Subscribe:

domingo, 12 de julho de 2015

ESTUDO SOBRE O OLHAR DE JESUS...


                                           ESTUDO SOBRE O OLHAR DE JESUS...
O olhar é uma das características mais lindas do ser humano. Através do olhar demonstramos amor, compaixão, alegria. Mas também, com o mesmo olhar, demonstramos ódio, raiva, angústia, dor. É por isso que muitas pessoas dizem que “os olhos são o espelho da alma”, pois eles refletem muito bem o que estamos sentindo em nosso interior.
Às vezes, quando medito nas palavras de Jesus e naquilo que Ele fez, fico imaginando como seria o olhar Dele. Sei que, ao contrário do que muitos pensam, Jesus não fica nos olhando para encontrar defeitos e ver as coisas erradas que fazemos. Não. A Bíblia diz em 2 Crônicas 16:9 que o olhar do Senhor não é de acusação, mas de bondade e misericórdia:
"Porque, quanto ao Senhor, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele".
No livro de Marcos, no Novo Testamento, encontramos muitas passagens que falam sobre o olhar de Jesus. Alguns estudiosos da Bíblia afirmam que grande parte das informações contidas neste livro foram dadas por Pedro, que conhecia muito bem o olhar de Jesus. Por isso, quero compartilhar com você algumas passagens que comprovam isso:

O OLHAR DE JESUS É ACOLHEDOR
O olhar de Jesus é aquele que nos acolhe, abraça, traz para perto, familiariza. Veja:
"Então chegaram a mãe e os irmãos de Jesus. Ficando do lado de fora, mandaram alguém chamá-lo. Havia muita gente assentada ao seu redor; e lhe disseram: ‘Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e te procuram’.’Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?’, perguntou ele. Então olhou para os que estavam assentados ao seu redor e disse: ‘Aqui estão minha mãe e meus irmãos! Quem faz a vontade de Deus, este é meu irmão, minha irmã e minha mãe’" (Marcos 3:31-35). 
Jesus olhou para aquelas pessoas e os chamou de "meus irmãos e minha mãe". Como é maravilhoso saber que todos que fazem a vontade de Deus são considerados seus familiares íntimos. Você já faz parte da família de Cristo? Se ainda não sabe, leia: O plano de Deus para sua salvação

O OLHAR DE JESUS É COMPREENSIVO
Em outra passagem do livro de Marcos, há um momento em que Jesus fala sobre como seria sua morte e ressurreição:
"Disse-lhes Jesus: "Vocês todos me abandonarão. Pois está escrito: ‘Ferirei o pastor, e as ovelhas serão dispersas’. Mas, depois de ressuscitar, irei adiante de vocês para a Galiléia". Pedro declarou: "Ainda que todos te abandonem, eu não te abandonarei!" Respondeu Jesus: "Asseguro-lhe que ainda hoje, esta noite, antes que duas vezes cante o galo, três vezes você me negará". Mas Pedro insistia ainda mais: "Mesmo que seja preciso que eu morra contigo, nunca te negarei". E todos os outros disseram o mesmo" (Marcos 14:27-31)
Nós sabemos que, apesar de prometer que nunca negaria a Cristo, Pedro ficou com medo de morrer ao ser reconhecido como seu discípulo e por três vezes O negou. Depois disso, ele foi tomado por sentimentos de angústia, remorso e culpa. Naquele momento em que o galo cantou, seu olhar encontrou o de Jesus e ele foi muito impactado. Veja:
"O Senhor voltou-se e olhou diretamente para Pedro. Então Pedro se lembrou da palavra que o Senhor lhe tinha dito: "Antes que o galo cante hoje, você me negará três vezes". Saindo dali, chorou amargamente" (Lucas 22:61,62).
Essa troca de olhares foi marcante para Pedro e fez ele repensar sua atitude. O olhar de Jesus nos confronta, nos faz enxergar quem realmente somos, e ao mesmo tempo nos mostra o quanto somos amados por Ele.

