Subscribe:

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

ESTUDO BÍBLICO AO CAMINHO DO GÓLGOTA...


                                  ESTUDO BÍBLICO AO CAMINHO DO GÓLGOTA...
Marcos 15:22-32
Introdução:
 Antes que o mundo fosse formado Deus colocou um incrível plano em movimento. 
Antes que o sol, a lua as estrelas e os planetas se formassem, antes que Deus fizesse o homem à sua imagem, mesmo antes de haver luz no universo, Deus estava determinado a enviar Seu Filho para morrer pelos pecadores. Ouçam alguns preciosos versículos da Palavra de Deus. 
Apocalipse 13:8
 “E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo”. 
Efésios 1:4,
 “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor."[post_ad]Tito 1:2, "Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos”. 
I Pedro 1:19-20:
 "Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem defeito e sem mácula: Quem, na verdade, foi preordenado antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós."  
Sei que temos muita dificuldade para entender essas verdades, mas o fato é, se você é salvo, você tem estado no coração de Deus desde a muito tempo.
Deus determinou que ele iria salvá-lo em Jesus Cristo, antes de ter formado o mundo. Então, Deus enviou o Seu Filho ao mundo para morrer na cruz para que você fosse salvo. O que Deus formulou na eternidade foi cumprido no tempo! Ouça novamente I Pedro 1:20: "Quem na verdade, foi antes da fundação do mundo, mas manifesto no nestes últimos tempos por amor de vós"
Cada momento da vida de nosso Senhor, desde sua concepção até sua detenção e julgamento, foi projetado para levá-lo para o momento que vamos estudar hoje. Em um sentido muito real, Jesus Cristo nasceu para morrer. Ele veio a este mundo para que pudesse dar a sua vida em resgate do seu povo, para que eles pudessem ser salvos eternamente, Mateus 1:21, Marcos 10:45.
Hoje, vamos seguir o nosso Salvador rumo ao Gólgota. Vamos observar como ele sofreu por nossos pecados. Vamos segui-lo com um sentimento de reverência a um Lugar chamado Gólgota.
Em Marcos 15:22, a Bíblia diz: "E levaram-no ao lugar do Gólgota ... " É terrível, mas glorioso lugar que tem a minha atenção hoje.
Eu quero que você veja alguns fatos sobre um lugar chamado Gólgota esta noite. Minha oração é para que possamos ver Jesus como Ele voluntariamente deu a Sua vida para nos redimir de nossos pecados. A minha oração é para que o pecador perdido possa ver Sua necessidade de um Salvador. É também minha oração para que todos os verdadeiramente redimidos santos de Deus se lembrem do terrível preço que Ele pagou por nós e que possamos sentir o amor de Jesus por nós, mais uma vez. Com a ajuda de Deus, eu quero pregar sobre um lugar chamado Gólgota.
I.  Era um lugar de escolhas. V. 22-23.
Quando os soldados chegaram ao Gólgota com Jesus, ofereceram-lhe "O vinho com mirra" para beber. Esta era uma mistura narcótica. Ela não foi projetada para o conforto do condenado, foi projetada para a conveniência do soldado. Eles não se importavam o quanto Jesus e outros condenados sofriam. Eles ofereceram-lhe a beber, porque mantinha os prisioneiros de lutar enquanto eles os pregavam à cruz. Eles faziam isso para que seu trabalho se tornasse mais fácil. Os presos que estavam drogados não lutavam contra os soldados. Eles não lutavam e gritavam contra a dor de ser pregado na cruz, tanto quanto aqueles que não estavam drogados.  
• Quando a Jesus é oferecido a bebida para adormecer a mente, ele recusa.
 Porque ele fez isso? Jesus veio a este mundo para morrer pelo pecado, João 18:37. Ele veio para beber a última gota da taça da ira do pai, Marcos 14:36; Isaías. 51:17. Ele veio para morrer pelos inocentes, I Pedro 3:18; II Coríntios 5:21. 
Realmente não foram as escolhas de Jesus naquele dia. Ele estava lá para completar o plano do Pai da redenção. Ele estava lá para fazer do Evangelho da graça uma realidade. Ele estava lá para destrancar a porta da salvação e mantê-la aberta para que todos aqueles que querem vir a Jesus, venham e sejam salvos!
 
Jesus queria fazer o que Ele estava prestes a fazer com uma mente clara.
 
