Subscribe:

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

JAEL MATADORA DE GIGANTE...


                                                   JAEL MATADORA DE GIGANTE...
“Então, Jael, mulher de Héber, tomou uma estaca da tenda, e lançou mão de um martelo, e foi-se mansamente a ele, e lhe cravou a estaca na fonte, de sorte que penetrou na terra, estando ele em profundo sono e mui exausto; e, assim, morreu. E eis que, perseguindo Baraque a Sísera, Jael lhe saiu ao encontro e lhe disse: Vem, e mostrar-te-ei o homem que procuras. Ele a seguiu; e eis que Sísera jazia morto, e a estaca na fonte.” Juízes 4:21.22
Jael significa literalmente, cabra selvagem. Seu nome denota a atitude de seu caráter e comportamento em enfrentar os desafios da vida. Uma mulher corajosa e valente que foi muito importante na sua geração, derrotando o maior inimigo do povo de Israel: Sísera.
Sísera era comandante do rei Jabim, de Canaã. Seu exército aterrorizava as nações e lhes imprimia derrota com seus 900 carros de ferros, matando crianças, jovens, mulheres, homens e velhos, por onde quer que passasse. Ele era o terror das nações, vivendo sempre oprimindo os povos.
Israel vivia escravizado por Sísera já por vinte anos, subjugando-o e humilhando-o com seus atos perversos.
Nesse período, Deus levanta uma liderança feminina: Débora,  para livrar a nação de Israel do jugo de Sísera. Quando homens se acorvadam, ou são insensíveis aos comandos de Deus, Ele sempre provê libertadores de onde muitos não esperam, que surpreendem nosso entendimento.
Deus colocou os homens para liderarem, serem cabeças, mas quando pecam, ou quando não assumem o seu real papel constituído na palavra, então, perdem o poder e autoridade delegada a seu favor.
Quantos homens foram chamados por Deus para se arrependeram de seus pecados, no tempo de Débora e Jael, e não obedeceram, ou não assumiram a autoridade constituída por Deus?
O próprio Baraque, quando convocado por Débora para liderar a vitória contra Sísera, já decretada por Deus, demonstra em suas palavras uma atitude de covardia e incredulidade, pedindo ajuda de Débora  para ir à batalha contra o exercito inimigo.  “Mandou ela chamar a Baraque, filho de Abinoão, de Quedes de Naftali, e disse-lhe: Porventura, o SENHOR, Deus de Israel, não deu ordem, dizendo: Vai, e leva gente ao monte Tabor, e toma contigo dez mil homens dos filhos de Naftali e dos filhos de Zebulom? E farei ir a ti para o ribeiro Quisom a Sísera, comandante do exército de Jabim, com os seus carros e as suas tropas; e o darei nas tuas mãos. Então, lhe disse Baraque: Se fores comigo, irei; porém, se não fores comigo, não irei.” Juízes 4:6-8
Do comportamento equivocado de Baraque, é que Débora usada por Deus, profetiza quem iria matar o maior inimigo de Israel: uma mulher chamada Jael. “Ela respondeu: Certamente, irei contigo, porém não será tua a honra da investida que empreendes; pois às mãos de uma mulher o SENHOR entregará a Sísera. E saiu Débora e se foi com Baraque para Quedes.” Juízes 4: 9
Um princípio poderoso podemos aprender com a reação de Baraque: Nas atitudes de covardia e incredulidade, Deus usa as coisas loucas do mundo para confundir as fortes. “Irmãos, reparai, pois, na vossa vocação; visto que não foram chamados muitos sábios segundo a carne, nem muitos poderosos, nem muitos de nobre nascimento; pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes;  e Deus escolheu as coisas humildes do mundo, e as desprezadas, e aquelas que não são, para reduzir a nada as que são; a fim de que ninguém se vanglorie na presença de Deus.” I Coríntios 1:26-29
Jael, era uma mulher simples, vivia em tenda, no deserto. Uma mulher do lar, mas Deus conhecia seu coração e sua vontade de obedecer a sua palavra. Uma mulher inteligente sabia quanto mal Sísera cometia contra as nações.
A conivência e a inércia são pecados de muitos. Mesmo vendo as transgressões de  políticos, de homens poderosos, que manipulam, que matam, que destroem  vidas não fazem absolutamente nada. “Portanto, aquele que sabe que deve fazer o bem e não o faz nisso está pecando.” Tiago 4:17
