Subscribe:

sábado, 12 de julho de 2014

SENHOR ME LIVRA DAS AVES DE RAPINA...


                                         SENHOR ME LIVRA DAS AVES DE RAPINA...
Deus prometeu um filho a Abraão. Prometeu-lhe também que iria possuir a terra (Gn. 15.1-7). Depois disso, o Senhor pediu a Abraão (ainda com o nome de Abrão) que lhe oferecesse um sacrifício: “Respondeu-lhe: Toma-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, uma rola e um pombinho. Ele, pois, lhe trouxe todos estes animais, partiu-os pelo meio, e pôs cada parte deles em frente da outra; mas as aves não partiram. E as aves de rapina desciam sobre os cadáveres; Abrão, porém, as enxotava.” (Gn. 15.8-11.)
Pertinente observar a atitude de fé de Abraão. Ele não teve dúvida do que Deus havia lhe pedido. Ele não deixou que as aves de rapina* comessem o seu sacrifício. Abraão logo as espantou. Como? Com a atitude de obediência. Ele, silenciosamente, partiu em direção ao que Deus lhe ordenara. A fé de Abraão se materializou quando ele tomou a atitude de obedecer a Deus, enxotando as aves de rapina (Gn. 15.11). Assim, elas não estragaram o que Deus havia lhe pedido para fazer.
Este trecho da Palavra de Deus mostra a coragem de Abraão para dar um passo de fé. Deus ordenou a Abraão que lhe preparasse um sacrifício, Abraão assim o fez. Da mesma forma, Deus chamou você para ser um homem e uma mulher de fé. Entretanto, as suas atitudes, muitas vezes, demonstram covardia. Você fala que não é, mas age como tal. A dúvida alimenta a covardia e a obediência a espanta.
Espiritualmente falando, podemos dizer que as aves de rapina são as dúvidas, os maus pensamentos, tudo que interrompe o mover de Deus na sua vida. Você sabe que Deus lhe mandou fazer algo, mas deixa que as aves de rapina lhe roube a convicção que está em seu coração.
O Senhor lhe chama para ser mais do que vencedor. Abraão foi mais do que vencedor!
No momento das lutas, as aves de rapina vêm comer a ‘carne’ – o sacrifício. Qual deve ser a sua atitude? Espantá-las e obedecer ao comando de Deus.
Muitas pessoas têm medo de dar um passo de fé porque deixa a dúvida se alastrar. Parece estranho dizer isto, mas a dúvida faz você acreditar que o impossível jamais irá acontecer. Ao contrário da fé, que faz você acreditar no que não vê.
Sobre a dúvida, o escritor teológico Henry Drummond disse algo interessante: “Nunca ponha um ponto de interrogação onde Deus já pôs um ponto final”. O seu ponto de interrogação (a dúvida) age como uma borracha nas promessas de Deus. Crer de todo o coração é requisito fundamental para que a Palavra de Deus se cumpra em sua vida.
A respeito do poder da fé, o Evangelho de Marcos 11.23 diz: [...] “Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.” A fé faz mover os montes, a dúvida, no entanto, não move sequer um grão de mostarda.
Você já prestou atenção nas ‘aves de rapina’ que ficam ao seu redor? Aquelas pessoas que só pensam negativo dizendo que nada vai dar certo na sua vida? Ou você as muda, ou elas mudam você. Não deixe a semente da dúvida brotar em seu coração e roubar a sua bênção. Espante as aves de rapina do seu pensamento.
Abraão sabia que as aves queriam acabar com o seu sacrifício. Porém, ele conhecia o caráter do Deus que servia. Quando você conhece o caráter de Deus, a dúvida deixa de existir, pois você sabe em quem confiar!
Chegará um momento em que Deus lhe pedirá um sacrifício. Siga a orientação de Deus. Faça o que ele lhe mandar. E quando as aves de rapina vierem comer o seu sacrifício, espante-as, porque elas são as dúvidas que roubam o que Deus tem para você logo após o sacrifício.
* Aves com visão superdotada, bicos em forma de gancho, dotadas de poderosas garras e unhas afiadas que arrancam a carne da sua presa com agressividade...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ênfase e Divindades Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.