Subscribe:

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

ESTUDO BÍBLICO SENHOR, NÃO QUERO TE SEGUIR VOU VOLTAR A PESCAR...


    ESTUDO BÍBLICO SENHOR, NÃO QUERO TE SEGUIR VOU VOLTAR A PESCAR...
Bem, Pedro e mais alguns discípulos foram pescar! Parece estranho, não é verdade? Veja: “Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Disseram-lhe os outros: Também nós vamos contigo.” (João 21, 3). Por que Pedro foi pescar? Será que temos algo a aprender sobre este curto espaço de tempo que eles passaram?

Para Pedro este era o tempo do fracasso. Não porque Jesus fracassou, mas, porque ele fracassou terrivelmente. Diferente dos outros discípulos que estavam provavelmente decepcionados com Deus, achando que a cruz havia vencido o Senhor, Pedro ao contrário estava desapontado consigo por ter prometido fidelidade a Jesus, mas não ter sido capaz de honrar a sua palavra.

Pedro era um expert em se gabar: “33 Disse-lhe Pedro: Ainda que venhas a ser um tropeço para todos, nunca o serás para mim. 35 Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de nenhum modo te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo.” (Mateus 26, 33.35).

Diz a Palavra: "Maldito o homem que confia no homem...” O mais interessante nesta história é que o Senhor Jesus sabia que Pedro não seria capaz de cumprir com a sua promessa, veja só: “Replicou-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, tu me negarás três vezes.” (Mateus 26, 34).

Jesus sabia das fraquezas de Pedro, mas também do seu potencial. Por isso, assim como faz com cada um de nós, lançou uma promessa sobre a sua vida: “Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” (Mateus 16, 18).

Mesmo Pedro com seus altos e baixos, o Senhor Jesus sabia no homem de Deus que se tornaria se continuasse no processo de forma a permanecer em Jerusalém até receber o selo do Espírito Santo.

Muitas pessoas pecam exatamente neste ponto: elas não conseguem permanecer até receberem a promessa. “E, comendo com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, a qual, disse ele, de mim ouvistes.” (Atos 1, 4).

Três anos se passaram com o Senhor e Pedro nem sequer havia se convertido. Foram três anos vivendo milagres, presenciando curas, vendo as maravilhas de Deus mesmo assim ele ainda não havia se convertido: “...e tu, quando te converteres, fortalece a teus irmãos.” (Lucas 22,33).

Mesmo na Igreja Cristã Contemporânea, muita gente ainda não se converteu e está neste processo de Pedro, antes da sua conversão e recebimento do revestimento do Espírito Santo, por isso veja como foi sua transformação e aplique em sua vida.

Pedro estava se sentindo um lixo, pois havia negado ao Senhor por três vezes. Inclusive, creio que o momento mais crítico foi quando percebeu que o Senhor Jesus sabia que ele estava lhe negando naquele exato momento:

“55 E, quando acenderam fogo no meio do pátio e juntos se assentaram, Pedro tomou lugar entre eles. 56 Entrementes, uma criada, vendo-o assentado perto do fogo, fitando-o, disse: Este também estava com ele. 57 Mas Pedro negava, dizendo: Mulher, não o conheço. 58 Pouco depois, vendo-o outro, disse: Também tu és dos tais. Pedro, porém, protestava: Homem, não sou. 59 E, tendo passado cerca de uma hora, outro afirmava, dizendo: Também este, verdadeiramente, estava com ele, porque também é galileu. 60 Mas Pedro insistia: Homem, não compreendo o que dizes. E logo, estando ele ainda a falar, cantou o galo. 61 Então, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro, e Pedro se lembrou da palavra do Senhor, como lhe dissera: Hoje, três vezes me negarás, antes de cantar o galo. 62 Então, Pedro, saindo dali, chorou amargamente.” (Lucas 22, 55-62).

Pedro estava longe, pois tentava se esconder do que era. Pedro havia sido marcado por Jesus e não tinha como esconder este fato, assim, imagine este episódio: “... estando, ele ainda a falar, cantou o galo. Então, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro, e Pedro se lembrou da palavra do Senhor, como lhe dissera.”

Era o tempo do fracasso de Pedro e por isso ele foi pescar, pois tentava estar de volta ao início. No seu coração batia forte um desejo: “Senhor, estou arrependido e quero novamente voltar ao início de tudo.” Assim, foi ele para o local onde o Senhor lhe avistara pela primeira vez:

“1 Depois disto, tornou Jesus a manifestar-se aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e foi assim que ele se manifestou: 2 estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e mais dois dos seus discípulos. 3 Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Disseram-lhe os outros: Também nós vamos contigo. Saíram, e entraram no barco, e, naquela noite, nada apanharam. 4 Mas, ao clarear da madrugada, estava Jesus na praia; todavia, os discípulos não reconheceram que era ele. 5 Perguntou-lhes Jesus: Filhos, tendes aí alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não. 6 Então, lhes disse: Lançai a rede à direita do barco e achareis. Assim fizeram e já não podiam puxar a rede, tão grande era a quantidade de peixes. 7 Aquele discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: É o Senhor! Simão Pedro, ouvindo que era o Senhor, cingiu-se com sua veste, porque se havia despido, e lançou-se ao mar; 8 mas os outros discípulos vieram no barquinho puxando a rede com os peixes; porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados. 9 Ao saltarem em terra, viram ali umas brasas e, em cima, peixes; e havia também pão. 10 Disse-lhes Jesus: Trazei alguns dos peixes que acabastes de apanhar. 11 Simão Pedro entrou no barco e arrastou a rede para a terra, cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, não obstante serem tantos, a rede não se rompeu.” (João 21, 1-11).

Não sei como está se sentindo agora. Talvez, você tenha cometido milhares de erros nesta caminhada. Talvez, a sua vida esteja marcada por negar o Senhor não apenas por três vezes, mas uma imensidão de negações e esteja se sentindo muito envergonhado até mesmo para tentar se dar uma oportunidade de reencontrar com o Senhor Jesus.

Todavia, quero lhe dizer que Ele lhe espera de braços abertos, assim, como um dia foi Jesus buscar a Pedro na praia para que voltasse para o caminho, hoje Ele lhe trouxe até o site da Igreja Cristã Contemporânea, para conduzi-lo de volta para um lugar que jamais você deveria ter deixado: os seus braços.

Interessante, que a vida de Pedro começou a realmente ser transformada após aquele reencontro, exatamente, porque experimentou o lado mais esplêndido do Senhor: a sua maravilhosa graça através do seu perdão.

Jesus não o culpou. Ele não julgou a Pedro pelos seus erros, simplesmente, o amou lhe conduzindo de volta ao caminho. Hoje você para o Senhor é aquela centésima ovelha que ele buscar:

“Qual, dentre vós, é o homem que, possuindo cem ovelhas e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove e vai em busca da que se perdeu, até encontrá-la? Achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo. E, indo para casa, reúne os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida. Digo-vos que, assim, haverá maior júbilo no céu por um pecador que se arrepende do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.” (Lucas 15, 4-7).

Venha conhecer uma das Igrejas Cristã Contemporânea e experimentar esta maravilhosa graça do Senhor Jesus, porque é um tempo de recomeço em Deus, um tempo de festa por mais um que estava longe e retornou para os braços do verdadeiro pastor Jesus...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.