Jesus voluntariamente suportou todo o espiritual, físico, mental e emocional das agonias da cruz, sem qualquer alívio.
 Ele desejava sofrer a total medida de punição que merecia. Ele fez isso para mim e eu o louvo por isso. 
Jesus também fez o que fez para cumprir uma profecia antiga. Isaías 53:7-8,
 "Ele foi oprimido, e ele foi humilhado, mas não abriu a boca: ele é levado como um cordeiro para o matadouro, e como uma ovelha muda diante dos seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes: e pela transgressão do meu povo ele foi atingido”. 
Os soldados não forçaram Jesus na cruz.
 Eles não tiveram que segurá-lo no momento em que pregaram os cravos em suas mãos e pés. Eles não tiveram de suportar suas maldições e Seus gritos quando o pregaram na cruz. Não, como o compositor diz: "Ele sofreu tudo isso porque Ele me amou!”
II.  Era um lugar de crucificação. V. 24-28
• A Bíblia é um livro surpreendente. Todos os quatro evangelistas escreveram sobre a crucificação, mas o eventoem si nunca é descrito. O mais importante acontecimento da história da humanidade é simplesmente descrito pelas palavras, “e o crucificaram”. O dia que Deus erguia Sua bandeira do santo amor eterno para os pecadores é reduzido a uma simples frase de três palavras.  
A Bíblia não pode dar-nos muita descrição, mas deixa-nos saber que a crucificação de Jesus na cruz do Calvário foi um evento muito importante. Na verdade, a cruz é a peça central de toda a história. O dia que, Jesus foi crucificado o pecado e Satanás estava derrotado por todos aqueles que creem.
 
• A crucificação é um evento que merece um olhar mais atento.
 A crucificação de Jesus Cristo na cruz é um evento que deve prender os corações dos remidos. Deve encher-nos de louvor e adoração. É um evento que deverá fazer com que o pecador perdido pare e olhe para o céu em admiração e fé em um Deus que amou o pecador perdido o suficiente para permitir que seu Filho morresse de tal forma.  
Isso é algo do que o Senhor Jesus sofreu para salvar os pecadores. Você está salvou? Se você está, deixe a cruz movê-lo para um estado elevado de obediência e amor por ele. Se você não está salvo, oh pecador, venha a Ele hoje e será salvo por Sua graça!
 
• A morte de Jesus de Nazaré e os dois ladrões naquele dia era apenas um negócio usual para os romanos.
 As mortes de três homens judeus nem sequer fez um bip no radar de Roma. Eu quero que você saiba que, enquanto na 
terra não viu o significado do que estava acontecendo naquele dia, a morte de Jesus Cristo foi notícia no Céu!
 
O Pai testemunhou a morte do Filho, e Ele estava satisfeito, Isaías 55:11. A penalidade do pecado havia sido paga para sempre e os pecadores poderiam ser salvos. A crucificação do Senhor Jesus Cristo abriu um caminho para Deus que nunca será fechado. Agora, todos aqueles que vêm a Ele pela fé, confiando na sua morte na cruz e ressurreição dos mortos como a sua única esperança da salvação, estarão eternamente salvos pela graça de Deus. Romanos 10:9; 13. Isso é o que Ele fez para nos redimir de nossos pecados! 
III. Era um lugar de crueldade. V. 24, 29-32
Gosto de pensar que a humanidade é basicamente boa. Mas na verdade é muito diferente! O homem, em seu estado natural, é uma coisa totalmente contaminada, sendo absolutamente corrupto. Entregue a si mesmo, o homem sempre escolhe o caminho do mal. Esse é o ensino de Efésios 2:1-3 e Romanos 3:10-23. 
Não há nenhum bom na humanidade. O homem está irremediavelmente contaminado e irremediavelmente mal. Ele não pode fazer o bem, e ele não pode mudar seu próprio coração. Na verdade, ele não tem nenhum desejo.
 
As profundidades feias da depravação humana foram claramente expostas naquele dia no Calvário.
 A humanidade se encontrou cara a cara com o seu Criador. O homem não se inclinou diante dele. O homem não o adorou. O homem não o glorificou. Quando a humanidade estava cara a cara com o Criador, no Calvário, o homem matou o seu Deus. 
É verdade! Muitas das pessoas no Calvário naquele dia eram pessoas decentes, pelos padrões de outras pessoas. Eles eram bons para os seus vizinhos. Eles pagavam as suas dívidas. Eles viviam a sua vida e sustentavam as suas famílias. Muitos teriam olhado para eles e teria chamado de boas. As chamadas “boas” pessoas assassinaram a Deus quando foi tiveram a chance! Observe como a crueldade do homem foi colocada em exibição em um lugar chamado Gólgota.
 
