Subscribe:

domingo, 20 de julho de 2014

QUE HAJA PAZ EM ISRAEL...


                                                     QUE HAJA PAZ EM ISRAEL...
Paz é alguma coisa importante na igreja. Quem procurar o melhor para a igreja, quer que ela viva em paz. Nós sabemos que muitas vezes a igreja não vive em paz. Pode haver coisas que destroem a paz na igreja. Pode haver brigas na igreja. Pode haver perseguição para a igreja.
Por isto é importante que oremos pela paz da igreja. Há um salmo, salmo 122, que faz isso. O poeta do salmo ora pela paz da igreja do Antigo Testamento. Ele diz: Que a paz esteja em você, Jerusalém. E ele quer também que outros orem pela paz da igreja: “Orem para que haja paz em Jerusalém.” Ele sabe que a igreja, Jerusalém, a cidade santa onde há o templo, a casa de Deus, precisa de paz. Sabe que só Deus pode dar a verdadeira paz. Por isso ora pela paz.
Então, não sempre há paz na igreja. Mas a Bíblia fala também de situações, nas quais a paz está na igreja. Aconteceu na época do nosso texto. O nosso texto é uma descrição da situação da igreja naquela época. Uma situação que havia durante certo tempo. O livro de Atos dá em vários lugares uma caraterística da igreja naquele tempo. Em 2: 43-47 por exemplo Lucas, que escreveu este livro, diz como era a situação na igreja imediatamente após Pentecostes, quando o Espírito foi derramado. Ele escreve que havia unidade na igreja. Em 4: 32-35 ele dá mais uma caraterística da igreja: A igreja era uma igreja diaconal. As pessoas da igreja ajudavam umas às outras. E também o nosso texto dá umas caraterísticas da primeira igreja. Ou seja, dá caraterísticas de todas as igrejas numa certa região: A igreja estava em paz em toda a região da Judéia, Galileia e Samaria.
Não era sempre assim. Sabemos do livro de Atos também de situações, que colocaram a paz em perigo. A igreja daquela época não era uma igreja perfeita. Há pessoas que pensam isso às vezes. Elas querem copiar a primeira igreja. Mas isto não precisa nem deve. Não devemos copiar uma igreja, mas seguir as regras do Senhor. Uma igreja perfeita não há neste mundo. Não havia naquela época e hoje também não. Só vai ter quando Jesus voltar. Que não sempre houve paz na primeira igreja, Lucas mostra claramente: Ele conta de um casal que pôs a paz da igreja em perigo. Mentiram contra o Espírito Santo (Atos 5). Lemos também de discussões entre grupos na igreja a respeito da obra diaconal da igreja (Atos 6). E mais tarde Pedro foi atacado porque ele anunciou o evangelho a pessoas que não pertenciam ao povo judeu. E houve uma briga feia entre Paulo e Barnabé por causa de Marcos. E Paulo devia uma vez repreender Pedro, porque ele voltou atrás a respeito do lugar dos não judeus na igreja. Ele deixou se influenciar por judeus.
Então, não houve sempre paz na igreja. A harmonia às vezes faltou.
Por isso é uma coisa tão bonita que podemos ler em nosso texto. Em certo momento houve paz nas igrejas da Judéia, Galileia e Samaria. Podemos dizer: Houve paz em todas as igrejas na região de Israel.
Quando foi isto? Atos 9 fala sobre a conversão de Paulo. Jesus lhe apareceu numa visão. Ele pegou Paulo à força. Paulo era um adversário da igreja. Ele perseguia a igreja quanto puder. Com todas as suas forças. Prendeu e matou homens, mulheres e crianças. Fez tudo para acabar com a paz na igreja. Amedrontou os cristãos. Fez que eles fugissem. Mas Deus quer usar este homem no seu serviço. Para pregar o evangelho. O evangelho foi anunciado em Judéia, Galiléia e Samaria. Mas Deus não se contentou só com isso. Ele quer que também os não-judeus, os gentios ouçam o evangelho de Jesus Cristo. Atos 10 marca como o evangelho atravessa a fronteira de Israel. Também gentios se convertem a Deus. O evangelho atravessou mais uma barreira. e Paulo será o instrumento na mão de Deus para anuncias o Evangelho a eles.
Fronteira de Israel, a Bíblia nos diz: Havia paz em todas as igrejas de Israel. A igrejas está madura para começar a obra missionária nas regiões gentis. Paz. Não devemos esquecer que era igreja que sofreram muito. Quem lê os primeiros oito capítulos de Atos pode descobrir que Satanás tentou em qualquer maneira destruir a igreja. Ele atacou de fora e de dentro. Houve muita perseguição. Mas Deus venceu: Ele dominou o inimigo número 1: Paulo. A perseguição diminuiu. Chegou a paz. Houve também problemas dentro da igreja. Já apontei uns. Mas Deus venceu. Houve falsos profetas. Deus tirou a máscara deles. Ele guardou a igreja em todas as tribulações. O Espírito Santo mostrou realmente o seu poder. Jesus Cristo provou que Ele é o verdadeiro Rei, que governa do céu a sua igreja. Em toda a região de Israel houve só um Vencedor: o Deus triuno. E dá para ver na igreja: Paz. Em Judéia, onde foi crucificado Jesus Cristo. Em Samaria, onde sempre dominava a inimizade contra os judeus. A paz: é a obra de Cristo. Ele venceu muitos corações.

