Subscribe:

quinta-feira, 23 de julho de 2015

MISERICÓRDIA...


                                                     MISERICÓRDIA...
A palavra misericórdia aparece na Bíblia cerca de cento e sessenta e seis vezes, mais vinte e sete no plural; misericórdias, com dezenove vezes misericordioso e quatro misericordiosos.perfazendo um total de duzentas e dezesseis vezes, obs; isso no português.
         É interessante notar que a maioria das referencias Bíblicas é atribuída a misericórdia de Deus para com a humanidade, logo percebemos o quanto o ser humano é carente de Deus.

I O significado da palavra no português:

Misericórdia sf. Compaixão suscitada pela miséria, pela dor alheia, (logo encontramos o vocábulo compaixão).
Compaixão sf. Pesar que nos desperta a desgraça, a dor de outrem; dó, comiseração, piedade. ( minidicionário Aurélio ).

Misericórdia sf. Compaixão despertada pela miséria alheia; perdão; instituição de piedade e caridade. Interj; grito de quem pede compaixão.
Misericordioso, adj. Que tem misericórdia; compassivo, compaixão, sf. Piedade, dó, comiseração, pena, sentimento de humanidade. (dicionário Silveira Bueno – e.d.p.).

II – o significado da palavra no Hebraico:

Misericórdia – A substantivo - hesed (transliterado) “benignidade, amor firme, graça, misericórdia, fidelidade, bondade, devoção”.
         É identificado três significados básicos, que interagem: “força”, “firmeza” e “amor”. A palavra diz respeito principalmente aos direitos e obrigações mútuos e recíprocos entre as partes(Jeová e Israel). O termo hesed, implica envolvimento e compromisso pessoais numa relação além das normas da lei.
         O amor matrimonial está relacionado com hesed. Oséias aplica a analogia ao hesed de Jeová por Israel dentro do concerto (Os 2.21).
         Usado no plural “misericórdias”, “benignidades” ou “fidelidades” de Deus são Seus atos concretos e específicos de redenção na realização de Sua promessa (Is 55.3) “porque convosco farei um concerto perpétuo, dando-vos as firmes beneficências de Davi”.
         Hesed tem tanto deus quanto o homem como sujeito. Quando é o homem o sujeito, descreve generosidade ou lealdade a outrem “ e disse-lhe Davi [...] usarei contigo [Mefibosete] de beneficência por amor de Jonatas, teu pai”.(2Sm 9.7). raramente o termo é aplicado explicitamente ao afeto ou fidelidade do homem para com Deus. O exemplo mais claro provavelmente é (Jr 2.2): “vai e clama aos ouvidos de Jerusalém dizendo: assim diz o Senhor: lembro-me de ti,da beneficência da tua mocidade e do amor dos teus desposórios, quando andavas após mim no deserto”.
          O termo hesed caracteriza uma vida de santificação dentro do concerto.(Os 6.6) declara que Deus deseja “misericórdia[amor firme] e não sacrifício” ou seja; vida fiel além de adoração.(Mq 6.8) hesed: “Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e[...]ames a “beneficência”.
         Deus como sujeito,vemos então o hesed de Deus, a misericórdia é oferecida ao Seu povo que necessita de redenção do pecado, inimigos e dificuldades (Êx 34.6; Ne 9.17;Sl 103.8; Jn 4.2). toda a historia de relação de concerto de Jeová com Israel pode ser resumida em termos de hesed.

“emet” “fidelidade” é uma palavra associada com ‘hesed’ “confiabilidade”: “preservem-se a sinceridade (hesed) e a retidão(emet)”, (Sl 25.21,ARA). O termo “´emûnãh” com significado semelhante também é comum: “lembrou-se da sua benegnidade(hesed) e da sua verdade(´emûnãh) para com a casa de Israel”.

B – Adjetivo . hãsîd: “santo, piedoso, devoto, fiel, justo, religioso”. É derivado de hesed, usado para descrever o israelita fiel (Sl12.1: “salva-nos Senhor, porque faltam os homens benignos; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens”.

III – O significado no Grego:

A – Substantivos:
1.     Eleos; presume necessidade por parte de quem a recebe, e recursos adequados para satisfazer a necessidade daquele que a mostra. (1) Deus, rico em misericórdia (Ef 2.4). proveu salvação para toda a humanidade (Tt 3.5) para Judeus(Lc 1.72), para gentios (Rm 15.9) aos que o temem(Lc 1.50). oração em busca de misericórdia (Hb 4.16). (2) A busca de misericórdia de uns para com os outros (Gl 6.16; 1Tm 1.2; Mt 9.13;12.7;23.23; lc 10.37; Tg 2.13).
Observação: sempre que as palavras misericórdias e paz são encontradas juntas, aparecem nessa ordem, exceto em Gl 6.16.
         Misericórdia é o ato de Deus, paz é a experiência resultante no coração do homem. Graça descreve a atitude de Deus para com o transgressor de lei e o rebelde. Misericórdia é a Sua atitude para com os que estão em angustia.