• A crueldade demonstrada pelos soldados, v. 24
 - Após os soldados pregarem Jesus na cruz, sentaram-se a seus pés e lançaram sortes, para saber o que cada um levaria. Isto foi feito para cumprir as profecias, Salmos 22:18.  
As ações desses homens também demonstra o quão difícil e perverso o coração do homem pode ser. Estes soldados de coração duro estavam com os olhos cegos e ouvidos surdos aos sofrimentos do Senhor Jesus naquele dia.
 
Não havia um pingo de compaixão para com o Senhor Jesus Cristo, naquele dia no Calvário!
 
• A crueldade demonstrada pela multidão que passava. V. 29-30
 - Quando Jesus estava pendurado na cruz do Calvário, havia um grande número de pessoas que se reuniram para vê-lo morrer. A frase "os que passavam"sugere que continuavam a passar. Em outras palavras, não houve trégua na ação. Um após o outro, as pessoas continuavam passando pela cruz de Jesus.  
Quanto a eles, somos informados de que
 "meneavam a cabeça". Nessa sociedade, este era um sinal de desprezo e escárnio. Essas pessoas odiavam Jesus e queriam vê-lo morto! 
Também nos é dito que
 "blasfemava contra ele". A palavra "criticou" significa "blasfemar". Eles repetiam as falsas acusações feitas contra Jesus, dos líderes judeus. Eles zombavam da sua afirmação de que iria ressuscitar dos mortos, v. 29b. Eles zombavam dele alega ser o Salvador do mundo, v. 30. (Lucas 19:10, Marcos 10:45) 
As pessoas que passaram por Jesus naquele dia não estavam preocupadas com Seus sofrimentos. Eles não se importavam que Ele estivesse em grande tormento. Eles não se importavam que ele estivesse morrendo. Tudo o que importava era zombar de como Ele morreu. Essa é a humanidade! Isso é o que as pessoas sem Jesus Cristo realmente gosta. Este é o mesmo espírito que leva as pessoas a ficar na calçada e chamar para que uma pessoa suicida pular de um prédio. Eles são capazes dos atos mais depravados imagináveis! (olhar não mais distante do que a Alemanha nazista e do Holocausto, o genocídio no Sudão, a crueldade do preconceito, etc.)
 
• A crueldade demonstrada pelos sacerdotes, v. 31-32
 - Entre as pessoas que se reuniram naquele dia, estavam os homens que foram responsáveis pela morte de Jesus em primeiro lugar, os principais sacerdotes e escribas. Agora,  
coloque a imagem em sua mente. Jesus foi pregado na cruz e Ele está morrendo. Dois outros homens também foram crucificados e estão pendurados lá em vitupério e agonia.
 
Se havia um grupo de homens em Jerusalém, que deveria ter sido motivado pelo amor, compaixão e preocupação piedosa, deveria ter sido esses homens. Mas, quando passam pela cruz. Eles não oram. Eles não oferecem palavras de conforto e encorajamento. Eles não oferecem expressões de simpatia ou de desculpas.
 
Quando esses homens passam pela cruz, "zombam" de Jesus. A palavra tem a ideia de "brincar com alguém." Em outras palavras, eles fizeram um cruel jogo de passar e ridicularizar a Jesus como Ele morreu. Escarneciam o como Salvador, v. 31. Eles alegaram que ele não foi capaz de salvar outros.
 
O que eles não percebem é que Jesus ficou na cruz, não porque ele não podia sair de lá. Jesus ficou na cruz, porque Ele não iria descer. Ele poderia ter facilmente se salvado naquele dia. Jesus permaneceu na cruz para que pudesse salvar seu povo dos seus pecados!
 
Então, eles têm a audácia de insultar a Jesus, enquanto Ele morre.
 
Eles o ridicularizam dizendo que ele pretende ser o rei de Israel. Eles dizem que se ele descesse da cruz, eles acreditariam. O fato é que nada que Jesus fizesse naquele dia os teria trazido para um lugar de fé. Eles não teriam acreditado em Jesus!
 
