Subscribe:

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

A MORTE DO REI ACABE...


                                                  A MORTE DO REI ACABE...
1Reis 22. 29-35

Em mais uma peleja de Israel contra a Síria, o rei Acabe fez aliança com Josafá rei de Judá, porém, ao saírem à peleja ele disse ao rei de Judá. “Eu me disfarçarei, e entrarei na peleja, tu, porém veste os teus vestidos. Disfarçou-se, pois o rei de Israel, e entrou na peleja”. Porem, nada disso livrou Acabe de Morrer (vv 34,35).
Há pastores que estão muito bem disfarçados no meio das batalhas espirituais, pensando eles que poderão com isso enganar o inimigo. Esquecem-se eles, que como já dissemos antes, “a guerra é espiritual”. O inimigo não se enganara com os teus disfarces de super crente, super santo, super homem, invencível. Ele sempre saberá das brechas entre as tuas “fivelas e couraça”. Por trás dessa couraça, que parece invencível e intransponível, esta um homem, humano e sensível, e, em uma situação igualitária que todos os mortais, dependendo única e exclusivamente da graça de Deus para vencer as astutas ciladas do inimigo (2CO 12.9, 2Tm 2.1).

AS BRECHAS DEVEM SER TRATADAS COM MUITO CUIDADO
Ezequiel 22.30

Deus procura homens que estejam tapando o muro, quer dizer, reparando as brechas, os buracos do muro. Que brechas são essas? Vejamos o que poderá ser:
• Um casamento mal resolvido (mau relacionamento);
• Um homem mal amado (de quem é a culpa?);
• O galanteio de uma jovem (cuidado com a internet);
• A fama crescendo (Não deixe subir a cabeça);
• O amor ao dinheiro (1Tm 6.10);
• O medo de perder o poder (medo de formar líderes. Atrasa o ministério dos outros);
• O estresse e a depressão (tem que ser tratado);
• Tentações não vencidas (Quais? Adultério, sentimento de inferioridade, etc.).

Esses são alguns aspectos que podem estar sendo uma brecha no teu muro espiritual. Não esqueçamos o que disse Salomão no ultimo capitulo de Cantares. “Temos uma irmã pequena, que ainda não tem peitos. Que faremos a esta nossa irmã, no dia em que dela se falar? Se ela for um muro, edificaremos sobre ela um palácio de prata, e, se ela for uma porta, cercá-la-emos com tabuas de cedro” (Ct 8.8,9).
E muito importante essa passagem para as nossas vidas como obreiros do Senhor. Pode ser que ninguém saiba o seu problema ainda, mais logo ele pode crescer e o povo vai começar a falar. E o que será feito quando comecem a falar do assunto? Se for um muro, quer dizer, se esse problema for não um problema mais uma solução, edificaremos sobre ele, quer dizer, será um trampolim para a vitória. Mas se for realmente algo que esteja a mercê do perigo, vamos cercá-lo para que ninguém nos acuse.
Deixe o disfarce de lado. Seja você mesmo. Não queira viver uma vida de aparências. Procure fortalecer as tuas portas e ferrolhos espirituais (Sl 147.13). Converse com colegas de ministério que você sabe que poderão te ajudar. Cuidado com aqueles colegas que somente querem ouvir os teus problemas para denegrirem o seu nome. Vença orando, jejuando e meditando na Palavra de Deus. Muito pastores já não estão lendo a Bíblia para sua fortaleza espiritual, somente a lêem para pregar e ensinar aos outros, e, muitos estão morrendo de inanição espiritual.
Não podemos nos esquivar de entrarmos na guerra. Temos porem, de fazê-lo sem rodeios, disfarces ou subterfúgios. Vista as vestes que Deus te deu (1Sm 17.39). Vestes de um vencedor; Vestes de um rei e sacerdote de Deus, e guerreia as guerras de Deus, sem ter medo de que alguém te reconheça no meio da multidão...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.