Jael, com sua atitude, mudou o curso de sua geração e um futuro contínuo de aprisionamento, de opressões, de angústias, pode transformar-se em tempo de paz e prosperidade, livre do perverso e maligno: Sísera, o gigante da maldade.
Jael não era combatente de uma causa perdida, nem infectada pelo espírito da inércia, descaso e da insensibilidade pelos conflitos sociais, políticos e religiosos de sua época.
Jael era uma militante ativa, pronta para ser usada por Deus, para o bom propósito que Ele tinha para ela. Deus a escolheu para vencer e destruir todos os gigantes que atormentavam seu povo.
Deus tem nos escolhido para vencer, e fazer a diferença em nossa geração!!!
O que fazer quando os gigantes da maldade vierem nos confrontar ou propuserem acordos?  O que fazer quando a maldade entrar em nossa casa e quiser dormir em nossa cama? O que fazer quando o inimigo vier dormir na cama e fazer parte de nossa intimidade?
Jael nos ensina algumas decisões importantes que temos que tomar para que o
inimigo não prevaleça sobre nós:
A primeira decisão importante que Jael faz é deixar-se usar pelo poder de Deus para cumprir seu propósito, sua vontade;
Segundo: Jael comporta-se com sabedoria diante de um gigante do mal, espera o momento certo de destruí-lo. Não vai de qualquer jeito, ela tem estratégia, sabe o momento certo de agir. “Saindo Jael ao encontro de Sísera, disse-lhe: Entra, senhor meu, entra na minha tenda, não temas. Retirou-se para a sua tenda, e ela pôs sobre ele uma coberta.” Juízes 4:18
Terceiro: Jael nunca obedece à voz do inimigo. Ele não pode ditar normas em nossa própria casa. Sísera pede água para beber ela dar leite. “Então, ele lhe disse: Dá-me, peço-te, de beber um pouco de água, porque tenho sede. Ela abriu um odre de leite, e deu-lhe de beber, e o cobriu. E ele lhe disse mais: Põe-te à porta da tenda; e há de ser que, se vier alguém e te perguntar: Há aqui alguém?, responde: Não.” Juízes 4:19,20
Quarto: Jael não permite que outro ocupe o lugar de seu Senhor. Ela mata o inimigo que quer ocupar o lugar do noivo.
Muitas mulheres são derrotadas porque já deixaram outro homem (inimigo) dormir na cama de seus maridos, ou estão adulterando na mente, desejando aquele que destruirá sua vida e família.
Quinto: Jael não se atemoriza, não treme e não sucumbe. Enfrenta e atinge, mortalmente, na fonte (cabeça), àquele que estava destruindo sua nação. “Então, Jael, mulher de Héber, tomou uma estaca da tenda, e lançou mão de um martelo, e foi-se mansamente a ele, e lhe cravou a estaca na fonte, de sorte que penetrou na terra, estando ele em profundo sono e mui exausto; e, assim, morreu.” Juízes 4:21
Atingir na fonte (cabeça), com uma estaca, ao inimigo, mortalmente,  nos lembra que só a Cruz de Cristo pode destruir completamente  o maior inimigo de nossas almas: Satanás. O gigante destruidor que veio para matar, roubar e destruir.
Jael é lembrada no cântico de Débora como uma mulher bendita que foi usada por Deus ao destruir, o maior inimigo de Israel (Sísera), dentro de sua própria casa. Uma mulher corajosa, fervorosa, intrépida, nacionalista, e muita sensível a voz e os comandos de Deus para sua vida. “Bendita seja sobre as mulheres Jael, mulher de Héber, o queneu; bendita seja sobre as mulheres que vivem em tendas. Água pediu ele, leite lhe deu ela; em taça de príncipes lhe ofereceu nata. À estaca estendeu a mão e, ao maço dos trabalhadores, a direita; e deu o golpe em Sísera, rachou-lhe a cabeça, furou e traspassou-lhe as fontes. Aos pés dela se encurvou, caiu e ficou estirado; a seus pés se encurvou e caiu; onde se encurvou, ali caiu morto.” Juízes 5:24-27
Minha irmã, meu irmão, quantos gigantes como Sísera, tem tentado te destruir?
Que a força de Deus que estava em Jael, esteja contigo, para eliminar todo mal que tenta acercar-se de ti e de teus amados.
Deus te escolheu para vencer, e fazer a diferença em tua geração...

BISPO/JUIZ.MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.