Subscribe:

sábado, 26 de setembro de 2015

ESTUDO BÍBLICO A INGRATIDÃO DO REI AMAZIAS...


                      ESTUDO BÍBLICO A INGRATIDÃO DO REI AMAZIAS...
II Cro 25. 1 - ERA Amazias da idade de vinte e cinco anos, quando começou a reinar, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Joadã, de Jerusalém.
2 - E fez o que era reto aos olhos do SENHOR, porém não com inteireza de coração.
Amazias era um homem temente a Deus, conhecia sua palavra, obedecia a lei e como rei nos diz a palavra fez o que era reto aos olhos do SENHOR, porém uma coisa lhe faltou; Servir ao Senhor, com inteireza de coração.
O quê significa para nós servirmos o Senhor com inteireza de coração?
A palavra de Deus nos diz no livro do profeta Jeremias 17. 9 - Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá? Em outras palavras como é complementado no livro de Eclesiates 9 : 3 – “O coração dos filhos dos homens está cheio de maldade, e que há desvarios no seu coração enquanto vivem." Nós não podemos de forma alguma servir o senhor com inteireza de coração se deixarmos que em nosso coração haja desvarios ou que nele habite a maldade, pois, podemos dizer que o coração humano, vazio e sem a presença de Deus, é comparado a um animal feroz domesticado. Você pensa que o conhece e que ele não apresenta perigo nenhum, mas quando menos se espera a sua natureza animal e voraz entrará em ação.
Vejamos o quê aconteceu com o rei Amazias na seqüência da leitura:
Vers 3. “Sucedeu que, sendo-lhe o reino já confirmado, matou a seus servos que mataram o rei
seu pai;”
Olha que desvio de personalidade! A palavra não diz quanto tempo exato ele esperou para colocar seu plano em ação, mas nos dá a idéia que manteve seu intento até que seu reino fosse confirmado. Talvez ele pensou: Há! Agora, verdadeiramente sou rei e tudo posso! E tratou rapidamente de tirar do seu coração a maldade que incrustada estava. Talvez pensou: Aqueles homens que mataram meu pai agora vão se ver comigo!
Não é diferente irmãos nos dias de hoje. Quantas pessoas se disfarçam de lobos em peles de ovelhas, para conseguirem o que querem, e depois que conseguem, sua natureza carnal é revelada através de desvarios do seu coração e com isso dão lugar à maldade ali escondida. A exemplos disso na política, candidatos que prometem de tudo um pouco para conseguirem serem eleitos, uma vez alcançados os objetivos, não tem compromisso nenhum com a verdade. Isso se dá em todas as áreas de nossa vida, e não é diferente dentro da igreja. Você pode me perguntar: Isso pode acontecer com irmãos que conhecem a palavra de Deus? Com toda a certeza, assim como aconteceu com o rei Amazias e outros personagens bíblicos, também está acontecendo no seio da igreja e muitos irmãos não estão se atinando. O rei conhecia a lei do senhor, porque diz a palavra no Vers 4 – “Porém não matou os filhos deles; mas fez segundo está escrito na lei, no livro de Moisés, como o SENHOR ordenou, dizendo: Não morrerão os pais pelos filhos, nem os filhos pelos pais; mas cada um morrerá pelo seu pecado.” Ou seja, talvez, a vontade dele era dissipar toda família, mas não o fez, porque mostrava conhecimento da lei de Moisés, temia ele sair deste propósito. Podemos também afirmar que além dele conhecer a Lei, ele também ouvia e obedecia a voz do Senhor, como comprova nos Vers
6 - Também de Israel tomou a soldo cem mil homens valentes, por cem talentos de prata.
7 - Porém um homem de Deus veio a ele, dizendo: Ó rei, não deixes ir contigo o exército de Israel; porque o SENHOR não é com Israel, a saber, com os filhos de Efraim.
8- Se quiseres ir, faze-o assim, esforça-te para a peleja. Deus, porém, te fará cair diante do inimigo; porque força há em Deus para ajudar e para fazer cair.
9 - E disse Amazias ao homem de Deus: Que se fará, pois, dos cem talentos de prata que dei às tropas de Israel? E disse o homem de Deus: Mais tem o SENHOR que te dar do que isso.
10 - Então separou Amazias as tropas que lhe tinham vindo de Efraim, para que se fossem ao seu lugar; pelo que se acendeu a sua ira contra Judá, e voltaram para as suas casas ardendo em ira.
O rei não queria voltar atrás de seu acordo, pois sabia que perderia os cem talentos de prata dado ás tropas de Israel, mas ao mesmo tempo não podia desobedecer a voz do Senhor, pois que valor teria os talentos de prata, se ele caísse na mão do inimigo. Não são poucos irmãos que por não querer perder alguns talentos, tem caído na mão do inimigo e sido alvo de todo tipo de desavença e enfermidade, tem sua vida espiritual fracassada e não sabe porquê, porque dentre muitas coisas que faz que desagrada a Deus a principal não tem guardado sua palavra, e muitos ainda dizem aprouve a Deus passar por tudo isso! Deus! Não tem nenhum compromisso fora de sua palavra. Os irmãos podem pensar eu não me envolveria em nada fora da palavra, pois tenho o temor de Deus na minha vida. Glória a Deus por isto! Mas isto não significa que você sirva a Deus com inteireza de coração. Deus quer nos mostrar em sua palavra hoje, que não pode existir nada em nossa mente e coração que impeça a comunhão perfeita com o Senhor e seu desejo é que estejamos a todo instante ligado na videira. O rei Amazias também preferiu ouvir a palavra do homem de Deus, porque entendeu que mais tinha o Senhor para dar do quê para tirar. O rei usou de sabedoria. Amém! Porém foi traído pela sua vaidade e orgulho vingativo e isso desencadeou a ruína em sua vida. Chegando a ponto de acender a ira de Deus.
14 - E sucedeu que, depois que Amazias veio da matança dos edomitas e trouxe consigo os deuses dos filhos de Seir, tomou-os, por seus deuses, e prostrou-se diante deles, e queimou-lhes incenso.
15 – E acendeu a ira de Deus...
Você pode também ter o título de homem reto aos olhos do Senhor como o escritor do livro de Crônicas escreveu a respeito do rei Ezequias, ou seja, temente a Deus, freqüentador das reuniões, honesto, trabalhador, dizimista, conhecedor da palavra, porém não servir o senhor com inteireza de coração.
O Espírito Santo de Deus, com certeza falará mais a seu coração,porque a obra que o Senhor começou em nós não pode ser perfeita, nem tão pouco alcançará vitória, se não o servirmos com coração puro.
Quantos de nós ora e coloca diante de Deus, como exemplo, o pedido que Davi fez no Sl139.23 - Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
24 - E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.
Olha irmãos a profundidade desta oração, diariamente nossa mente e nosso coração são bombardeado por todo tipo de setas e dardos inflamados do maligno, aves que voam sobre nossa cabeça tentando de todas as formas fazer ninho sobre ela. Amazias continou seu reinado certo que tudo estava bem e não se percebeu que todo seu reinado estava por um fio.
I Pe 5.8 - Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;
Mat 12.35 – “O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más.”
I Pe 2.9 – “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” 
Que Deus na sua infinita misericórdia o abençoe ricamente. Fica a oração de Davi para nossa meditação diária: Sl 51.10 – “Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto”...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.