Subscribe:

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

DEUS E OS PARDAIS...


                                                         DEUS E OS PARDAIS...
“O pardal encontrou casa e a andorinha ninho para si, onde acolha os seus filhotes; eu, os teus altares Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu!” (Sl 84:3).
  O texto não diz que o pardal encontrou ninho, mas casa. A andorinha sim achou ninho. Em outra versão a palavra casa é substituída por lar. Um ninho serve apenas para abrigar os filhotes. Enquanto ele não se desenvolver o suficiente para voar e se auto-alimentar, permanecerá no ninho. É temporário e dá uma idéia de transitoriedade. Casa vai mais além do que ninho. O pardal diferente da andorinha encontrou casa. Pardais buscam casas não necessariamente ninhos.
Os pardais não gostam de perder tempo em construções como o João-de-Barro. Quem não conhece as casas de João-de-Barro? Porém estes pássaros perdem muito tempo na construção de seus “templos” que geralmente são vistosos e robustos. Já os pardais... Parece que eles não querem perder tempo em construções não. Há certa urgência para eles. Por isso eles aproveitam as casas. O João-de-Barro com suas edificações, jamais conquistará uma cidade. No máximo um povoado, uma rua. O pardal apresenta números incontestáveis! O céu é o limite para esses pássaros!
 O pardal vê casas na sua frente. Basta ter uma simples construção com pessoas morando ali, ele se aproxima para implantar a sua casa. Em cada prédio uma casa! Em cada casa um ninho; em cada ninho filhotes em potencial, sendo formados para encontrar outras casas...  O pardal ensina aos seus filhotes a visão de casa.
O salmista aqui fala que o pardal encontrou casa na casa de Deus.  Ele escolheu o melhor lugar para dizer aqui será minha casa.
 Será que nós temos a visão da igreja como a visão de uma casa onde posso habitar morar, viver, fazer dela meu lar espiritual e nela “habitar” com meus filhos?  Será que temos a visão do pardal?
Oxalá Deus nos dê a visão do pardal antes mesmo da visão de águia para enxergarmos um lar e fazermos deste lar meu lugar de habitação, e tratá-la como um lar, e cultivar um bom ambiente de lar e então poderemos todos dizer com propriedade: “... Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu.
“Não temais, pois! Bem mais valeis vós do que muitos pardais”. (Mt 10: 31)...
BISPO/JUIZ.MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADE DR.EDSON CAVALCANTE




0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.