Subscribe:

sábado, 9 de julho de 2016

CASAMENTO ACABADO, POR QUE VIVER DE APARÊNCIAS...

                  CASAMENTO ACABADO, POR QUE VIVER DE APARÊNCIAS...
Há certas circunstâncias na vida que nos colocam no limite entre a razão e a emoção. E a separação de um casamento é uma dessas circunstâncias. Para muitos cristãos existe uma pergunta que é muito importante: “Se coloquei o casamento nas mãos de Jesus, por que acabou?” E porque essa pergunta é importante? Porque nos faz refletirmos sobre que tipo de ideal Cristo tem para o casamento e que tipo de ideal nós tivemos para o casamento. Que tipo de cônjuge Cristo gostaria que fôssemos e que tipo de cônjuge nós em realidade fomos.
Casamento perfeito
Quem não sonha com um dia de princesa?
Devemos compreender que o divórcio ou a separação nunca fizeram e nunca farão parte dos planos de Deus (Marcos 10:9), pois Cristo ao instituir o casamento, Ele o fez para ser monogâmico (um marido e uma mulher), heterossexual e vitalício (Gênesis 1:27,28; 2:18). E Cristo deixa muito claro que odeia o divórcio (Malaquias 2:15,16), portanto isso significa que Ele sempre lutará até o fim pelos casamentos. Um ótimo exemplo é a citação de João 2:1-12 quando Cristo anda dois dias a pé, ou seja, 140 Km para abençoar um casal, e o mesmo Cristo que andou 140 Km é o que desce do céu hoje para abençoar o seu casamento.
Contudo devemos compreender que para um casamento ser feliz e dar certo não depende apenas de Cristo e um dos cônjuges, mas sim dos dois cônjuges, sendo assim se Cristo permitiu que houvesse uma separação ou divórcio, Ele o permitiu porque não poderia forçar o seu cônjuge a permanecer ao seu lado, pois ele tem o livre arbítrio e pode escolher usá-lo de maneira errada e assim colher as consequências (Gálatas 6:7,8).
Deus sabe e entende a sua dor, saiba que Ele não se alegra com essas situações, contudo tente colocar em prática pela fé o que está escrito em Romanos 8:28 e tente aprender e tirar importantes lições desse momento difícil, faça uma reflexão de onde você errou e acertou, tente usar essa experiência negativa para trazer frutos positivos para sua vida, tente crescer e melhorar os aspectos que precisam ser melhorados. Nos momentos difíceis Deus nos incentiva a em meio à dor crescermos e aprendermos, já o diabo quer que em meio ao sofrimento nos entreguemos ao desespero e falta de esperança.
Se há a possibilidade de restauração, então lute por isso, contudo se essa possibilidade não existe mais, então busque em Deus sabedoria e força e creia que o Senhor suprirá essa necessidade colocando outra pessoa em sua vida.
Não desanime e não desista se apegue com Deus e vá a Ele quando angustiada (o) e ansiosa (o), pois Ele te dará descanso (Mateus 11:28-30).
Deus tem uma mensagem muito especial para você hoje que foi abandonado ou se sente abandonado.
“Desde que vocês nasceram nós os tenho carregado; sempre cuidei de vocês. E, quando ficarem velhos, eu serei o mesmo Deus; cuidarei de vocês quando tiverem cabelos brancos. Eu os criei e os carregarei; eu os ajudarei e salvarei.” Isaías 46:3,4 NTLH (Nova Tradução na Linguagem de Hoje)...

Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.