Em resumo: a paz na igreja tinha a ver com duas coisas: De fora não houve mais tanta inimizade: Paulo parou de perseguir a igreja. E dentro da igreja não houve problemas, que havia antes. Havia união e harmonia. É a obra de Cristo, esta paz. Devemos ver isso bem. A paz não é alguma coisa que nós podemos conseguir. O nosso texto fala do Espírito Santo. Foi Ele quem deu a paz às igrejas em Israel.
E porque houve paz as igrejas podiam ser edificadas. A nossa tradução diz que a igreja ficava cada vez mais forte. Na língua original está escrita uma palavra que significa: construir, edificar. É uma palavra que a Bíblia usa muitas vezes, quando fala sobre a edificação espiritual da igreja.
A igreja tem um começo. Atos 2. Depois surgiram muitas igrejas em Judéia, Galiléia, Samaria. Pessoas, que moravam em Jerusalém deviam fugir (8: 1) e foram espalhadas por Judéia e Samaria. Mas elas não esqueceram em falar sobre Jesus, o Rei. Elas anunciavam a Boa-Notícia do Evangelho (8: 4). Cresceram outras igrejas. Mas uma igreja não pode somente crescer em número. Deve crescer também espiritualmente. Isso a Bíblia chama “edificar a igreja”. Aqui há uns anos começou uma Igreja Mas tudo não pode ser mais como era no começo. Nós devemos crescer na fé. Uma igreja deve ser edificada. É como uma casa. Alguém vai construir uma casa e faz um começo. Mas no começo ele faz outras coisas do que quando está terminando a casa. A obra continua. E não pode parar no meio do caminho. Isso deve acontecer na igreja. No começo a comida espiritual que comemos era muito leve. A Bíblia fala sobre leite para crianças na fé. Mas quem já há anos participa da igreja, deve ter comida mais forte: feijão e arroz. Um adulto não cresce, quando só toma leite. Por isso estudamos a Palavra de Deus. Para edificar a igreja. Para que nós cresçamos espiritualmente. Para que nós não paremos no meio do caminho. Outra coisa: no começo o pastor fez tudo sozinho na igreja. Mas edificar a igreja tem a ver com a vontade de deixar se usar como pedras vivas na edificação. Quer dizer: o pastor não é o único que é responsável para a edificação da igreja. Somos todos nós. Nós devemos querer usar os nossos dons para edificar a igreja. Uma pessoa dirige uma escola dominical, outra pessoa ajuda com o Boletim, terceira pessoa convida pessoas. E ninguém pode dizer que ele não tem uma tarefa na igreja. Que ele não precisa ajudar na construção da igreja. Na época do nosso texto as pessoas deixaram se usar nesta obra. Porque a igreja não pode ser demolida. Há forças que querem isso: a falsa doutrina. Ou forças de dentro. Uma fofoca. Os apóstolos e mestres ensinaram e os membros construíram. Assim houve crescimento na igreja. Crescimento espiritual. Edificação. Crescimento na fé, nas boas obras, em conhecimento.

