Subscribe:

quarta-feira, 29 de maio de 2013

DEUS É SOBERANO EM TUA VIDA...



                                                  DEUS É SOBERANO EM TUA VIDA...

Jó  42 – 1 : 6
“1  Então, respondeu Jó ao SENHOR: 2  Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado. 3  Quem é aquele, como disseste, que sem conhecimento encobre o conselho? Na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia. 4  Escuta-me, pois, havias dito, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás. 5  Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te vêem. 6  Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza.” (Jó 42:1-6 RA)

1.    Introdução

Uma das coisas mais difíceis para o ser humano é aceitar que Deus está no controle de todas as coisas, mesmo em meio ao caos, à angústia e à dor.
É difícil aceitarmos que Deus estava no controle de tudo, por exemplo, quando aconteceu aquele imenso tsunami que matou mais de 300 mil pessoas na Ásia em dezembro último. Mas Ele estava e ainda está no controle.
Se você olhar numa lâmina de microscópio você verá milhões de seres vivos que têm a digital, o planejamento de Deus.
Se você olhar pelo telescópio verá a imensidão do Universo. Bilhões de estrelas maiores do que a terra longe umas das outras em distâncias inimagináveis! Esse mesmo Deus que fez o que é microscopicamente fantástico e o inimaginavelmente grande e vasto universo, conhece você, conhece os seus problemas.
A história de Jó mostra um homem que, mais do que “paciente”, era um homem fiel a Deus em qualquer circunstância. Leia a história de Jó e você verá os testes pelos quais ele passou. Em tudo que Jó passou, aprendemos algumas coisas importantes sobre “descansar na soberania de Deus”.

2.    Desenvolvimento

St. Porque podemos descansar na soberania de Deus?

2.1)      PORQUE DEUS SABE O QUE ESTÁ FAZENDO (Isaías 55.9)

“Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os seus pensamentos”.
Jó teve de reconhecer que não era capaz de entender o que o Senhor estava fazendo. Quando estamos em dificuldades e vemos tantos problemas, no mundo e mesmo em nossas vidas; perguntamos se Deus sabe o que está fazendo. O que nós não levamos em consideração é que nós, seres humanos, não temos condições de avaliar as obras de Deus. O máximo que podemos fazer é confiar na sabedoria de Deus. Pois…
Nós temos a tendência de não ver como Deus vê. Vemos caminhos fechados onde Deus vê caminhos abertos, vemos impossibilidades onde Deus vê possibilidades, vemos portas fechadas onde Deus vê portas se abrindo, vemos probabilidades onde Deus vê exatidão.
As vezes, estamos cegos para entender o melhor de Deus para nós. Vejamos o que diz Gn. 13:10-11: “Levantou Ló os olhos e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada (antes de haver o SENHOR destruído Sodoma e Gomorra), como o jardim do SENHOR, como a terra do Egito, como quem vai para Zoar. 11  Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro.” (Gênesis 13:10-11 RA)
Jó escolhe as campinas do Jordão, achando que essa era a sua melhor escolha, pensando que tinha acertado em sua decisão, achando que teria sucesso em seus projetos e empreendimentos, mas a escolha de Ló não era a escolha de Deus. A escolha de Deus era a terra de Canaã. Mais tarde, as campinas do Jordão foram arruinadas pelo fogo e enxofre que Deus mandou do céu, e a terra de Canaã prosperou com toda sorte de bênçãos e riquezas.
Meu querido, qual tem sido o teu projeto, tuas escolhas, teus caminhos? Procure antes saber, qual é a escolha de Deus para você.
Convém aqui, lembrar a escolha que Deus propõe para Josué:
Josué 1:7  Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares.

2.2)      PORQUE DEUS CONHECE OS NOSSOS LIMITES (1 Coríntios 10.13)

“Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar.”
Tentação, provação, tribulação, seja qual nome tiver o seu problema, Deus conhece os seus limites. Foi assim com Jó. Deve ser assim com você. Quando alguém sucumbe à provação, é porque a pessoa não estava em Deus para suportá-la. Creia que o Senhor não irá deixar com que você passe por aquilo que não conseguirá suportar. Deus não está testando os seus limites, ele já os conhece! Ele não lhe deixará desamparado.
Lembre-se que Ele mesmo é quem providencia o escape. Se você está sendo provado ou tentado, peça a Deus: “Senhor, onde esta o escape? Providencia-o para mim”.
Se Deus não providenciasse o escape, então teríamos sobre nós um imenso fardo para levar, não suportaríamos as tentações e provações, iríamos cair, mas Deus providencia o escape.
ILUSTRAÇAO. Um certo homem famoso deparou-se com um terrível dilema. Quando entrou em sua casa carregando um presente para sua esposa, sua filhinha paralítica cumprimentou-o.
- Onde está a mamãe ? – ele perguntou após beijá-la.
- A mamãe está lá em cima – a menina respondeu.
- Bem – disse o pai, tenho um presente para ela.
- Oh! – exclamou a pequena. Deixe-me carregar o pacote para a mamãe?
- Por que, Ana querida ? – replicou o pai. Como você pode carregar o pacote para a mamãe, se você não consegue andar ?
Com um sorriso, a menina continuou:
- Isso é verdade, papai. Mas você pode me dar o presente e me carregar!
Carregando em seus abraços, o homem levou para cima a pequena Ana e o presente. Então, ele viu a sua própria posição perante Deus: ultimamente vinha levando um pesado fardo, porém, Deus não o estava carregando?
APLICAÇAO. Em situações de nossa vida sempre sentimos o peso dos fardos. Algumas vezes nos esquecemos de que, mesmo carregando nosso fardos, estamos sendo carregados pelo nosso Pai Celeste, que é o Refúgio nas horas de tribulação .
Que você viva hoje a segurança de estar nos braços de Deus! É só pedir e alcançar…

