzentas e setenta e seis almas.” ATOS 27:37
· Tudo indicava que todos iriam morrer, pois o navio começou a quebrar e começaram a jogar pertences fora. A morte estava ali cirandando e não tinha o que fazer.
· A crise não entrou em Paulo, pois ele tinha uma Palavra e não se abalou.
· Todos nós iremos passar por crise. A forma como nos portamos diante desta crise é que definirá como sairemos dela.
· Não importa a sua crise, pois o Deus estará sempre enviando uma palavra que irá sustentar a sua vida.
· Paulo de um simples prisioneiro passou a capitão do navio, enviando palavras e ditando ordens a todos. Ele profetizava contra todas as condições contrárias.
· Quando estamos perto de pessoas abençoadas, as benções também vêm sobre todos.
· Deus está levantando uma geração profética que está declarando coisas maiores em nome de Jesus, que são contra a ordem natural das coisas.
· Deus está levantando uma igreja que não fala a linguagem do mundo, mas que está liberando uma Palavra refletindo a vontade Deus.
· A Palavra de Paulo era contrataria a natureza dos acontecimentos, porem ele declarava vida enquanto todos criam na morte.
· Não perca o seu tempo com coisas que não edificam, use-o para abençoar e declarar o poder da Palavra de Deus.
· Malta = [Lugar de refúgio]
· Todos se salvaram e foram para Malta, e devido ao grande frio acenderam uma fogueira. Nos lugares de refúgio existem armadilhas de morte. Uma víbora está escondida e mordeu a mão de Paulo e nela ficou agarrada.
· A víbora era uma arma mortal. Quando ela picou Paulo, estava envenenando o seu sangue que representa vida. Satanás quer envenenar as pessoas. Alguns tipos de venenos afetam o sistema cardiovascular e/ou nervoso e provoca à morte. Algo para destruir o corpo.
· Quantos venenos podemos ver hoje em nossa sociedade: Não obediência, não saber esperar, decepção, amarguradas etc.
· Os habitantes de Malta conheciam o poder do veneno da víbora e sabiam que Paulo iria morrer, porém nada aconteceu. Esperavam que o veneno deformasse a Paulo e que ele fosse afastado pelo inchaço.
· Há pessoas em nossa sociedade deformadas, no afeto, no ciúme, na alma, complexo de inferioridade, pessoas deformadas nos princípios e distante de Deus.
· O fogo de Deus queima este veneno e pode restabelecer vidas e restaurar conceitos morais perdidos e esquecidos.
· Pessoas que confiam em si mesmas e não em Deus, estão deformadas nos conceito de sexo, condutas e outras coisas completamente distantes de Deus.
· Paulo levou a víbora até o fogo. Faça como ele e leve as víboras que te atacam à presença do fogo do Espírito Santo de Deus, pois satanás não suporta o fogo.
· Nós temos em nós o fogo do Espírito Santo de Deus.
· A serpente quer destruir os instrumentos de Deus, queria destruir as mãos de Paulo que abençoariam muitas pessoas. Ele não orou apenas agiu, e jogou a serpente no fogo.
· Paulo levou a serpente para onde ela não queria ir, para o lugar de onde ela estava fugindo.
· Cuidado quando você deseja saber das coisas de Deus, que não é para você saber, a serpente pode responder e te enganar.
· Não se pode fazer a obra de Deus com uma víbora preza em nossas mãos.
· Não adianta orar para eliminar a serpente e o seu veneno. Seja corajoso e leve o que te picou para o lugar de fogo.
· Se você foi picado não fique reclamando e tome uma atitude. Ficarão marcas, mas você estará sendo levantado pelo Deus Todo Poderoso.
· A área em que você foi picado é a que mais você irá usar.
· Satanás quer te levar a se preocupar com o veneno dele, mas em nome de Jesus, você vai em frente e ira acabar com todas as serpentes que te cercam.
· Lembre-se que também as mãos de Jesus possuem as marcas de dores, mas Ele não foi envenenado.
· Identifique as coisas que estão em sua vida, e que tenta te contaminar e ferir. Leve-as para o fogo e destrua o que está consumindo e destruindo a sua vida...

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.