Subscribe:

sábado, 20 de dezembro de 2014

SOMENTE JESUS PODE MUDAR ESSA SITUAÇÃO...


                                     SOMENTE JESUS PODE MUDAR ESSA SITUAÇÃO...
Esta mensagem foi revelada por DEUS no ano de 2014 e transformou minha vida. A área da vida dos jovens que é mais afetada por desilusão, frustração e até pela fraqueza espiritual é a SENTIMENTAL.

Conheço casos de “crianças” de apenas 15 anos que já sofreram em relacionamentos e perderam a esperança e até a própria fé, a ponto de dizerem que não queriam mais saber de casamento. Mas a Palavra de DEUS possui recursos para tudo, inclusive sobre a questão casamento. Aliás, a Bíblia deixa clara a promessa de salvação para toda a família (“E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” - Atos 16:31).

DEUS se preocupa com nossa família desde que ainda Somos (ou éramos) solteiros. Por isso ELE quer que Alcancemos a Terra Prometida com segurança e saúde e pra chegar lá...

O SOFRIMENTO É OPCIONAL!

Leia esta passagem bíblica e medite na revelação de DEUS sobre a Vida Sentimental... e SEJA FELIZ!
Êxodo cap. 14
“Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Fala aos filhos de Israel que voltem, e que se acampem diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante de Baal-Zefom; em frente dele assentareis o campo junto ao mar.
Então Faraó dirá dos filhos de Israel: Estão embaraçados na terra, o deserto os encerrou.
E eu endurecerei o coração de Faraó, para que os persiga, e serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, e saberão os egípcios que eu sou o SENHOR. E eles fizeram assim.
Sendo, pois, anunciado ao rei do Egito que o povo fugia, mudou-se o coração de Faraó e dos seus servos contra o povo, e disseram: Por que fizemos isso, havendo deixado ir a Israel, para que não nos sirva?
E aprontou o seu carro, e tomou consigo o seu povo;
E tomou seiscentos carros escolhidos, e todos os carros do Egito, e os capitães sobre eles todos.
Porque o SENHOR endureceu o coração de Faraó, rei do Egito, para que perseguisse aos filhos de Israel; porém os filhos de Israel saíram com alta mão.
E os egípcios perseguiram-nos, todos os cavalos e carros de Faraó, e os seus cavaleiros e o seu exército, e alcançaram-nos acampados junto ao mar, perto de Pi-Hairote, diante de Baal-Zefom.
E aproximando Faraó, os filhos de Israel levantaram seus olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então os filhos de Israel clamaram ao SENHOR.
E disseram a Moisés: Não havia sepulcros no Egito, para nos tirar de lá, para que morramos neste deserto? Por que nos fizeste isto, fazendo-nos sair do Egito?
Não é esta a palavra que te falamos no Egito, dizendo: Deixa-nos, que sirvamos aos egípcios? Pois que melhor nos fora servir aos egípcios, do que morrermos no deserto.
Moisés, porém, disse ao povo: Não temais; estai quietos, e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará; porque aos egípcios, que hoje vistes, nunca mais os tornareis a ver.
O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis.
Então disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.
E tu, levanta a tua vara, e estende a tua mão sobre o mar, e fende-o, para que os filhos de Israel passem pelo meio do mar em seco.
E eis que endurecerei o coração dos egípcios, e estes entrarão atrás deles; e eu serei glorificado em Faraó e em todo o seu exército, nos seus carros e nos seus cavaleiros,
E os egípcios saberão que eu sou o SENHOR, quando for glorificado em Faraó, nos seus carros e nos seus cavaleiros.
E o anjo de Deus, que ia diante do exército de Israel, se retirou, e ia atrás deles; também a coluna de nuvem se retirou de diante deles, e se pôs atrás deles.
E ia entre o campo dos egípcios e o campo de Israel; e a nuvem era trevas para aqueles, e para estes clareava a noite; de maneira que em toda a noite não se aproximou um do outro.
Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
E os filhos de Israel entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda.
E os egípcios os seguiram, e entraram atrás deles todos os cavalos de Faraó, os seus carros e os seus cavaleiros, até ao meio do mar.
E aconteceu que, na vigília daquela manhã, o SENHOR, na coluna do fogo e da nuvem, viu o campo dos egípcios; e alvoroçou o campo dos egípcios.
E tirou-lhes as rodas dos seus carros, e dificultosamente os governavam. Então disseram os egípcios: Fujamos da face de Israel, porque o SENHOR por eles peleja contra os egípcios.
E disse o SENHOR a Moisés: Estende a tua mão sobre o mar, para que as águas tornem sobre os egípcios, sobre os seus carros e sobre os seus cavaleiros.
Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o mar retornou a sua força ao amanhecer, e os egípcios, ao fugirem, foram de encontro a ele, e o SENHOR derrubou os egípcios no meio do mar,
Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nenhum deles ficou.
Mas os filhos de Israel foram pelo meio do mar seco; e as águas foram-lhes como muro à sua mão direita e à sua esquerda.
Assim o SENHOR salvou Israel naquele dia da mão dos egípcios; e Israel viu os egípcios mortos na praia do mar.
E viu Israel a grande mão que o SENHOR mostrara aos egípcios; e temeu o povo ao SENHOR, e creu no SENHOR e em Moisés, seu servo.”
 1º - Vivíamos no Egito
Egito: Tempo de infância. Estávamos “presos” a um mundo “irreal” onde o “exército” de brinquedos, contos de fadas, imaginações e fantasias eram aquilo que nos mantinham cativos nesse “mundo infantil”.
 2º - A travessia do Mar Vermelho
Mar Vermelho: Período da “travessia” da vida infantil para a adolescência.
Aqui você passa da vida “irreal” (infância) para a vida “real” (adolescência). Após atravessar, você olha para trás e vê seus brinquedos, contos de fadas e fantasias se afogando e perdendo suas forças e importâncias para nós, literalmente morrendo no mar quando ele se fecha.
3º - Início da caminhada pelo deserto rumo a Terra Prometida:
3.1 - Deserto: Vida Sentimental
3.2 - Terra Prometida: Casamento, pessoa certa, escolhida e prometida por Deus.
 4º - Fatos que marcaram a caminhada no deserto:
4.1 - Bezerro de Ouro (Êxodo 32:1-4)
Significa o “varão ou varoa” perfeito (a) aos nossos próprios olhos.
