Subscribe:

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

PREGAR É FÁCIL O DIFÍCIL É VIVER O QUE PREGA...


                                       PREGA É FÁCIL O DIFÍCIL É VIVER O QUE PREGA...
Ontem ouvindo uma pregação, ouvi (não foi a primeira vez) do pastor que “eu sou o que sou em qualquer lugar, porque um pastor de verdade prega o que vive, e não vive o que prega”. Fiquei com essa frase na cabeça (também não é a primeira vez) e, por mais que mudasse os ângulos de visão, não consegui concordar com ela. Pelo menos não totalmente.
É sabido que o pastor é aquele que cuida das ovelhas para o seu Senhor. É papel do pastor tratá-las corretamente, dar alimento, tosar e cortar as unhas e ensiná-las o caminho certo. Mas uma das funções mais conhecidas do pastoreio é a de pregador, de comunicador da palavra de Deus. E é aí que entra minha discordância.
Nenhum ser humano no mundo, com excessão de Jesus terreno, conseguiu ou consegue seguir todos os mandamentos de Deus. Sequer os dois maiores mandamentos, destacados por Jesus, são cumpridos na íntegra (amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo). No dia-a-dia, pecamos quase que imperceptivelmente, principalmente os pecados morais (cobiça, murmuração, idolatria, etc.). Se uma pessoa, que sincera e honestamente, tem consciência que não cumpre totalmente a vontade de Deus para sua vida, essa pessoa não pode pregar a Palavra? Por que, se eu digo para um irmão que ele não pode murmurar, e eu murmuro, não estou pregando o que vivo, correto?
Agora, se eu vivo o que prego, aí sim estou praticando o princípio de todo grande pregador: a mensagem que eu levo aos meus irmãos tem que atingir primeiro a minha vida! Eu sei o que o Senhor quer de mim, sei o que a Palavra diz que tenho que viver, mas sou fraco e pecador, como todo homem, independente do cargo que ocupo. Também erro, também escorrego às vezes, mas nem por isso deixarei de proclamar a Verdade do Evangelho! É Deus quem vai me ajudar a vencer, é pra mim que Ele fala quando eu recebo iluminação ao estudar Sua Palavra.
Aí sim, penso eu, se eu não buscar viver aquilo que prego, se não enxergar que me encaixo naquilo que Deus chama de errado, se só enxergo pecadores à minha volta e não vejo o pecado em mim, aí sim as coisas mudam. Porque então eu sou hipócrita, só enxergo o cisco no olho dos meus irmãos, das pessoas de outra denominação, nos não-crentes. Nesse caso sim, concordo plenamente que aquele que vive assim não tem o direito de confrontar ninguém, porque deixou de ser um pregador pra ser um mero mensageiro...

BISPO/JUIZ. MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.