Subscribe:

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

VOCÊ NÃO É O PROFETA ELIAS, ENTÃO SAIA DA CAVERNA...


               VOCÊ NÃO É O PROFETA ELIAS, ENTÃO SAIA DA CAVERNA...
E ali entrou numa caverna e passou ali a noite; e eis que a palavra do Senhor veio a ele, e lhe disse: Que fazes aqui Elias?
1 Reis 19:9

I - INTRODUÇÃO
1.1 - Quem foi Elias?

            Homem de origem simples (Tesbita), mas levantado por Deus para uma grande obra.
            O primeiro grande profeta a ser levantado por Deus para falar com poder e autoridade.

1.2 – O que fez Elias?

            Por diversas vezes manifestou o poder sobrenatural de Deus, operando milagres e até mesmo ressuscitando mortos.
            Podemos destacar os acontecimentos que antecederam o texto que lemos.
            No capítulo 17, verso 1, encontramos a seguinte declaração: “nem orvalho nem chuva haverá nestes anos segundo a minha palavra”. Durante três anos e meio não choveu sobre Israel.
            Neste período de seca houve grande fome na nação de Israel, mas o Senhor sustentou a Elias.
Nos primeiros 6 meses o Senhor o mandou para a margem do ribeiro de Querite onde os corvos lhe traziam pão e carne, sempre ao amanhecer e ao anoitecer, e ele bebia da água do ribeiro.
Nos três anos seguintes o Senhor o envia para Sarepta e lá, após operar um grande milagre de provisão na vida de uma viúva, ela o sustenta durante todo este período.
Também neste período houve grande perseguição do Rei Acabe contra Elias, mas tanto o Ribeiro de Querite quanto a viúva de Sarepta foram instrumentos de Deus para o manter escondido e protegido.
Passado o tempo determinado por Deus, Elias procura o Rei Acabe e o informa que a chuva virá, mas primeiro propõe um desafio aos profetas de Baal que atuavam como sacerdotes pessoais da Rainha Jezabel. Eles subiriam ao Monte Carmelo e lá construiriam um altar e cada uma clamaria ao seu Deus, o Deus que respondesse com fogo seria o verdadeiro Deus.
A história nós já conhecemos, os profetas de Baal, que não eram poucos, pelo menos 450 homens, começam a clamar ao seu deus, clamam do amanhecer até as três horas da tarde e nada acontece, já estavam se auto flagelando, cortando os seus corpos com facas e lancetas, quando Elias diz: - chega agora é minha vez.
Ele restaura o altar, o reedifica agora em nome do Senhor e faz a seguinte oração: “fique hoje sabido que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que segundo a tua palavra fiz todas estas cousas. Responde-me, Senhor...”.
A Palavra diz que no mesmo instante choveu fogo do céu e consumiu todo o holocausto e todo o altar que era feito de pedras.
No mesmo instante o povo reconheceu quem era o Deus verdadeiro e exclamaram: “O Senhor é Deus! O Senhor é Deus!”.
Imediatamente Elias determinou que todos os profetas de Baal fossem executados, e naquele dia tombaram os 450 homens.
Antes de descer do monte Carmelo Elias avisa para Acabe: - Corre que a chuva está chegando.
Enquanto Acabe toma a sua carruagem e começa a se dirigir para sua casa, Elias sobe para um ponto mais alto ainda e começa a orar pedindo a Deus que envie a chuva. (Mesmo que Deus já tenha prometido, isso não significa que você não precisa orar mais para alcançar a promessa).
Quando ele avista uma pequena nuvem, do tamanho da mão de um homem, ele reconhece que é o sinal que a chuva estava chegando. Neste momento ele desce do monte e o poder de Deus veio mais uma vez sobre a sua vida e ele corre mais rápido que a carruagem de Acabe e chega primeiro na cidade.
Este era o poderoso Profeta Elias.

II - DESENVOLVIMENTO

2.1 – O inimigo sempre vai te afrontar

Quando Jezabel tomou conhecimento do que havia acontecido com os seus protegidos Profetas de Baal, ela não quis saber se Elias era homem de Deus, se Ele tinha poder para fazer chover fogo do céu, ou fazer cair a tão esperada e necessária chuva para Israel. Ela determinou e mandou avisar: - Vou matar este homem!
Meu irmão, não importa tudo que você fez para Deus ou através do poder de Deus, o inimigo sempre vai ter gana na sua vida, e ele não está preocupado em esconder isso, pelo contrário, ele usa os seus enviados para te avisar e te afrontar.
Não pense que você é melhor do que o Profeta Elias. Da mesma forma que ele foi afrontado você também pode estar sendo.
Não pergunte o porquê, mas tome a decisão correta.
Não saia da direção que Deus tem te dado, o mesmo Deus que te protegeu, te sustentou e te usou até hoje é o mesmo que continuará do teu lado te dando a vitória.
Pedro e os apóstolos mediante as afrontas das autoridades responderam: “Antes importa obedecer a Deus do que aos homens”. (Atos 5: 29)
Infelizmente não foi isto que Elias fez.

