Subscribe:

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

PEDRO CONVERTIDO...


                                                          PEDRO CONVERTIDO...
Lucas – 22: 31 a 34
31. Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo;
32. Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.
33. E ele lhe disse: Senhor; estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte.
34. Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces.
1) INTRODUÇÃO
Esta mensagem tocará sua vida e mudará seu modo de agir e pensar sobre você mesmo. Então abra seu coração para que seja tocado.
Eu precisava preparar uma mensagem para ser ministrada na noite de Santa Ceia. Então fui me curvar aos pés do Senhor e suplicar para que me revelasse algo que pudesse alimentar a igreja naquela noite tão importante. Assim deus me deu esta mensagem de A CONVERSÃO DE PEDRO.
Esta mensagem mostrará o óbvio, mas que às vezes não vemos, talvez por fraquezas, talvez por pecado, ou talvez por falsidade, será notório que ao terminar de ler esta mensagem você, cristão ou não, terá uma certeza, de que necessitamos de uma conversão legítima, embora tenha preparado esta mensagem para a igreja, podemos reparar que na vida ela é verídica. Para tanto gostaria que você pudesse dar liberdade ao Espírito Santo lhe tocasse no coração, e que assim você pudesse se alimentar da boa palavra do Senhor.
2) QUEM FOI O APÓSTOLO PEDRO
As principais fontes de informação sobre sua vida são os quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), onde aparece com destaque em todas as narrativas evangélicas, os Atos dos Apóstolos, as epístolas de Paulo e as duas epístolas do próprio apóstolo. Filho de Jonas e irmão do apóstolo André, seu nome original era Simão e na época de seu encontro com Cristo morava em Cafarnaum, com a família da mulher (Lc 4,38-39). Pescador, tal como os apóstolos Tiago e João; trabalhava com o irmão e o pai e foi apresentado a Jesus por seu irmão, em Betânia, onde tinha ido conhecer o Cristo, por indicação de João Batista.
No primeiro encontro Jesus o chamou de Cefas, que significava pedra, em aramaico, determinando, assim, ser ele o apóstolo escolhido para liderar os primeiros propagadores da fé cristã pelo mundo.        
Convertido, despontou como líder dos doze apóstolos, foi o primeiro a perceber em Jesus o filho de Deus. Junto com seu irmão e os irmãos Tiago e João Evangelista. Também fez parte do círculo íntimo de Jesus entre os doze, participando dos mais importantes milagres do Mestre sobre a terra. Teve, também, seus momentos controvertidos, como quando usou a espada para defender Jesus e na passagem da tripla negação, e de consagração, pois foi a ele que Cristo apareceu pela primeira vez depois de ressuscitar.
Após a Ascensão, presidiu a assembleia dos apóstolos que escolheu Matias para substituir Judas Iscariotes, fez seu primeiro sermão no dia de Pentecostes e peregrinou por várias cidades. Fundou as linhas apostólicas de Antioquia e Síria (as mais antigas sucessões do Cristianismo, precedendo as de Roma em vários anos) que sobrevivem em várias ortodoxias Sírias. Encontrou-se com São Paulo, ou Paulo de Tarso, em Jerusalém, e apoiou a iniciativa deste, de incluir os não judeus na fé cristã, sem obrigá-los a participarem dos rituais de iniciação judaica.
Após esse encontro, foi preso por ordem do rei Agripa I, encaminhado à Roma durante o reinado de Nero, onde passou a viver. Ali fundou e presidiu à comunidade cristã, base da Igreja Católica Romana, e, por isso, segundo a tradição, foi executado por ordem de Nero. Conta-se, também, que pediu para ser crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo.
3) POR QUE PEDRO NÃO ERA CONVERTIDO
Quando meditava na passagem em epígrafe, vi que algo muito me tocou o coração. Foi quando Jesus de forma direta menciona que Pedro não era convertido.
Bem sabermos que conversão é mudança de direção, e isso em nossa vida cristã, significa que ao nos convertermos à vida cristã devemos mudar de direção seguindo a verdade que é Jesus Cristo, e isso dever ser com totalidade de coração, ou então não houve conversão de vida.
