Subscribe:

segunda-feira, 15 de abril de 2013

RENOVAR E RESTAURAR...



RENOVAR E RESTAURAR...

Isaías - 40 - 31 : 0
“Mas os que esperam no Senhor sempre renovam suas energias. Sobem, voando como águias. Correm e não se cansam, caminham e não perdem as forças”

-No mundo inteiro, a ÁGUIA é símbolo de nobreza. Pela sua força, alteza e vigor, ela desponta-se como campeã indiscutível deste símbolo de grandeza. A ÁGUIA é forte, viva, corajosa, vencedora, e como diz a Bíblia: símbolo daqueles que esperam no Senhor! (Ler texto – Isaias 40:31).

-Os cientistas descobriram que a águia tem asas enormes, gigantescas (pelo menos em relação ao tamanho do seu corpo) –  E isso se da pelo fato da Águia fazer vôos muito altos e de longas distancias, porisso ela não poderia bater as asas como um beija-flor, porque assim se cansaria e não poderia ficar por longos períodos no ar.

-Porisso ela é a rainha do espaço, a campeã das alturas, a heroína dos vôos longínquos e para isso ela precisa ter asas grandes e fortes. Assim ela galga alturas excelsas, onde simplesmente ela abre suas asas fortes e, planando no ar, deixa que a força do vento a carregue.

-A ÁGUIA é a ave que possui a maior longevidade da espécie, ela chega a viver 70 anos. Entretanto, para chegar a essa idade, aos 40 ela tem de tomar uma séria e difícil decisão: Morrer ou Renovar-se! Ou seja, ela precisa entrar num processo de renovação senão ela irá morrer...)

-E a RENOVAÇÃO é uma das características mais interessantes e impressionantes da ÁGUIA. E exatamente porisso DAVI se expressou assim no Salmos 103:5 “ELE (DEUS) enche minha vida de coisas boas. A minha juventude se renova como as penas da águia”.

-E como se dá esse processo de Renovação? ... Por volta dos 40 anos a ÁGUIA começa a sentir que suas penas estão ficando velhas e enferrujadas. Começa e perceber que seu bico já não está tão afiado e forte quanto antes. Descobre também que suas garras já estão enfraquecendo ..... e aí ela toma uma decisão drástica, quase traumática, para sair deste quadro desolador.

-Porisso ao pesquisar sobre o processo de renovação pelo qual a ÁGUIA passa, eu quero refletir com os irmãos e amigos esta noite sobre a necessidade que cada um de nós temos de nos RENOVAR, de nos RESTAURAR .... e conseqüentemente REVITALIZAR a mente e o corpo para podermos dar continuidade ao processo da vida!

1 – A PRIMEIRA COISA QUE A ÁGUIA FAZ PARA SE RENOVAR É INTERROMPER SUAS ATIVIDADES.

-Ela não prossegue o seu trabalho, seus vôos, sua caça, suas aventuras. Ela pára, interrompe suas obrigações. Fecha sua agenda e cancela todos os seus compromissos... porque ela precisa se renovar ou então morrerá!

-E esta é uma forte lição para nós hoje. Há momentos em que a melhor ação é ficar parado. Nem sempre é prudente avançar. DEUS não esta interessado em ativismo! ELE esta mais interessado no que somos do que naquilo que fazemos. Porque ativismo sem santidade gera trovões, mas não traz a chuva fresca e restauradora. Trabalho sem santidade de vida não produz frutos que agradam a Deus.

-E a gente precisa refletir sobre isso. O livro de Malaquias nos informa sobre esta situação na vida do povo de Israel. Deus chegou a um tal ponto de desgosto com o ativismo religioso daquele povo, sem o respaldo de uma vida de santidade que DEUS diz em Malaquias 1:10 “Quem me dera achar, nomeio de todos vocês, um sacerdote que fechasse as portas do templo e recusasse esse tipo de sacrifícios. Eu não tenho prazer em vocês, diz o Senhor do Universo, e não aceitarei as suas ofertas”.
-É porisso que o próprio SENHOR JESUS nos disse que é melhor deixar a oferta no altar e ir primeiro acertar as pendências com as outras pessoas e só depois consagra-la a DEUS. (Mt. 5:24). Porque na verdade DEUS está mais interessado no que você é do que naquilo que você faz. Portanto, trabalho sem santidade de vida é infrutífero. Ativismo sem santidade de vida não agrada o coração de Deus. - E a gente precisa aprender isso com a ÁGUIA!



2 – A SEGUNDA COISA QUE A ÁGUIA FAZ PARA SE RENOVAR É ISOLAR-SE NO ALTO DOS PENHASCOS.




