Subscribe:

domingo, 28 de fevereiro de 2016

BARRABÁS UM HOMEM OU UM MONSTRO...


                               BARRABÁS UM HOMEM OU UM MONSTRO...

Pilatos estava diante de dois homens com o nome Jesus. “Jesus, chamado o Cristo”
– O nome de Barrabás seria Jesus Barrabás. Bar- Filho Abás-Pai= FILHO DO PAI.
Texto: Mateus 27: 15-22– Ora, por ocasião da festa, costumava o presidente soltar um preso, escolhendo o povo aquele que quisesse.16 E tinham então um preso bem conhecido, chamado Barrabás. 17 Portanto, estando eles reunidos, disse-lhes Pilatos: Qual quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado Cristo? 18   Porque sabia que por inveja o haviam entregado. 19 E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele. 20   Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus. 21 E, respondendo o presidente, disse-lhes: Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás. 22 Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado.
A situação de Pilatos.
a) Viu que Jesus era inocente. Três vezes ele diz isso.
b) Viu que os judeus o entregaram por inveja.
c) A esposa teve um sonho à respeito de Jesus.
01. A quem devemos soltar.
– Romanos 5:12. – Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.
– II Coríntios 5:21. – Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.
Pelo pecado de um homem todos nos morremos, pela morte daquele que não pecou (Cristo) nos viveremos.
“mesmo morrendo, Jesus já esta salvando”.
– Marcos 15:7 . – E havia um chamado Barrabás, que, preso com outros amotinadores, tinha num motim cometido uma morte.
A história de Barrabás.
– Não era um preso comum. A Palestina, dominada e escravizada, vivia cheia de rebeldes.
– Barrabás era culpado. Por que além de Rebelde havia matado um homem
Qual Jesus devemos salvar, sua morte nos deu uma lição que venceremos todo mal de nossas vidas pelo poder do amor, será que aprendemos esta lição. Ou  a morte de Jesus foi em vão!
– Romanos 5: 6-8. – Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.7 – Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 – Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.
02. Jesus foi pendura na cruz em meu lugar.
– Aquela cruz do meio, naquele dia, estava reservada à Barrabás. (nos deixamos de ser barrabás?)
– Isaías, 700 anos antes descreve o que aconteceria.
Isaías 53: 4-6. – Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.5 – Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. 6 – Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos.
Eis que ainda há muitos escravos: escravos da moda, bebida, cigarro. Como pretendemos nos livrar da escravidão usando a arma que os mandamentos de Jesus nos deu. Ou seguindo nossa carne e nos rebelando como Barrabás.
– Era comum na Páscoa soltar um prisioneiro.
– Páscoa significa libertação. Barrabás não merecia, mas é liberto.
– Escapou do corredor da morte
– Todos estavam no “corredor da morte espiritual”.
– Jesus chega e toma o nosso lugar.
03. Estou totalmente livre.
– Não posso imaginar para onde Barrabás foi. Como comemorou a libertação.
– Mas com certeza junto ao seu bando. Com muita bebida e comida.
– Mas nós hoje somos libertos pelo sangue de Jesus, devemos comemorar com aqueles que também amam ao nosso senhor e todo o seu sacrifício por nós, não podemos nos afastar da Igreja local de adoração ao nosso senhor.
Conclusão.
– João 19: 1-4 – PILATOS, pois, tomou então a Jesus, e o açoitou. 2 – E os soldados, tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram sobre a cabeça, e lhe vestiram roupa de púrpura. 3 – E diziam: Salve, Rei dos Judeus. E davam-lhe bofetadas. 4 – Então Pilatos saiu outra vez fora, e disse-lhes: Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum.
– João 19:5. (João 19:5) – Saiu, pois, Jesus fora, levando a coroa de espinhos e roupa de púrpura. E disse-lhes Pilatos: Eis aqui o homem.
– Pilatos usa no sentido de ‘um pobre homem’, tenham pena dele.
– No grego o sentido é: Homem Celestial, ideal, perfeito, modelo da humanidade.
– A cruz do meio era de Barrabás, era minha, era sua. Jesus nos substituiu...
Apóstolo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.