Subscribe:

sábado, 15 de agosto de 2015

ESTUDO SOBRE SACERDÓCIO REAL...


                                        ESTUDO SOBRE SACERDÓCIO REAL...
“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; (1 Pedro 2.9)
O sacerdócio real e universal de todos os crentes.
As pessoas, no convívio diário e pelos meios de comunicação, desde a sua infância sofrem constantes pressões emocionais, espirituais, culturais e materiais, resultando em serias falhas de caráter e, assim, gerando crises de identidade.
Quem sou eu, quem somos nós?
Somente Deus Pai do SENHOR Jesus Cristo pode responder esta pergunta, através da sua Palavra, a Bíblia Sagrada, fonte de toda a sabedoria e de toda a verdade.
01. Raça Eleita
"Raça" designa pessoas que procedem da mesma descendência, com vida e hábitos comuns. "Eleita" significa que foi escolhida, separada, predestinada.
Vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia - 1ª 2.10.
Espiritualmente falando, a Igreja do SENHOR que é formada por todos os convertidos, tem uma vida comum, pois, todos os verdadeiros Crentes, salvos pelo SENHOR Jesus são a "Raça eleita", destinada a habitar na pátria celestial com Deus Pai.
Eleitos, segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo, graça e paz vos sejam multiplicadas. Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança, mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, sem mácula, imarcescível, reservada nos céus para vós outros que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo- 1ª Pedro 1.2-5 (Efésios 1.3-7).
Eu pertenço a Raça Eleita?
02. Sacerdócio Real
Os Pastores das Igrejas locais exercem sacerdócio pela sua vida e pela vida de suas ovelhas (Efésios 4.11; João 10.12), porém, todos os Crentes são chamados a exercer um sacerdócio real, oferecendo sua vida como um sacrifício santo e agradável a Deus Pai, por meio de Jesus Cristo, o Sumo Sacerdote (Hebreus 4.14). Somos chamados ao exercício de um sacerdócio real, pois, Cristo é nosso o Sumo Sacerdote e Rei.
O sacerdote, no Antigo Testamento, oferecia sacrifícios pelo povo e intercedia por eles; Jesus veio e ofereceu a Si mesmo, na cruz do Calvário, como sacrifício, vivo, santo e agradável a Deus para nos livrar da condenação eterna; também intercedeu por todos (Isaías 53.12; Lucas 23.24; João 17.20-21).
Hoje, temos a Jesus Rei como nosso Sumo sacerdote, entretanto devemos exercer sacerdócio por nossas vidas:Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus - Romanos 12.1-2.
Conforme Romanos 5.17, exercemos em vida este sacerdócio real e no Livro de Apocalipse 1.5-6; 5.9-10 e 22.5 temos a promessa de um sacerdócio real na vida eterna.
Estou exercendo o sacerdócio real na minha vida?
03. Nação Santa
"Nação" significa País ou Reino, formado por um conjunto de indivíduos habituados aos mesmos usos, costumes, língua e que se são governados por leis próprias. "Santa" significa pura, perfeita, separada para Deus, que vive em obediência a Lei de Deus. Conforme a Bíblia, Deus diz que somos uma Nação Santa, portanto diferente das demais nações.
Uma Nação Santa, um Rei, um Governo e um Povo diferentes. Estamos no mundo, mas não somos do mundo, pois o mundo jaz no maligno; somos chamados para fazermos a diferença no mundo.
Uma nação é caracterizada pelos seus usos, costumes, idioma e pelas suas próprias leis que a governam. Nós, os Crentes Cristãos, somos a Nação Santa, portanto necessitamos estar atentos para que as "nações do mundo" (outras práticas espirituais) não interfiram ou infiltrem-se na Família de Deus e nem provoquem alterações no nosso modo de vida.
Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo - 1ª Pedro 1.14-16.
A verdadeira cidadania é caracterizada pela obediência às Leis que regem a nação e seu povo.
Pertenço de fato a Nação Santa, tenho obedecido as Leis de Deus descritas na Bíblia?
04. Propriedade Exclusiva de Deus
Deus chamou uma nação de escravos e libertou-os para ser a sua Propriedade exclusiva, Ele não compartilha o seu Governo com poderes escravagistas. Portanto, este povo possuído por Deus deve ser santo e agradável em todo o seu procedimento, ao posso que os estrangeiros são possuídos por espíritos da maldade para praticarem o que é mau e desagradável a Deus.
Deus não aceita que a sua Igreja seja habitação de demônios: Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo - 2 Coríntios 6.16.
Será que Deus tem sido de fato, o dono exclusivo da minha vida?
Conclusão
Quem sou eu, quem somos nós?
Raça eleita?
Sacerdócio real?
Nação santa?
Propriedade exclusiva de Deus?
Por que Deus tomou um povinho (v. 10) para si e transformou nesta realeza?
A fim de que cada Crente proclame as virtudes (Gálatas 5.22-23) de Deus em Jesus Cristo, o único que tem poder para arrancar o incrédulo das trevas para a sua maravilhosa luz (v.9).
Amados, exorto-vos, como peregrinos e forasteiros que sois, a vos absterdes das paixões carnais, que fazem guerra contra a alma, mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios (incrédulos), para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação - v.11-12.
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.