Subscribe:

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

CRISTO VIVE EM MIM...


                                                    CRISTO VIVE EM MIM...
Gálatas 2: 19-21 - "Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim. Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça é mediante a lei, segue-se que morreu Cristo em vão."
A mensagem que Deus ministrou no meu coração através dessa palavra, diz respeito a crucificação de nosso EU.
Quando me ofereceram a oportunidade de pregar, eu literalmente tranquei. Fiquei com muito medo. Medo de aceitar e dar tudo errado, e medo de não aceitar devido a vergonha que eu tenho de falar em público e Deus cobrar depois. Eu fiquei com tanta dúvida se deveria ou não aceitar o convite, que pedi para dar a resposta no dia seguinte.
Fui para casa e fiquei pensando se eu deveria pregar ou não. Afinal de contas, é muita responsabilidade levar a Palavra de Deus. Lembrei-me das minhas orações, onde eu sempre peço para ser usado onde quer que eu esteja. Ser um diferencial onde Deus me plantou. Então me fiz a seguinte pergunta:
Como eu vou ser usado, se eu não me disponho?
No mesmo momento vinham aqueles questionamentos:
Mas eu não sei falar em público! (O Espírito Santo é quem nos capacita)
Eu sou muito tímido, não tenho coragem! (Os covardes não herdarão o Reino dos Céus - Ap: 21-8)
Para introduzir a mensagem, eu queria falar sobre um importante significado do Cristianismo, que é morrer para nós mesmos.
O que significa essa frase: morrer para nós mesmos?
Quer dizer: pegue uma arma e atire em você mesmo?
Claro que não. Fazer isso seria muito fácil (acredite) comparado ao verdadeiro significado de morrer para nós mesmos. Essa não é uma morte física que pode ocorrer instantaneamente num piscar de olhos, é algo bem mais profundo.
É definitivamente a morte do nosso...
ORGULHO
VONTADE PRÓPRIA
VAIDADE
AMBIÇÃO POR COISAS QUE DESAGRADAM A DEUS
DESOBEDIÊNCIA A VONTADE DO PAI
CARNALIDADE DA NOSSA NATUREZA HUMANA
DESCRENÇA (Quantas vezes deixamos de recorrer primeiramente
 à Deus quando temos um problema.)
Ser cristão é muito mais do que simplesmente vir a Igreja toda semana, fazer algum devocional em casa, etc.
Ser cristão verdadeiramente, e você negar a si mesmo, tomar a sua cruz e seguir a Jesus. Entregar nossas vidas a Cristo é como um pássaro que se entrega as correntes do ar ou um peixe que se entrega as águas.
Quando nos entregamos ao Senhor, Ele nos dá o poder para sermos o que devemos ser. Não temos como ler essa passagem e não olhar para nossas vidas.
Nós podemos garantir que Cristo foi crucificado por nós, mas podemos dizer que fomos crucificados com Ele?
Cristo quer viver em nós, mas queremos que este desejo realmente se cumpra?
Estamos dispostos a abrir mão dos prazeres da carne, dos nossos "pecados de estimação"?
Ser crucificado com Jesus é aceitar o perdão concedido por ele na cruz, e buscar uma vida de santidade mesmo parecendo ser impossível alcançá-la. Nós fomos alcançados pela graça de Deus, mas por algum motivo, a cruz parece que perdeu sua eficácia a partir do momento que vivemos carregando uma culpa de algo que fizemos.
Provérbios 28:13 diz: "O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia."
Esquecemo-nos do que Jesus fez por nós, e não nos arrependemos dos nossos pecados buscando um concerto com Deus. O apóstolo Paulo diz no versículo 20: "e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim." Ele está dizendo aqui: Eu vivo pela fé, mas experimento a força da minha natureza corrompida que não está nem aí pra Deus.
(Quando falei de nós que fomos alcançados pela graça, não disse que não temos que fazer nada, nem se esforçar ou lutar contra nossa mente cheia de pensamentos impuros que desagradam ao Senhor. A diferença em relação as outras pessoas, é que ao nosso lado temos um Deus que estende a sua mão quando estamos caídos e prostrados no chão. Como Deus é bom para nós e não retribuímos esse amor para com Ele!)
Vamos para o versículo 21 agora.
"Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça é mediante a lei, segue-se que morreu Cristo em vão."
A graça de Deus não pode ser anulada, mas as vezes afastamos ela da gente. Eu "anulo" a graça de Deus e torno inútil a morte de Cristo quando sirvo ao pecado depois de me arrepender. Em Romanos 6:6 diz: "sabendo isto: que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos." Essa passagem deixa claro que o nosso estilo de vida deve ser outro, pois o nosso velho homem foi crucificado com Cristo. Porém, se aceitamos Jesus e continuamos com nossas práticas mundanas olha só o que acontece:
2 Pedro 2: 20-22 - "Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espoja douro de lama. "
Outra forma de se "anular" a graça de Deus é quando vivemos um Cristianismo superficial como foi dito no início da postagem. O apóstolo Paulo tinha plena realidade do que havia recebido de Deus, ele sabia que o seu velho homem, aquele que vivia independente de Deus havia morrido na cruz do calvário com Cristo, e por isso ele afirmou: Cristo vive em mim. Quando Cristo vive em nós pelo Espírito Santo, pecamos, mas não permanecemos pecando. A gente não consegue ficar calado sem testemunhar o quão grande tem sido Deus em nossas vidas.
"Na nossa vida nós cometemos erros, e estamos constantemente cometendo erros. Eu sei que na minha vida falhei, e que faço coisas erradas, sou desobediente e as vezes perco o rumo. Eu me encontro no chão causando dor a mim mesmo, e a melhor coisa é que o nosso Pai amado não vem e nos bate, ao contrário, Ele nos levanta e nos chama pelo nosso nome dizendo... eu te amo não importa o que tenha feito. Ele nos aceita de volta com tanto amor. Eu fiquei pensando sobre isso, que ás vezes luto com a graça de Deus, e depois de pedir perdão por ter feito alguma coisa, passam algumas horas ou alguns dias e lá estou eu de novo fazendo a mesma coisa. Ai eu pergunto: Deus você ainda me ama? No exato momento que Jesus morreu na cruz e seu sangue foi derramado, nós ganhamos o perdão para que pudéssemos nos aproximar de Deus, mas isso não nos dá o direito de dizer: eu faço tudo o que eu quiser da minha vida, porque Deus sempre vai me perdoar. Se eu realmente entendi tudo o que Jesus fez por mim, eu não posso pensar dessa forma..."
A Bíblia diz em 1 Pedro 1: 13-16: "Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo;
Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo."
Meu desejo é que você sinta a necessidade de dizer: "Deus me ajude a pregar na cruz todos os meus pecados, para que eu possa ser usado por Ti, para que eu possa me esvaziar de mim mesmo e entregar minha vida verdadeiramente a Ti."
Se você não está conseguindo matar sua carne, faça a oração que Davi fez no Salmo 51 após adulterar com  Bate-Seba: Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável."
E lembre-se o que diz em 1 Coríntios 10:13.
Pra encerrar... Romanos 6: 8: "Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos...”

BISPO/JUIZ. MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.