Subscribe:

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

JEOVÁ NISSIN, O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA...


                                JEOVÁ NISSIN, O SENHOR É A NOSSA BANDEIRA...
"Moisés construiu um altar e chamou-lhe “o Senhor é minha bandeira”.Êxodo 17:15 NVI
Em uma das noites mais escuras da batalha da Bretanha, na segunda guerra mundial, quando a ilha nação parecia fadada a derrota, o primeiro ministro Churchill saiu do seu quartel general subterrâneo para ver um homem que escrevia na parede, “Independência para o País de Gales”. O homem tinha uma causa, mas completamente equivocada diante das circunstâncias.
Hoje vemos uma proliferação de grupos de pressão. Todos têm seus interesses específicos, suas causas para as quais procuram atrair a atenção do público e de líderes políticos. Passeatas, piquetes, demonstrações, faixas – fazem parte de nossa época. Algumas vezes nós os vemos, numa escala limitada, inclusive dentro da igreja.
Mas nós temos uma causa. O pastorzinho Davi sentiu que havia uma causa a defender quando colocou as pedras em sua funda e lançou-se na direção do gigante Golias (1 Samuel 17:29). A causa era do Senhor – a honra do Seu nome e a defesa do Seu povo. Nós também temos uma causa hoje. Somos soldados de Jesus, comissionados para contar as boas novas de sua cruz e sua segunda vinda a um mundo em desespero. Temos o evangelho eterno a pregar a cada nação, tribo, língua e povo (Apocalipse 14:6, 7).
Quando o exército de Israel derrotou os Amalequitas, Moisés construiu um altar memorial e o chamou Jeová-nissin, “O Senhor é minha bandeira” (Êxodo 17:15). Era um nome que inspirava confiança e servia de advertência aos inimigos das 12 tribos lembrando-os de que embora os filhos de Israel fossem despreparados para a guerra e quebrados psicologicamente devido à escravidão, o Senhor era o seu líder. Em Seu nome eles haviam derrotado a Amaleque; em Seu nome eles seriam vitoriosos sobre cada inimigo futuro.
Agora é o tempo de erguermos nossa bandeira diante do mundo: “O Senhor é a nossa bandeira”. Quando o mundo nos diz que nossa tarefa de pregar o evangelho eterno aos quatro cantos do planeta é impossível, ergamos a nossa bandeira. Quando o mundo vier sobre nós como uma avalanche a fim de desviar-nos do ideal de Deus para nós, ergamos a nossa bandeira. Quando formos tentados a nos distrairmos, ou enfrentarmos lutas internas ou desconfianças, ergamos a nossa bandeira. É a bandeira ensanguentada do Príncipe Emanuel. Ele é o nosso líder. Por sua cruz Ele adquiriu o direito a este mundo, e em Seu nome nós venceremos afinal.
ORAÇÃO
Senhor reafirma em mim a certeza de que nasci para vencer, para dar uma contribuição ao mundo. Quando as pressões para um trabalho de segunda categoria vierem sobre mim ajuda-me a lembrar de que estou seguindo a Jesus Cristo, o Senhor da vitória. Em nome dele eu peço e agradeço. Amém...

BISPO/JUIZ.MESTRE E DOUTOR EM ÊNFASE E DIVINDADES DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.