Moises disse ao povo: “Esperem!”, mas o povo não ouviu e preferiu se entregar ao “galã da novela” que apareceu como um anjo (caído, é claro) na sua vida. Dançara para o bezerro, ofertaram ouro e mais ouro para criá-lo (a nossa maior oferta sentimental é o nosso coração no altar do SENHOR), e o pior, até a roupa tiraram pra ele (OBS: virgindade na Bíblia tem sentido de santidade. Sua intimidade vale muito para DEUS). Não entenderam o que Moisés dissera: “Esperem!”. O segredo era só “esperar” (40 anos “jogados fora” porque não quiseram ESPERAR).
4.2 - Durante a caminhada, o povo quis voltar para o Egito (Números 14:3)
Tenho certeza que você já ouviu alguém dizer: “Pra que eu cresci? Seria melhor se eu fosse criança por toda a vida! (querendo voltar para o Egito). Ai como meu coração sofre!...”. Às vezes, parece que a infância é a melhor época da vida, sem preocupação, seu stress, sem trabalhar ou fazer faculdade e SEM SE CASAR. Mas é necessário deixar as coisas de criança no decorrer da vida (1º Coríntios 13:11). Não dá pra voltar para o Egito. Se pudéssemos voltar à infância porque parece ser melhor do que a trajetória pelo meio do deserto, nunca conseguiríamos chegar ao cumprimento do plano de DEUS de nos dar uma família abençoada no Teu Altar e na Tua Presença.
 4.3 - Quiseram carne ao invés do Maná (Números 11)
DEUS havia preparado o melhor de todos os alimentos para o povo de Israel, mas eles preferiram comer carne. Esse melhor alimento tinha um nome cujo significado é muito curioso: ele se chamava MANÁ, e seu significado é “o que é isto?". DEUS também preparou o melhor esposo ou esposa para nós, mas quando é chagada a hora de conhecermos o melhor de DEUS pra nós, não podemos dizer “o que é isto?", “como assim? É ele (a)? Ah DEUS! Eu pensei que ele (a) fosse mais bonito (a) do que isto (fisicamente)“. Se preocuparmos somente com a carne e esquecermos do conteúdo e da origem, comeremos carne sim, até que saia pelo nariz (o próprio DEUS disse isso -
Números 11:20). Repare nas características desse tal Maná: “e era como semente de coentro branco, e o seu sabor como bolos de mel.” (Êxodo 16:31). Assim deveria ser seu cônjuge: Branco, ou seja, puramente divino; como bolos de mel, para adoçar sua vida sentimental e, já que era como semente de coentro, Leia isso:
As sementes de coentro sempre foram conhecidas como especiarias de caráter curativo. Na Europa elas são chamadas de “planta anti-diabética”; na Índia elas são utilizadas por suas propriedades anti-inflamatórias; e atualmente nos EUA as sementes estão sendo estudadas pela sua capacidade de reduzirem o colesterol. As sementes de coentro também funcionam como um estimulante para o estômago e o intestino, o que faz delas uma iguaria para ser consumida como aperitivo antes das refeições. Para completar, elas também são consideradas um excelente afrodisíaco. Na Ásia, as ervas e o óleo da semente de coentro são conhecidos por sua habilidade em curar hemorroidas, dores de cabeça, inchaços, conjuntivites, reumatismos, úlceras na boca, além de também serem usadas em compressas. Os herbalistas chineses garantem ainda conseguir curar vários tipos de problemas de bexiga, halitose e ainda complicações gástrico-digestivas com a ajuda do coentro. 4.4 - Moisés se desequilibra psicologicamente e bate na rocha (Números 20:1-13):
Deus disse: “Converse com a Rocha”, mas Moisés pela pressão do povo, se desequilibra e lasca uma cajadada na rocha.
Moisés deu ouvido ao povo e não ouviu a voz de Deus. Muitas das vezes damos ouvidos à sociedade, aos “amigos” quando dizem: “Mas você já tem 19 anos (um exemplo) e tá ‘encalhado’ (um conselho: procure essa palavra no dicionário). Você não acha que já tá na hora de sair debaixo da saia da mamãe, não?”
Se ouvirmos pessoas assim, o que ocorrerá no final? O mesmo que ocorreu com Moises: Viu a Terra Prometida, mas não pôde ir pra lá porque deixou de ouvir a voz... ou melhor.., deixou de obedecer a voz do Senhor quando ELE disse: “ESPERA!”
 5º - Hora de espiar a Terra Prometida: Noivado (Números 13:2-30)
Esse é um passo de extrema importância para o casamento. DEUS escolhe doze homens pelo nome e ordena a Moisés que os envie à Terra Prometida para expiá-la. Após terem expiado e retornado, Moisés pede o relatório do que eles viram. Todos declararam que a Terra realmente era boa, pois “verdadeiramente mana leite e mel” (vers. 27). Além disso, trouxeram um CACHO DE UVAS (mas porque uvas?) carregado por dois homens (imagine o tamanho... assim será nosso casamento: PRÓSPERO). Alguns dos espias disseram que era “terra de poderosos gigantes, e as cidades fortificadas e mui grandes” (vers. 28). Mas Calebe fez todos se calarem e disse: “Certamente subiremos e a possuiremos em herança; porque seguramente prevaleceremos contra ela.” (vers. 30). Essa deve ser sua atitude em relação ao casamento. Muitos dizem que é difícil se manter casado ou chegar a se casar, pois no casamento os “gigantes” e as “muralhas” sempre aparecem. Imagine a reação do povo de Israel quando aqueles espias disseram que era terra de poderosos gigantes, e as cidades fortificadas e mui grandes. Talvez seja a mesma reação que você teve quando alguém tentou frustrar seu sonho de se casar e tomar posse da Terra Prometida. Você vai se deixar levar pelo “disse-que-disse”? É exatamente por isso que existe o noivado. Você quem vai expiar a terra. Ah, é bom deixar isso bem claro: É hora de EXPIAR a terra e não de DELEITAR. Entendeu? É só EXPIAR, pois DELEITAR é somente depois do casamento. No NAMORO, nós conhecemos o ESPÍRITO do companheiro (a), no NOIVADO, conhecemos a ALMA dele (a), e somente no CASAMENTO, conheceremos o CORPO. O noivado serve para isso: Você “expia” seu futuro esposo (a) para comprovar que a terra é boa e verdadeiramente mana leite e mel. Lembra que eu perguntei acima porque trouxeram uvas? As uvas representam A NOVA ALIANÇA (tipifica 1º Coríntios 11:25). Agora já não são apenas namoradinhos, mas assumiram um compromisso sério. Ainda não é o casamento, mas é a visão do futuro próspero. Dificuldades terão no casamento (e até no noivado)? Certamente. Mas lembre-se:
“Não se aparte da tua boca o Livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido. Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.” (Josué 1:8-9)

