Subscribe:

terça-feira, 28 de outubro de 2014

VAMOS A PESCARIA....


                                                          VAMOS A PESCARIA...
Marcos 1.17
-Introdução: Jesus chamou seus discípulos quando estavam pescando e lhes chamou para pescar outras pessoas para o evangelho. A partir daquele momento os discípulos usaram suas técnicas de pesca para ganhar pessoas para Cristo.
Quais seriam as qualidades primordiais de um bom pescador?
Você é um bom pescador?
Vamos comparar algumas qualidades de um bom pescador com um evangelista:
 1- Paciência: Marcos 15.15,16.
A pesca exige espera e paciência para que o peixe venha e morda a isca. Às vezes é rápido, mas tem horas que demora muito até pegar o primeiro peixe.
O mesmo acontece com a pregação do evangelho. É preciso estar pronto e incansável, disponível para abençoar vidas e no momento certo a pessoa se entrega ao evangelho. Jesus mandou pregar para todas as pessoas sem exceção.
Você tem sido paciente ao evangelizar?
Tenha paciência com a pessoa que está evangelizando!
2- Coragem: I Coríntios 9.16
O pescador não pode ter medo de água, vento, frio, espinhos, mosquitos ou qualquer outro perigo. Deve ter coragem de pescar em rios, cachoeiras, lagos, açudes e até no mar.
O pregador do evangelho também precisa dessa coragem. Não pode temer às pessoas nem a satanás. Para isso deve pensar como o apóstolo que necessita ganhar almas e então esquecer toda dificuldade.
Você tem coragem para evangelizar?
Seja corajoso, ouse e não tenha medo de falar!
3- Perseverança: II Timóteo 4.2
Se o pescador chegar ao lugar da pescaria e desanimar no primeiro instante, ele não consegue pegar nada. Precisa continuar tentando até fisgar o primeiro peixe.
Na evangelização é necessário ter essa persistência. Insistir até a pessoa entender a mensagem. Não pode desanimar nunca, pois quem convence o homem do pecado é o Espírito Santo (João 16.8) a obra da conversão é dele e a nossa tarefa é anunciar.
Você tem sido perseverante na evangelização?
Persevere, tente outra vez, você consegue!
4- Conhecer o peixe: II Timóteo 2.2
Dependendo do gosto do pescador, este se dá ao prazer de escolher qual peixe quer pegar. Para isso precisa conhecer o peixe e preparar o anzol, a vara e a isca adequada. Esta é uma pescaria seletiva. Mesmo se não consegue o que quer, o pescador sempre se satisfaz pescando seja qualquer espécie.
No discipulado é preciso conhecer o tipo de pessoa que você deseja alcançar. Se você tem condições para fisgar tal pessoa. Por exemplo, jovens alcançam mais eficazmente outros jovens. Se você souber conviver no meio que a pessoa vive e falar os assuntos que conhece, poderá comunicar de maneira mais eficaz.
Você conhece a pessoa que está evangelizando?
Faça amizade com quem quer evangelizar!
5- Não envergonhar: Romanos 1.15-17
O pescador não tem vergonha de sair de casa com um monte de equipamentos, andar molhado da água, ficar cheirando peixe ou mesmo de assumir que pescou uns poucos peixinhos pequenos.
Um verdadeiro cristão não pode ter vergonha de ser crente, de falar de Jesus, carregar a Bíblia, falar em público, etc. Quando estava no mundo não tinha vergonha de fazer as coisas do mundo e muito menos agora deveria se envergonhar do que é certo.
Você tem vergonha de falar de Jesus?
Tenha orgulho de ser um evangelista!
6- Ser sábio: Provérbios 11.30
A sabedoria é o segredo de uma boa pescaria. A sombra do pescador deve ficar ao contrário da água para que o peixe não perceba. Evitar o reflexo da pessoa na água também é bom para não espantar os peixes. E sabe a hora e o jeito que o peixe morde na isca.
Também o pregador da Palavra deve ser sábio, não se mostrar demais e sim anunciar a Cristo. Não espante as pessoas assustando com exigências. Às vezes o silêncio pode falar mais que muitas palavras. Aqui também vale o testemunho de vida que ajuda a pessoa a crer mais.
Você tem buscado sabedoria para ganhar almas?
Peça a Deus para te dar sabedoria na Palavra!
7- Não pesca em lugar errado: II Coríntios 10.16
Um pescador sabe onde pode pescar. Não vai a lugares proibidos nem em períodos proibidos. Também conhece o lugar apropriado para cada espécie. Além disso, nunca deve entrar em terreno privativo sem permissão para não furtar peixes em território alheio.
Um bom evangelista não fica pregando para crentes. Não ‘pesca em aquário’. Não fica procurando membros de outras igrejas. O verdadeiro evangelista sempre prega para pessoas que ainda não conhecem a Jesus.
Você tem evangelizado pessoas sem Jesus?
Evangelize pessoas que não conhecem Jesus!
Seja um pescador de Almas!
-CONCLUSÃO:
A pescaria com anzol é como a evangelização pessoal. Você fisga uma pessoa de cada vez.
Procure ter estas qualidades na evangelização:
-PACIÊNCIA, espere que consiga;
-CORAGEM, nunca tenha medo;
-PERSEVERANÇA, tente sempre mais uma vez;
-CONHECIMENTO, faça amizade com as pessoas;
-NÃO TEM VERGONHA; enfrente a realidade;
- SABEDORIA; seja sensível às oportunidades;
-NÃO PESCA EM AQUÁRIO; prega para não cristãos...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ciência da Religião Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.