Porém em um dos últimos diálogos de Jesus com seus amigos Ele nos revela que Pedro ainda não estava convertido. Mas como isso seria possível? Um homem que andou com Jesus e se não bastasse foi o único em toda a história que andou sobre as águas como Jesus! Foi testemunha de muitos milagres! Foi um dos três que viu Jesus transfigurado no monte Tabor! Teve sua sogra curada milagrosamente! E em nome de Jesus realizou milagres, curou enfermos e expulsou demônios!
Mesmo assim Pedro ainda não havia se convertido por inteiro (leia a minha mensagem A ESPADA DE PEDRO).
Hoje vemos muitas pessoas que carregam a bíblia, conhecem a bíblia, usam gravatas, não falam palavrões, e chegam a nos enganar com sua aparência e até fazem milagres em nome de Jesus, e isso me assusta. E como pregador tenho pedido para que meu Senhor me ajude a ser um verdadeiro convertido, pois não quero chegar no dia do juízo final e ouvir: “apartai-vos de mim malditos. Pois Eu não vos conheço”
Mas voltando a Pedro, isso nos chama a atenção para os cristãos de hoje. Minha pergunta é: Quantos de nós somos verdadeiramente convertidos?
Por que Pedro mesmo tendo sido alguém que teve tanta experiência com Jesus, não estava convertido às palavras de Jesus? Talvez naquele momento Pedro tenha dito ou tentado lembrar Jesus de tudo quanto tinha feito e de todo a sua experiência no ministério. Então eu te digo uma coisa, a experiência ministerial não faz de uma pessoa credenciada a ser considerada convertida ao Senhor Jesus. Os vinte anos de carteira de pastor, não significam que é um convertido. E é por isso que muitas igrejas estão cheias de pessoas doentes (leia a mensagem DOENÇAS ESPIRITUAIS).
4) OS NÃO CONVERTIDOS DA IGREJA
Então após uma conversa íntima com meu Senhor Jesus, percebi que mesmo sendo quem era, Pedro ainda praticava coisas que no momento que devesse se mostrar convertido, ele acaba por mostrar que ainda precisava de mudança de vida.
Essa condição ainda persegue a igreja de hoje. Pessoas pensam que por serem mais ricas, ou terem parentesco com pastores, devem ocupar cargos e sempre subir em tribunas, mas na verdade ainda não se converteram.
Baseado nas palavras de Jesus que sendo homem era Deus e sendo Deus era homem, ou seja, ele tinha duas naturezas, a natureza de baixo e a natureza de cima, e nas atitudes de Pedro, veremos que precisamos crescer todos os dias.
PRIMEIRA CARACTERÍSTICA DE UM NÃO CONVERTIDO
“ELES SEMPRE SEGUEM JESUS DE LONGE” – vr 54
No versículo 54, vemos que a bíblia cita eu Pedro seguia Jesus de longe.
Assim ainda são muitas pessoas na igreja de hoje. Não querem se envolver com as coisas do reino. Preferem seguir de longe, pois assim não terão compromissos com a igreja, com o pastor, com os irmãos.
Estes se sentem confortáveis apenas dando seus dízimos, ou levando um quilo de alimento, ou mesmo fazendo uma boa ação ao pastor ou a igreja. A estes eu chamo de hipócritas e ignorantes. Pessoas que nunca entraram no céu preparado por Jesus, talvez podem até não irem para o inferno, mas com certeza também não entrarão nas delícias de estar junto a Deus.
Então me recordo de Jesus dizendo que aquele que se faz amigo do mundo, se torna inimigo de Deus, e quem não deixar pai e mãe, não é digno dEle.
SEGUNDA CARACTERÍSTICA DE UM NÃO CONVERTIDO
“ELES SE ASSENTAM NA FOGUEIRA JUNTO COM IMPÍOS” – vr 55
Neste versículo vemos outra atitude de alguém que não é convertido. Pedro mesmo sendo um cristão ainda estava cometendo um erro fundamental para que se achasse amigo de Jesus, um convertido que saiu do mundo perdido para um herdeiro da vida eterna com Jesus, ele ainda se assentava na fogueira dos pecadores.
Hoje ainda muitos daqueles que são aspirantes a moradores da cidade eterna se assentam na fogueira da impiedade, buscando um pouco de calor em dias que a benção parece demorar, se esquecendo de que Deus sempre chega na hora certa e acabam por não terem a paciência de esperar o momento da benção.
