Subscribe:

domingo, 26 de julho de 2015

JESUS E A FIGUEIRA...


                                                        
E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela, e não achou nela senão folhas. E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente. Mateus 21:19
Muitos vivem atrás de figueiras sem frutos a espera de que um dia nasça ali um figo para servir como alimento. Como o ser humano é acomodado naquilo que convém, muitas das vezes opta por ficar ao lado de uma árvore infrutífera só para não perder a sombra dos seus galhos secos.
Porém o exemplo que Cristo nos passa é muito interessante, pois afinal Ele sendo o próprio Deus, o Messias que transforma água em vinho, multiplica pães e peixes, bem que poderia dar um novo fôlego de vida a tal figueira. Mas não foi isso o que aconteceu. Na minha lógica vejo que a mensagem que Cristo quer nos passar aqui vai muito mais além dos frutos de um cristão, e sim, é na verdade uma comparação com a igreja que temos hoje. Talvez você se pergunte, porque? eu lhe respondo: se acompanharmos a história vemos a forma com a qual igreja se estabeleceu. Grandes e corajosos homens de Deus: Paulo, Pedro, João, Lutero e assim por diante. Estes e outros foram figueiras muito frutíferas, foram o inicio de uma obra que acima de tudo tem como objetivo não acumular frutos para si, e sim alimentar os famintos. Mas assim como a maioria das árvores, o tempo vai pesando e estas vão aos poucos morrendo. Os frutos já não tem mais o mesmo sabor, e com o andar da carruagem nem frutos mais essas árvores produzem.
Assim estamos nós como igreja. Construindo contos para alimentar a nossa própria crendice. Árvores que a cada dia estão mais secas. A questão que preocupa é quando não há mais nenhum fruto na figueira, pois ai vemos o que Cristo disse:”Nunca mais nasça fruto de ti”. Tendo em vista que quando um cristão não produz mais nada, só resta uma coisa a fazer com ela… queimar no fogo!
Não quero ser sensacionalista. Eu não sei em baixo de qual figueira você esta, e também não sei que tipo de figueira você é. Mas por mais que você esteja secando aos poucos, saiba que ainda há como você voltar a ser frutífero, basta seguir os passos de Jesus Cristo. Talvez você não produza mais porque esta aguardando que a figueira na qual você espera lhe de alguma coisa. Saiba que o tempo é precioso, não perca tempo, seja você a figueira que Jesus quer...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.