2.     Oiktirmos: “piedade, compaixão pelas adversidades dos outros” usado cerca de (1) Deus ‘pai das misericordias’(2 Co 1.3); no culto racional, as ‘Suas misericordias’ são a base para apresentar os corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. (Rm 12.1).
(2) os homens, crentes, devem sentir e mostrar compaixão uns pelos outros (Fp 2.1; Cl 3.12; nas duas passagens a palavra é precedida de “entranháveis afetos”, na primeira e “entranhas”, na última).

3.     Splanchnon: “afetos, entranhas, o coração”, sempre no plural no Novo Testamento. Referencia aos ‘sentimentos de favor, generosidade, boa vontade, boa disposição, piedade’(Fp 2.1).

B – verbos:
1.     Eleeõ significa: ‘sentir simpatia ou compaixão pela miséria dos outros’ e sobretudo, a simpatia ou compaixão manifestada no ato.

Na voz ativa: ‘ter piedade ou misericórdia de, mostrar misericórdia por’...(Mt 9.27; 15,22; 17.15; 18.33,20,30.31; três vezes em Marcos, quatro em Lucas; Rm 9.15,16,18; 11.32; 12.8; Fp 2.27; Jd 22.23).

Na voz passiva: ‘ter piedade ou misericórdia mostrada por alguém, obter misericórdia’ (Mt 5.7;Rm 11.30,31; ICo 7.25; 2Co 4.1; 1Tm 1.13,16; 1Pe 2.10).

2.     Oikteirõ: ‘ter piedade de (derivado de Oiktos, ‘piedade’; oi, exclamação = “Oh!”, Rm 9.15(duas vezes).

Obs: na septuaginta é citado que a ‘misericórdia’ e compaixão mostradas por Deus não são determinadas por nada exterior aos Seus atributos. (Êx 33.19). o verbo Oikteirõ é mais forte que o verbo Eleeõ.

3.      Hilaskomai em grego profano: ‘ conciliar, satisfazer, aplacar, propiciar, fazer os deuses serem reconciliados’, no Novo Testamento nunca significa conciliar Deus; significa: (a) ‘ser propício,misericordioso’(Lc18.13. oração do publicano) , (2) ‘expiar, fazer propiciação por’(Hb 2.17).

C – Adjetivos:
1.    Eleemõn ‘misericordioso’, não simplesmente dotado de piedade, mas ativamente compassivo, é usado acerca de Jesus como Sumo Sacerdote Hb 2.17, e daqueles que são como Deus (Mt 5.7; Lc 6.35; 6.36, deve-se ler ‘filhos’ representam as características que se assemelham ás do Pai.
2.    Oiktirmõn ‘ que inspira piedade ou comiseração, compassivo pelas adversidades dos outros’, usado duas vezes em Lc 6.36 (misericordioso) dito do caráter de Deus expresso no Seu povo; tg 5.11.
3.    Hileôs‘ propício, misericordioso’ a qualidade expressa ali pertence essencialmente a Deus a despeito do homem ser indigno dela. Só usado acerca de Deus (Hb 8.12); em Mt 16.22; “Senhor tem compaixão de ti”, literalmente “sê propício a ti”. Contraste com a Septuaginta em 2Sm 20.20;23.17.
4.    Aneleos ou Anileõs “desapiedado,impiedoso,desumano,implacável”, ocorre em Tg 2.13, dito do julgamento daquele que não mostra ‘misericórdia’.
 O estudo teológico trás a misericórdia de Deus como um de Seus atributos morais, que é gratuita... “as causas de não sermos consumidos...” Lm 3.22.
         A Graça vê os pecadores condenados em suas culpas, já a misericórdia de Deus, os vê miseráveis e necessitados.
         No Judaísmo existe uma crença, que Miguel executor dos Juízos de Deus, nas suas costas possui apenas uma asa, enquanto Gabriel, executor da misericórdia, possui duas asas potentes. Por isso voa mais rápido, ou seja; Deus se apressa em ser misericordioso do que em levar a juízo o homem, mas se rejeitada essa misericórdia, mas tarde será julgado e castigado...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.