Subscribe:

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

DEUS PROVERÁ...


                                                           DEUS PROVERÁ...
Esta Mensagem tem o propósito de lhe levar através da confiança no Senhor a um lugar seguro, o Alto refugio!
“…diz ao Senhor: Meu refúgio e meu baluarte, Deus meu em quem confio.”
O Salmista confessa sua fé em Deus, nosso Pai, reconhecendo-o como Altíssimo, como Onipotente, Aquele que tem todo poder e que manifesta sua presença, proteção e provisão em todo o tempo. Que somente através Dele estará realmente seguro de todo o mal, livre das pestes e mazelas e mortandade a sua volta.
1. Presença que se manifesta – Salmo 91.1-2
Encontramos na presença do Senhor companhia em todo o tempo. Saber que jamais estamos sozinhos traz segurança. Jesus disse: “permanecei em mim, e eu permanecerei em vós… porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15.4-5) Isso nos faz pensar que não precisamos agir sozinhos. E é realmente o que o Senhor quer pra nós. Ele quer fazer parte de nossa vida, que agir conosco. 
É uma presença real, não algo do imaginário humano, fruto de delírio. Nosso Pai revela sua presença nas circunstâncias, nos detalhes, nos caminhos da nossa vida. Até mesmo quando não O sentimos conosco Ele está lá, presente. Manifestando seu amor, alegria e paz, nos fazendo conhecer sua bondade…
O próprio Senhor Jesus declara numa situação de abandono, de “solidão”: “Eis que vem a hora e já é chegada, e sereis dispersos, cada um para a sua casa, e me deixareis só; contudo, não estou só, porque o Pai está comigo.” (Jo 16.32)
Vamos declarar: “Meu Pai, em quem confio e está sempre comigo é o Onipotente Deus.”
2. Proteção contra o mal – Salmo 91.3-4
Sempre é bom ter um lugar seguro pra se refugiar quando estamos diante de uma ameaça, não é mesmo? Pois é, este lugar existe e está ao seu alcance.
Em tempos de guerra, quando vinham ataques aéreos ou com mísseis de longa distancia diferidos pelos inimigos, as pessoas eram alertadas para se abrigarem. Então iam para os lugares preparados para isto ou para o lugar mais seguro que achassem. 
Nós estamos hoje em tempo de guerra. Uma guerra contra inimigos que nem sempre vemos. As ameaças de hoje são mais sutis e que nem sempre temos com nos armar pra enfrentá-las. Ou nossas armas não são suficientes. Ou ainda aqueles que têm a responsabilidade de nos protegerem se acha na mesma condição em que nos encontramos. E, daí, o que fazer?
É justamente essa a questão do salmista. E ele encontra sua resposta na Onipotência do Altíssimo Deus, declara: “O Senhor é o meu refugio”
Vamos declarar também: “O Senhor é o meu refugio, é Ele quem me protege e guarda minha vida, por isso não temerei mal algum.”
3. Provisão nas necessidades – Salmo 91.15-16
Jesus nos ensina a não andarmos ansiosos de coisa alguma, pois é o Pai quem sustenta todas as coisas. No Evangelho de Mateus 6.25-34 aprendemos que nosso Pai celeste é quem alimenta as aves do céu, dá a beleza dos lírios do campo… assim vemos que o Todo-Poderoso quem nos proverá do que temos necessidade abençoando todo o trabalho de nossas mãos (Cf. Sl 90.17)
Não devemos nos inquietar com o dia de amanhã, pois não sabemos o que ele nos trará… Precisamos aprender depender e confiar o dia de amanhã em Deus, nosso Pai.
O Salmista afirma: “Ele me invocará, e eu lhe responderei…”. O Senhor é quem tem as respostas as nossas mais profundas necessidades; Ele é suficiente pra nos prover de vida (longevidade) e nos saciar.
Vamos mais uma vez declarar nossa fé: “Não sei o que o dia de amanhã me trará, mas confio em Deus, meu Pai, Aquele que que é Onipotente e Ele me proverá.”
Este é tempo para clamarmos ao Senhor, como diz o profeta Isaías: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.” Pois é Nele que encontraremos vitória sobre o laço que prende e a peste mortal. Então vamos orar invocando o Altíssimo, nosso Pai Todo-Poderoso sobre nossas vidas, em nome de Jesus Cristo, pois Ele é conosco, ordena nossa proteção e traz provisão em nossas vidas...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.