Subscribe:

segunda-feira, 8 de junho de 2015

SERMÃO QUANDO FALTA O PÃO...


                                                 SERMÃO QUANDO FALTA O PÃO...
                                                         Rute Cap. 1 Versículo 1 ao 6
I – INTRODUÇÃO: A presença de Deus tem deixado de ser prioridade na Igreja Moderna. Estamos com padarias abertas, mas não tem pão. Apenas gostamos do bate-papo ao redor dos fornos frios (sem fogo, ou quando há fogo, é um fogo estranho). Em alguns lugares, as pessoas ficam olhando, recolhendo e comendo as migalhas que sobram do passado.
                    No dia em que Jesus entrou triunfantemente em Jerusalém, com certeza, Ele passou em frente ao Templo construído por Herodes, os fariseus ficaram indignados com o barulho das pessoas, pois perturbou o seu culto religioso dentro do Templo onde Deus não estava presente, mas sim lá fora. Lá dentro eles oravam pedindo o Messias, no entanto, Ele passava do lado de fora.
                    Por que as pessoas deixam a Casa do Pão?
II – NÃO HAVIA MAIS PÃO NA CASA: Noemi, seu marido e seus dois filhos saíram e casa e foram para Moabe, porque havia fome em Belém. O significado do nome em hebraico é CASA DO PÃO. A razão porque eles deixaram à casa do pão era que não havia mais pão.
                    O pão era parte das práticas do Templo, era prova da presença do Senhor: o pão da proposição, o pão da presença de Deus (Números 4:7). A melhor tradução para pão da proposição seria “pão da manifestação”. Um símbolo da presença de Deus. Será que temos a presença de Deus em nossas vidas? (Veja o exemplo da figueira estéril – “Ele vendo de longe uma figueira com folhas, foi ver se nela... havia frutos” – Mc. 11:13).
                    Camuflamos nosso vazio assim como faziam os religiosos nos dias de Jesus, mantendo o véu no lugar tradicional, mesmo não estando à Arca da Aliança por detrás dele. Deus precisa rasgar também o véu de nossas carnes e mostrar o nosso interior vazio, só assim Ele poderá nos encher. Ele poderá nos dar o PÃO DA VIDA.
III – EM MOABE ELES PROCURARAM PÃO, MAS MOABE NÃO É O LUGAR DO PÃO: A escassez de alimento levou Elimeleque e sua família mudarem-se para onde, aparentemente, houvesse alimento, é de presumir, havia razoável suprimento para as necessidades básicas da vida.
                    O vs. 1 nos diz que esta narrativa aconteceu nos dias dos Juízes, provavelmente nos dias de Gideão. Em comparação com o livro de Juízes, podemos entender porque havia falta da pão (O povo fazia o que era mau aos olhos do Senhor...). A fome era um dos instrumentos de julgamento nas mãos de Deus; e os eventos gerais quanto pessoais, com freqüência são determinados por algum modo de julgamento do pecado.
                    Significado dos 4 nomes:
ELIMELEQUE: Meu Deus é Rei;
NOEMI: A feliz ou querida;
MALOM: Enfermidade;
QUILIOM: fraqueza ou debilidade (dependendo da tradução);
IV – A VIDA SEM DEUS É UM GRANDE ENGANO: Noemi perdeu seu marido, seus dois filhos e também o seu nome, pois passou a se chamar Mara (Rute 1:20). Sem Deus, perdemos tudo, inclusive a VIDA. Moabe é um lugar cruel. Moabe furtará tudo o que você tiver.
V – UM RUMOR (notícia) CHEGOU EM MOABE: ...”Ouviu que o Senhor se lembrara do seu povo, dando-lhe pão.” Retornar é a idéia chave aqui. Retornar a alegria; retornar a casa; retornar à esposa; retornar aos pais; retornar aos filhos e principalmente, retornar a Deus.
                    Existe um murmúrio que percorre cada comunidade, aldeia e cidade do mundo. Desce pelas encostas, pelas montanhas e lugares onde os homens habitam. É o murmúrio dos famintos. Se somente um deles ouvisse um boato de que o Pão está de volta à Casa do Pão, a noticia se espalharia como uma onda de eletricidade, na velocidade da luz. As novidades sobre o Pão correriam de casa em casa, de um lugar para outro instantaneamente. Nossas igrejas não conseguirão comportar todos os famintos do mundo. Para isso ocorrer é só pedirmos a Deus que retorne o Seu Pão às nossas vidas.
VI – CONCLUSÃO: Duas coisas acontecem quando o Pão da presença de Deus é restaurado na Igreja. Noemi foi a pródiga que deixou a Casa do Pão quando a mesa ficou vazia. Entretanto, quando ouviu que Deus havia restaurado o Pão em Belém, a Casa do Pão, rapidamente retornou. OS PRÓDIGOS VOLTARÃO DE MOABE, QUANDO SOUBEREM QUE O PÃO ESTÁ DE VOLTA EM CASA E NÃO VOLTARÃO SOZINHOS. Noemi voltou à Casa do Pão acompanhada de Rute, que nunca havia estado lá antes. Aqueles que nunca vieram, virão...
Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.