Estes homens são a prova evidente de que a religião por si só não tem o poder de fazer os homens santos. A religião deles não ia além de seus corações. Eles sabiam sobre Deus, mas eles não conheciam a Deus. Eles eram religiosos, mas eles estavam perdidos. As pessoas religiosas estão entre as mais depravadas que você vai encontrar. Por quê? Eles
 "têm uma forma de piedade, mas negam a eficácia dela”. Isso os torna capazes de justificar o mais horrível dos crimes em nome de sua religião! (A Inquisição; O Islamismo, etc.) 
• A crueldade demonstrada pelos outros homens Condenados, v. 32
 - Nesse dia no Gólgota, até mesmo os outros homens que estavam morrendo desencadeou o seu ódio e veneno em cima do Senhor Jesus Cristo. Diz-nos o texto que eles o "injuriavam". Esta palavra tem a ideia de "encontrar culpa". Também pode significar "devolver o bem pelo mal”. 
Estes homens morreram provando que não eram nada mais do que pecadores vis, ridicularizando o Salvador que morreu na cruz. Eles estavam demonstrando sua natureza Adâmica até mesmo enquanto morriam. Claro, Lucas diz-nos que um destes homens veio à fé. Deus abriu seus olhos e ele virou-se para Jesus e orou para ser salvo, e Senhor salvou sua alma naquele dia, Lucas 23:39-43.
 
Neste homem, nós vemos o caminho da salvação. Não é por obras. Ele não é por atos religiosos. Não é por ser bom. É pela fé simples em Jesus e Sua obra consumada na cruz. Salvação acontece quando um perdido pecador coloca sua fé no Evangelho da graça, I Coríntios 15:3-4.
 
ü Eu não tenho tempo para me deter sobre esse pensamento, por isso vou apenas mencioná-lo. Você estava representado no Calvário! Havia alguém ali que era igual a você.
 
ü Talvez você seja como aqueles soldados, pensando em ninguém além de si mesmo. Levando tudo o que puder, porque você acha que a vida gira em torno de você.
 
ü Talvez você seja como a multidão, perdido e desfeito sem Deus, mas fechando os olhos e com os ouvidos surdos para o único que pode salvá-lo. Você zomba da salvação e do novo nascimento. Você faz a luz das coisas sagradas. Você realmente acha que a salvação é uma piada.
 
ü Talvez você esteja como os principais sacerdotes e escribas. Você é religioso, mas você está perdido. Você sabe muito sobre Deus, mas você não conhece a Deus. Você é uma pessoa boa e moral. Você é um membro da igreja. Você é um bom vizinho. Você não bebe ou fuma. No entanto, você nunca se curvou diante Jesus e convidou-o para a salvação. Até então, você está perdido em seus pecados!
 
ü Talvez você seja como os dois ladrões; morrendo, mas alheios ao Salvador que está por perto, pronto para salvar. Olhe para Ele hoje, e como o ladrão, chame a Jesus e Ele vai salvar a sua alma e garantir a sua eternidade. Ele vai te livrar do inferno e dar-lhe um lar no céu!
 
ü Você estava lá no dia que Jesus morreu. Você estava lá quando Ele morreu, ou você era um daqueles que zombavam dele quando ele morreu! (Romanos 6:6; Gálatas 2:20)

Conclusão:
 O que os acontecimentos no Gólgota significam para você? Você pode olhar para Jesus morrendo na cruz e regozijar-se na verdade de que Ele estava morrendo por seus pecados? Ou, se você olha para trás naquele dia e diz: É uma boa história, mas não vejo como isso me afeta. 

Os
 eventos que ocorreram naquele dia em um lugar chamado Gólgota são para a sua salvação ou sua condenação, dependendo do que você faz com ele. Se você receber Jesus como seu Salvador, o Calvário torna-se seu lugar de salvação. Se você se recusa a acreditar em Jesus, escolhendo os seus pecados, seus caminhos e sua vontade, então o Calvário se torna o lugar de condenação.

A cruz do Calvário é a linha divisória da humanidade! Em um lado estão os remidos, aqueles que confiaram em Jesus e são salvos por graça. A multidão que está indo para o céu.
 
No outro lado estão aqueles que se recusaram a adorá-lo. Esta é a multidão que está indo para o inferno. Eles estão perdidos!

Se você está do lado dos redimidos, você deve se alegrar porque Deus foi bondoso com você, te chamando para fora do pecado e poupando sua vida por Sua graça.
 
Se você estiver perdido, você deve prestar atenção ao chamado e vir a Jesus hoje. Ele vai te salvar, se você vir a Ele! Não é tarde demais para mudar de lado...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.