O OLHAR DE JESUS BUSCA CORAÇÕES COM FÉ

No capítulo 5, temos o episódio da cura da mulher que sofria há anos com um fluxo de sangue. Veja:
"Jesus foi com ele. Uma grande multidão o seguia e o comprimia. E estava ali certa mulher que havia doze anos vinha sofrendo de uma hemorragia. Ela padecera muito sob o cuidado de vários médicos e gastara tudo o que tinha, mas, em vez de melhorar, piorava. Quando ouviu falar de Jesus, chegou-se por trás dele, no meio da multidão, e tocou em seu manto, porque pensava: ‘Se eu tão-somente tocar em seu manto, ficarei curada’. Imediatamente cessou sua hemorragia e ela sentiu em seu corpo que estava livre do seu sofrimento. No mesmo instante, Jesus percebeu que dele havia saído poder, virou-se para a multidão e perguntou: ‘Quem tocou em meu manto?’. Responderam os seus discípulos: ‘Vês a multidão aglomerada ao teu redor e ainda perguntas: ‘Quem tocou em mim?’. Mas Jesus continuou olhando ao seu redor para ver quem tinha feito aquilo. Então a mulher, sabendo o que lhe tinha acontecido, aproximou-se, prostrou-se aos seus pés e, tremendo de medo, contou-lhe toda a verdade. Então ele lhe disse: ‘Filha, a sua fé a curou! Vá em paz e fique livre do seu sofrimento’" (Marcos 5:24-34).
Perceba nesta passagem que uma multidão estava ao redor de Jesus e tocavam Nele. Certamente elas tinham necessidades, doenças e precisavam de um milagre, mas não receberam o que precisavam, pois lhes faltou fé. Quando Jesus perguntou "Quem me tocou?", ele ficou olhando ao redor para ver quem havia feito isso. Na verdade, Ele já sabia quem tinha tocado suas vestes, mas era preciso que aquela mulher soubesse disso. O olhar de Jesus continua o mesmo até hoje. Ele se compadece do sofrimento de todas as pessoas, mas Ele precisam que elas creiam Nele, para que o Seu poder seja liberado.

O OLHAR DE JESUS É CHEIO DE COMPAIXÃO
Veja agora o relato no capítulo 3 de Marcos:
"Noutra ocasião ele entrou na sinagoga, e estava ali um homem com uma das mãos atrofiada. Alguns deles estavam procurando um motivo para acusar Jesus; por isso o observavam atentamente, para ver se ele iria curá-lo no sábado. Jesus disse ao homem da mão atrofiada: ‘Levante-se e venha para o meio’. Depois Jesus lhes perguntou: ‘O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar a vida ou matar?’ Mas eles permaneceram em silêncio. Irado, olhou para os que estavam à sua volta e, profundamente entristecido por causa dos seus corações endurecidos, disse ao homem: ‘Estenda a mão’. Ele a estendeu, e ela foi restaurada. Então os fariseus saíram e começaram a conspirar com os herodianos contra Jesus, sobre como poderiam matá-lo" (Marcos 3:1-6).
Um homem com a mão ressequida (seca, sem circulação de sangue) participava dessa reunião. A Bíblia mostra que aquele homem tentou se esconder e esconder a sua deformidade, mas o mais maravilhoso de tudo é que Jesus pode ver até o que escondemos. Ele chamou aquele homem para o meio de todos. Porém, aquele dia era sábado e os religiosos diziam que não era permitido fazer muitas coisas, inclusive curar.
Mas Jesus desceu do Céu para mudar isso! Ele olhou ao redor, triste com coração duro daqueles religiosos que estavam ali apenas por causa de uma doutrina criada por homens e não por Deus. Eles não entendiam o que era misericórdia, e isso irritou o Senhor. Nessa passagem, entendemos que o olhar de Jesus possui compaixão, mas também indignação. Com qual deles você quer que Ele olhe para você? 
OLHE PARA JESUS
Muitas vezes nós até ouvimos a Palavra de Deus, mas não permitimos que Ele olhe dentro dos nossos olhos. Quem sabe você esteja passando um momento delicado em sua vida, então, este é o momento de você olhar para Cristo. Como aprendemos nessa mensagem, o olhar do Senhor é tudo o que precisamos! A Palavra diz: 
"Nada, em toda a criação, está oculto aos olhos de Deus. Tudo está descoberto e exposto diante dos olhos daquele a quem havemos de prestar contas. Portanto, visto que temos um grande sumo sacerdote que adentrou os céus, Jesus, o Filho de Deus, apeguemo-nos com toda a firmeza à fé que professamos, pois não temos um sumo sacerdote que não possa compadecer-se das nossas fraquezas, mas sim alguém que, como nós, passou por todo tipo de tentação, porém, sem pecado. Assim sendo, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade" (Hebreus 4:13-16).
Então, sejam quais forem as circunstâncias, lembre-se: os olhos do Senhor estão sobre você e Ele não quer te condenar. Ele quer te salvar, e por isso Jesus morreu na cruz pelos seus pecados, para que hoje você fosse perdoado e livre de toda prisão espiritual...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.




0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.