-A ÁGUIA é uma ave solitária. Ela não voa em bandos, sobretudo quando está nesse processo de auto-renovação. Porisso, para se RENOVAR a ÁGUIA alça um vôo altaneiro, ela alcança as alturas mais excelsas e refugia-se no cume dos mais altos penhascos. - E ali ela fica sozinha, isolada, enfrentando a sua própria realidade.



-Esta é uma lição tremenda para nós! Há momentos em que precisamos sair do meio da multidão, deixar a coletividade e mergulhar em nossa própria intimidade. Há momentos em que precisamos deixar o barulho febril dos encontros festivos para recolher-nos em um profundo auto-exame.



-As vezes irmãos, é prudente fazer como JACÓ que, numa noite fatídica em sua vida, quando se via encurralado pelo medo, entrincheirado pela sua consciência, ameaçado pelo seu irmão, não podendo mais prosseguir sem ter um acerto e conserto em sua vida, ficou só, no vale de Jaboque. E ali DEUS tocou a vida de JACÓ. Ali DEUS mudou seu nome, mudou sua história, mudou sua vida...



-A Bíblia nos diz também que foi na solidão do deserto que DEUS chamou MOISÉS para libertar o Seu povo da tirania de Faraó. Foi na solidão da caverna que DEUS falou com ELIAS para não se capitular às ameaças de Jezabel, mas para erguer a cabeça e cumprir cabalmente seu ministério.

-Portanto, precisamos também fazer os nossos retiros, não na direção das multidões, mas da solidão, para um acerto da nossa vida com DEUS. Caso contrário nossas palavras às pessoas tornar-se-ão um eco vazio se não gastarmos tempo com DEUS. Precisamos falar dos homens para DEUS primeiro, e depois falarmos de DEUS para os homens!

3 – A TERCEIRA COISA QUE A ÁGUIA FAZ PARA SE RENOVAR É ARRANCAR SUAS PENAS VELHAS.



-A ÁGUIA, ao chegar ao cume do penhasco, começa a arrancar com o bico uma a uma as suas penas. Não poupa a si mesma desta dor intensa. As penas são todas arrancadas. Seu corpo vai ficando desfigurado à medida que ela aplica a si mesma golpes severos. Trata-se com austeridade...



-Cremos que este gesto da ÁGUIA tem muito a nos ensinar. Se desejamos ter uma vida nova com DEUS, uma vida abundante, cheia de vigor e poder, precisamos também ter a coragem de descartar os pesos inúteis da nossa vida. Precisamos nos despojar das bagagem que carregamos e que nos retarda na caminhada.

-Precisamos deitar fora nossas vestes contaminadas pelo pecado, nossas roupagens maculadas pela iniqüidade (e o novo crente, que se renova diante de DEUS, faz isso em sua vida: ela lança fora a bebida, lança fora o cigarro, lança fora os vícios, lança fora as críticas, lança fora a idolatria, o ódio, o ciúme e a ira...) - Porque o Cristão sabe que o seu corpo é a habitação, o templo do Espírito Santo!

-Porque se queremos subir à presença de DEUS para os renovarmos, precisamos lançar fora os ídolos da nossa casa, tirar as vestes sujas do pecado e purificar a nossa vida. Portanto, é preciso ter coragem para arrancar as penas velhas que nos cobrem. É preciso ter ousadia para, no nome de JESUS, remover de nós hábitos já arraigados. É preciso ter determinação para romper e quebrar as ataduras de vícios que se inseriram em nossa vida, trazendo-nos profundo enfraquecimento!

- ... Por outro lado, ao arrancar suas penas velhas para se renovar, a ÁGUIA nos dá uma tremenda lição para a vida como IGREJA do Senhor Jesus. Precisamos nos desprender de ritos, de costumes, de liturgia, de tradições, de paradigmas, de lembranças, de coisas que para trás ficam e que nos dias de hoje atrapalham nosso caminhar, e, avançar rumo ao que DEUS quer de nós como IGREJA viva, sadia, relevante, contextualizada, como diz o texto bíblico: “E assim, se alguém está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já passaram e eis que tudo se faz novo”. (2 Cor. 5:17)

-A ÁGUIA depois que acaba de arrancar todas as penas, fica num estado deplorável. Seu corpo parece mutilado. Sua aparência fica desfigurada. CONTUDO, depois de alguns dias, começam a nascer penas novas, bonitas, fortes. Tudo se faz novo. Ela ganha uma nova aparência. Torna-se bela, encantadora, deslumbrante.

-Assim também acontece com aqueles que esperam no Senhor e passam por este processo de quebrantamento. Aqueles que se humilham serão exaltados. Aqueles que tiram as vestes sujas são cobertos por vestes alvas. Aqueles que sacodem o jugo de uma vida presa ao pecado desfrutam as delícias de uma intimidade com DEUS.