6º - O Cumprimento da Promessa: O Grande Dia
Depois que o período do Deserto (Sentimental) acaba, ou seja, após finalmente chegar a maturidade, está na hora de tomar posse da Terra Prometida. Algo que me chamou a atenção nesse tópico foi como Josué chegou do outro lado. Em Josué 3:14-17, está relatado o que Josué teve de fazer para chegar à Terra Prometida (que, no nosso caso, vem a ser o Casamento). Josué teve de atravessar o Rio Jordão. Imagine a cena: Josué de um lado e a Terra Prometida do outro, e ele passando no meio. No versículo 17 de Josué 3, diz que “os sacerdotes, que levavam a arca da aliança do SENHOR, pararam firmes, em seco, no meio do Jordão”, ou seja, houve uma parada no meio do rio... Esses fatos te lembram alguma coisa? Realmente é o cumprimento da promessa. No dia do casamento é exatamente assim: Você de um lado e a Terra Prometida do outro e, enquanto um dos cônjuges passa pelo meio do corredor, também acontece uma parada, onde ele pega na mão dela e a leva ao altar. Outro conselho pastoral (em nome de JESUS, nunca ignore isso): Releia o versículo 17 de Josué 3: “Porém os sacerdotes, que levavam a arca da aliança do SENHOR, pararam firmes, em seco, no meio do Jordão, e todo o Israel passou a seco, até que todo o povo acabou de passar o Jordão.” Nunca deixe de carregar a Presença de DEUS em seu relacionamento, pois no dia que você abandonar essa Arca, seu sonho vai se tornar pesadelo e seu casamento será um fracasso. Assim como o povo de Israel mais a frente abandona a Arca e é derrotado, assim será a vida de qualquer um que deixar a essencial Presença de DEUS de lado...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.