As melhores companhias estão na igreja, pois quando Pedro vai até a fogueira daquelas pessoas ele acaba por se revelar um não convertido.
Agora me recordo do salmista (Salmo 1) dizendo que nós não devemos nos contaminar com as coisas desse mundo.
TERCEIRA CARACTERÍSTICA DE UM NÃO CONVERTIDO
“ELES NÃO TEM IDENTIDADE” – vr 56
Este versículo nos mostra que após seguir de longe, não se envolvendo com o problema de Jesus, e depois se assentado na fogueira se juntando com pessoas desse mundo. Pedro agora se vê sem identidade, pois aqui vemos que uma mulher se aproxima de Pedro e olhando para ele, e a isso entendo que realmente Pedro era diferente. Ela percebe suas vestes, seus trejeitos, sua aparência e diz que ele era um dos que seguia a Jesus, mas Pedro agora nega a sua identidade. Ele se esqueceu que era? Ou Pedro ainda não sabia quem realmente era?
Parece que vejo a igreja de hoje. Onde muitos ainda estão dentro da igreja mas na verdade mesmo não querendo assumirem a verdade, ainda não possuem a identidade de um cristão verdadeiro, ou seja, aqueles que ouvirão Jesus os chamar de “benditos de meu pai”.
Então vejo que mais uma vez o meu Jesus está certo quando diz que o pastor conhece as suas ovelhas e consequentemente as ovelhas conhecem seu pastor.
A CONVERSSÃO DE PEDRO
Agora veremos quando Pedro se converteu. Eu entendo que a conversão de Pedro se deu em três etapas para que se desfizessem as outras três atitudes negativas tomadas por ele, quando nos itens acima.
Embora estas três etapas já me veem a mente como mais três novas mensagens a serem levadas à igreja eu quero me conter e lhes mostrarem a verdade que me foi revelada.
A PRIMEIRA ETAPA
Quando Jesus ressuscita, e as mulheres estavam lá, Jesus agora ressurreto 1iz a Maria Madalena que voltasse e avisasse seus discípulos (Marcos 16:7 a 8), frisando que Pedro deveria ser o mais ciente
07-Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse.
Quando Jesus nos chama e a Ele damos ouvidos, isso nos tira da situação de segui-lo de longe e estaremos onde Ele estiver.
SEGUNDA ETAPA
Mais a frente vemos Jesus se encontrar com Pedro (João 21:1 a 18) a beira do mar de Tiberíades, e lhe perguntar por três vezes: Pedro, tu me amas?
17 - Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: SENHOR, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.
Quando damos ouvidos aos mandamentos de Jesus e reconhecemos que devemos amá-lo acima de tudo, então deixamos de estarmos na fogueira junto com pessoas que não professam a mesma fé que a nossa. E somente nos sentimos aquecidos nos braços de Jesus.
TERCEIRA ETAPA
Agora Jesus vai embora e diz para Pedro ficar em Jerusalém até que do alto eles fosse revestidos de poder (Lucas-24:49). Assim Pedro obedece e logo vem do alto a promessa que se chama ESPÍRITO SANTO (Atos-2:1 a 3).
Agora Pedro está cheio de algo que se chama poder, e este poder o dará uma condição de estar convertido de fato. Então quando Pedro agora cheio do Espírito Santo, ele sai e prega a palavra de Deus e logo mais de três mil pessoas se convertem (Atos-2:41) e passam verdadeiramente pelas três etapas de conversão naquele momento, pois deram ouvidos a boa palavra de Deus
-De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas," (Atos 2 : 41)
Somente o Espírito Santo pode nos credenciar a ser um autêntico cristão convertido, fiel e obediente ao Senhor Jesus Cristo.
5) CONCLUSÃO
Eu sou um homem que a mim foi confiado pastorear uma igreja e assim tenho credenciais para pregar esta palavra, mas gostaria que esta mensagem percorresse o mundo, para que outros pregassem e outros ouvissem.
Agora Depois dessa palavra eu quero lhe pedir que se converta realmente ao Senhor Jesus Cristo e viva uma vida de inteira fidelidade e obediência as palavras do Senhor, tendo a virtude do Espírito Santo de Deus...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante.

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.