2.2 – Quando não ouvimos a voz de Deus a depressão toma conta

Elias quando recebeu a afronta do inimigo se levantou e fugiu.
Vemos neste momento da história de Elias o desenrolar claro do esfriamento e do distanciamento da vontade de Deus, seguindo as etapas normais da queda.
1º - Distanciamento da posição onde o Senhor te colocou: Elias foi chamado para profetizar para os reis e líderes da nação, mas quando ele entra neste processo a primeira coisa que faz é sair da cidade real (Jezreel) e ir para outra cidade (Berseba). Quantos insistem em fugir de Nínive!
2º - Isolamento pessoal: Elias dispensa o seu moço e segue deserto a dentro. Agora a depressão e o medo o faz isolar-se por completo. Ele anda caminho de um dia (entre 29 a 48 Km). Jonas vai para o fundo do navio. Como é triste vermos alguém já neste estágio da depressão e da fuga, ele pensa que o seu isolamento vai lhe dar segurança.
3º - Ele pede a morte: Depois de fugir e de se isolar, ele ainda não se sente seguro, se assenta debaixo de uma árvore, lamenta a sua situação, reconhece que já viu isto acontecendo na sua família por várias outras vezes e diz: - Chegou a minha vez, foi assim com meus pais vai ter que ser assim comigo. Talvez o inimigo esteja lhe fazendo lembrar de todas as catástrofes e tragédias que você já presenciou, querendo dizer que você não é diferente, mas hoje o Senhor lhe diz tal como este não foi o final do grande homem de Deus, este também não será o seu final. O Senhor te chamou para fazer diferença. O Senhor te criou e te capacitou para ir além.

2.3 – Deus não se esqueceu de você

Mesmo na sua fuga ou na sua depressão o Senhor não se esqueceu de você.
Tal como fez com Elias o Senhor envia o Seu anjo para te alimentar, para te fortalecer.
Deus sabe de todo o processo que você ainda passará e por isso ele insiste em cuidar de você.
Deus sabia quem era Elias e sabia muito bem os planos que ainda tinha para com a vida dele. Da mesma forma Deus te conhece e Ele não abriu mão de você. Ele sabe como você ainda será usado na Sua obra.

2.4 – O que fazes aqui, Elias?

Elias caminha 40 dias no deserto, em jejum, e chega ao monte Horebe (que é o Monte Sinai, o monte de Deus). Lá ele entra em uma caverna.
A distância do ponto em que ele se assenta debaixo de um zimbro até o monte Horebe era de aproximadamente 290 Km ao sul.
Depois de toda esta caminhada, que foi lenta provavelmente pelo seu estado depressivo e pelo jejum, o Senhor fala com ele e pergunta: “O que fazes aqui, Elias?”.
Em outras palavras o Senhor diz: Porque você está aqui, Elias? Não era pra você estar aqui. Você não precisava ter feito toda esta caminhada, não precisava ter sofrido tanto.
Mas, como nós, Elias já tinha uma boa resposta já ensaiada para justificar todas as suas atitudes.
1º - Tenho sido zeloso pelo Senhor, Deus dos Exércitos. (Verdade)
2º - Os filhos de Israel deixaram a tua aliança. (Verdade)
3º - Eles derrubaram os teus altares. (Verdade)
4º - Eles mataram os teus profetas à espada. (Verdade)
5º - Eu fiquei só. (Mentira) O Senhor conservou 7000 que não se prostraram diante de Baal.
6º - Procuram tirar-me a vida. (Mentira) Depois da experiência no Monte Carmelo o povo se voltou para Deus. Apenas uma mulher estava perseguindo a vida dele.

Até quando você vai ficar tentando torcer a verdade, forçar as situações para se justificar?

2.5 – O Senhor te diz: Volta!

“Volta o teu caminho...”
O Senhor não te mandou estar nesta posição, apesar que mesmo na sua fuga ele lhe tem estado do seu lado, não era pra você ter chegado até este estado.
A atitude a ser tomada é simples: volta, mas não é fácil. Para Elias significava atravessar todo o deserto novamente, e mais, o Senhor lhe mandou ir para o Deserto de Damasco, que estava bem ao norte da sua posição original, ou seja, ele teria pela frente uma viagem de aproximadamente 480 Km de volta para o centro da vontade de Deus.
Elias não só obedeceu como tomou uma nova postura daquele dia a diante.
Voltou para onde tinha saído, viu a destruição dos seus inimigos, e teve tanta intimidade com Deus que o levou para si com vida, ou seja, Elias não passou pela morte, mas ainda com vida subiu para o céu.

III - CONCLUSÃO

Talvez até hoje você ainda não tivesse entendido porque lutava tanto, caminhava tanto e a única coisa que Deus te dava era pão e água, ou seja, sempre foi o mínimo para você se manter vivo neste deserto.

O Senhor te diz hoje. Ele não te chamou para o deserto, Ele tem grandes planos para a sua vida. O que fazes aqui...
Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante



0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.