2.3)      PORQUE NÃO TEMOS CONDIÇÕES DE CONTRARIAR O CRIADOR (Isaías 43.13)

“Desde os dias mais antigos eu o sou. Não há quem possa livrar alguém de minha mão. Agindo eu, quem o pode desfazer?”
Diante da soberania de Deus, do seu poder infinito, o que é que nós podemos fazer para impedir Deus de ser Deus? A resposta óbvia: nada! Jó, desde o início, teve esta atitude de submissão diante do Senhor. Ele foi capaz de resistir aos infortúnios por causa dessa submissão. Nós também precisamos aprender isso do exemplo de Jó. Precisamos entender que nada do que fazemos pode alterar o que Deus vai realizar em nossas vidas.
Jonas não entendia isso. Então comprou uma passagem para Tarsus. Mas, isso alterou o plano de Deus para ele? Ele entrou no navio e foi para o porão. Isso alterou o plano de Deus? Ele foi lançado no mar e engolido por um grande peixe? Isso alterou o plano de Deus? Ele poderia ter economizado um bom tempo se tivesse obedecido a Deus.
Não vale a pena você perder seu tempo tentando desobedecer a Deus, porque no final, Deus sempre faz com que sua vontade prevaleça.

2.4)      PORQUE PODEMOS CONFIAR NA JUSTIÇA DE DEUS (2 Tessalonicenses 1.4-5)

‘’Por esta causa nos gloriamos em vocês entre as igrejas de Deus pela perseverança e fé demostrada por vocês em todas as perseguições e tribulações que estão suportando. Elas dão prova do justo juízo de Deus e mostram o seu desejo de que vocês sejam considerados dignos do seu Reino, pelo qual vocês também estão sofrendo.”
Muitas vezes as pessoas chegam para o pastor com perguntas difíceis de responder. Às vezes são perguntas como “Fulano foi para o Céu?”. São perguntas que eu não posso responder. Eu tento dar uma resposta com o único argumento que eu tenho certeza: “Deus é Justo – aconteça o que acontecer, confie na justiça de Deus”.
Jó, apesar de estar passando por tudo o que passou, nunca deixou de confiar na justiça do Senhor. Nós não temos respostas para tudo o que está acontecendo em nossas vidas e no mundo, mas uma certeza podemos ter: Deus é Justo!”

3.    Conclusão

Finalizamos esta palavra lembrando a você que em toda e qualquer situação TEMOS UM DEUS QUE ESTÁ LIDERANDO A HISTÓRIA PARA O NOSSO BEM (Romanos 8.28)
Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Mesmo que no momento nós tenhamos dor, e duvidemos que haverá alguma saída para o nosso sofrimento, e duvidemos que ainda conseguiremos respirar em paz de novo. Saibam todos que Deus está trabalhando para um bem maior no final. Mesmo que não conheçamos quais as conseqüências de tudo nesta vida, podemos ter a certeza de que Deus é o Senhor da história.
No final da história de Jó, vemos que ele reconhece essa soberania de Deus. Jó 42.1-6 diz:
1 Então Jó respondeu ao Senhor:
2 “Sei que podes fazer todas as coisas; nenhum dos teus planos pode ser frustrado.
3 Tu perguntaste: ‘Quem é esse que obscurece o meu conselho sem conhecimento?’ Certo é que falei de coisas que eu não entendia, coisas tão maravilhosas que eu não poderia saber.
4 “Tu disseste: ‘Agora escute, e eu falarei; vou fazer-lhe perguntas, e você me responderá’.
5 Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram.
6 Por isso menosprezo a mim mesmo e me arrependo no pó e na cinza”.
Quero destacar o versículo 5. Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram. O relacionamento de Jó com Deus não era superficial. Deus se orgulhava de seu servo. Mesmo assim, Jó achava que tudo o que ele sabia do senhor era apenas “ouvir falar”. Agora ele o conhecia. Jó conheceu ao Senhor na tribulação, na angústia. Se você já leu a história de Jó, sabe que Deus recompensou a sua fidelidade e devolveu-lhe de forma multiplicada tudo aquilo que ele havia perdido.
Diante disso tudo fica uma palavra de incentivo a você: “descanse na soberania de Deus”!
BISPO/JUIZ.MESTRE E DOUTOR EM TEOLOGIA.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.