Como é hoje na igreja? Em nossa igreja? Em nossa comunidade? Vocês deixam se usar como pedras vivas? Vocês querem crescer na fé e nas boas obras e no conhecimento? As suas vidas mostram um crescimento? Ou será que você ainda está no mesmo ponto quando começou? Há frutos da fé na sua vida? Podemos dizer da comunidade toda e de cada um de nós, que estamos sendo edificado? Que há crescimento espiritual? Vocês ficam, cada vez mais fortes na fé?
Devemos sempre cuidar desta edificação da igreja. Comparando com o passado, para descobrir se há crescimento espiritual. Você deve fazer isso na sua própria vida. Há pessoas dentro da igreja, que, creio, não mostram este progresso na vida espiritual. Continuam a mesma pessoa. Não são tocadas pelo Espírito Santo. Não querem se dar à comunidade. Não crescem na fé, nem nas obras da fé. Felizmente há também outras pessoas. Elas se dão à igreja. Querem lutar para fortalecer a igreja. Usam os seus dons para o bem dos outros. Isto é a obra de Deus. Novamente. Nunca podemos nos orgulhar de nós mesmos.
Uma igreja que é edificada. Sempre mais. Onde há unidade. E paz. É bom viver em tal igreja.
Em nosso texto lemos de mais uma caraterística das igrejas em Israel naquela época: os membros da igreja mostravam grande respeito pelo Senhor. Lucas usa aqui palavras que não encontramos muito no Novo Testamento, mas mais no Antigo Testamento. Ele usa a expressão: caminhar no temor do Senhor. Temor: isto não significa que as pessoas das igrejas daquela época tinham medo de Deus: uma criança não tem medo do pai. É mais algo como respeito. Por isso eles guardavam os mandamentos de Deus. Tinham medo de desobedecer a Deus. Uma criança que ama ao Pai quer
Fazer o que Ele pede. Lucas diz que as igrejas caminhavam assim. Quer dizer: assim era o estilo de viver na igreja: respeitando Deus. Sabendo que Deus é santo. Amando a Ele. Guardando a Palavra de Deus, o ensino dos apóstolos. Se entregando totalmente a Deus.
Também aqui devemos dizer que não era a sua própria obra. O Espírito Santo fez isso na vida dos membros das igrejas. O temor do Senhor, o respeito por Deus, era um fruto do Espírito Santo.
E qual era o efeito de tudo isto? A igreja crescia em numero, diz o nosso texto. O mundo vê a igreja. Vê quando há paz na igreja ou não. Vê como os membros da igreja estão vivendo. Se eles estão destruindo a igreja ou edificando. Se eles estão vivendo no temor do Senhor ou se eles só procuram se mesmo. A igreja naquela época crescia. O mundo viu que era bom pertencer a esta igreja de Cristo.
Mas não devemos esquecer uma coisa: que também crescimento em número é a obra do Espírito Santo. Todo o mundo dentro da igreja quer que ela cresça em número. Que outras pessoas vão seguir a Palavra de Deus. Mas não devemos esquecer que nós não podemos fazer que a igreja cresça. Nós temos a nossa responsabilidade, como já mostrei: viver em paz. Ajudar a edificar. Temer em Deus. Atrair outras pessoas, as convidando. É possível que uma igreja viva de tal maneira que outros não queiram se juntar a esta igreja. Essa é a nossa responsabilidade. Mas quando a igreja crescer, isso é a obra do Espírito Santo. O nosso texto diz isso muito claramente. A nossa tradução fala da ajuda do Espírito, mas isso é muito fraco. Lucas usa uma palavra que tem a ver com a pregação da Palavra. Podemos traduzir: a igreja crescia em número pela pregação do Espírito Santo. Houve na igreja uma pregação missionária: convidando os visitantes a se juntar à igreja. Uma pregação cheia do Espírito. Foi o Espírito que deu isso.
Então, como a igreja cresceu? Devemos dizer duas coisas: 1. Aconteceu pelo Espírito Santo: Ele deu o crescimento. Pessoas podem inventar tanta coisa, se Ele não der, a igreja não cresce. 2. O Espírito usava a mensagem da Palavra de Deus. Hoje em dia muitos pensam que o crescimento da igreja depende de fazer milagres e curas, mas a Bíblia ensina qual é o instrumento do Espírito: a pregação: a fé vem pelo ouvir da mensagem. A mensagem da Bíblia deve ser anunciada. Uma igreja que quer crescer deve em primeiro lugar pregar o Evangelho de Cristo. Isto o Espírito Santo quer usar para dar crescimento.
Irmãos e irmãs, A Bíblia dá um bom testemunho das igrejas em nosso texto. Ou seja: o texto mostra o poder de Cristo, o poder do Espírito. Havia adversidade, sim. Mas Deus é muito mais forte do que Satanás. Ele venceu os inimigos: um Paulo. Ele deu unidade à igreja. Paz. Ele trabalhou na vida dos cristãos. Deus para ver: vidas respeitando o único Deus. Pode ser que fiquemos um pouco com ciúmes desta igreja. Mas não esqueçam: Deus é o mesmo. O Espírito é o mesmo. O que Ele fez, ele pode fazer ainda hoje. Ele trabalha na igreja. Ele quer lhes dar o temor em Deus. Ele quer dar a paz na igreja. O que nós devemos fazer é ver a nossa responsabilidade. Lutar pela paz. Deixar se edificar. Estudar a palavra. Atrair outras pessoas. É bom viver na igreja de Cristo...

Bispo. Capelão/Juiz. Mestre e Doutor em Ênfase e Divindades Dr. Edson Cavalcante

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.