4 – A QUARTA COISA QUE A ÁGUIA FAZ PRA SE RENOVAR É ESFREGAR O SEU BICO NA ROCHA ATÉ ARRANCÁ-LO.


-A ÁGUIA não apenas arranca suas penas velhas, mas, quando percebe que seu bico já está ficando fraco, impotente e cheio de crosta, ela o esfrega fortemente na rocha, esfrega-o até ficar em sangue vivo. E novamente ela fica desfigurada até que dias mais tarde cresce um bico novo, forte como o aço.

-Nós também precisamos passar por esta experiência. Precisamos colocar a nossa boca no pó. Precisamos remover muitas coisas velhas dos nossos lábios. Retirar palavras torpes, piadas imorais, críticas desairosas, acusações levianas. Precisamos limpar nossos lábios de crostas que enfraquecem e comprometem a nossa vida e o nosso testemunho.
-A Bíblia nos diz que devemos ser atalaias da verdade e não portadores da mentira. Devemos ser pregoeiros da esperança e não arautos do caos. (...Ah! a Igreja vai mudar a Escola Bíblica para o Sábado... isso vai ser um caos! A Escola Bíblica tem que ser no Domingo, porque o Domingo é o Dia do Senhor! ...E o sábado? E a Segunda-Feira são do diabo?). Devemos ser mensageiros da paz e não instrumentos da discórdia. Nossa língua deve ser remédio e não veneno. Nossa língua deve ser canal de vida e não arma da morte.

-Precisamos também botar a nossa boca no pó, pedindo a Deus que toque os nossos lábios com as brasas vivas do altar, tirando toda iniqüidade e impureza e derramando sobre nós a unção fresca do seu Espírito, a fim de que falemos com graça e poder ..... entretanto isso só acontece quando nós esfregarmos o nosso bico na rocha. Porisso que DEUS nos dê ousadia para passarmos pela escola do quebrantamento!

5 – A QUINTA E ÚLTIMA COISA QUE A ÁGUIA FAZ PARA RENOVAR-SE É ARRANCAR SUAS GARRAS.

-Nesse processo de renovação ela percebe que suas garras já estão fracas e impotentes. Então ela bate suas unhas com violência sobre a rocha várias vezes até que aquela camada envelhecida e calosa seja arrancada, ficando suas patas em carne viva.

-Todavia após esse processo de autoflagelação e quebrantamento, as garras começam a brotar com toda pujança e vigor, fortes como ferro e ela fica completamente renovada revitalizada...... e agora ela desce das alturas do penhasco para dar continuidade à sua vida e às suas atividades!!

-Assim devemos nós também, num sentido espiritual, afiar as nossas garras, retirando delas toda crosta calosa. Para a águia as garras são instrumentos de batalha em que ela usa para capturar suas presas, seus alimentos.

-Porisso para nós, nossas armas espirituais não podem ser fracas e impotentes. Precisamos estar afiados e preparados a qualquer momento para o combate. Porque a vida cristão não é uma colônia de férias, é um campo de guerra. Estamos em constante luta...

-E a Bíblia nos diz que nossas armas não são carnais ou materiais. Elas são poderosas em DEUS para destruir fortalezas e anular sofismas. É muito forte a colocação do apóstolo Paulo em sua carta aos Efésios 6:12 – Ele diz: “Porque nós não estamos lutando contra gente feita de carne e sangue, mas contra pessoas sem corpo, os reis malignos do mundo invisível, esses poderosos seres satânicos e grandes príncipes malignos das trevas que governam este mundo; e conta um número tremendo de maus espíritos no mundo espiritual”.

-Este mundo é um campo minado pelo inimigo. O mundo jaz no maligno diz o apóstolo João. Importa portanto estarmos preparados com as garras afiadas e forte, usando as armas celestiais que DEUS nos dá.

-Mas para isso irmãos, é preciso subir para as alturas. Precisamos estar na presença de DEUS! Porque DELE vem a renovação, a restauração e a nossa força, como diz NEEMIAS (8:10): “A alegria do Senhor a nossa força é”.

-Portanto, é preciso subir às alturas com humildade, com arrependimento, com disposição de mudança, porque a transformação vem de DEUS. Só o Espírito Santo pode operar esse processo de renovação interior, quando ficamos livres das coisas do passado e podemos aproveitar o resultado valioso que a renovação sempre nos trás.

-ISAIAS nos diz : “os que esperam no Senhor sempre renovam suas energias. Sobem, voando como águias. Correm e não se cansam, caminham e não perdem as forças”.

- Numa inspiração poética escreveu esta canção: “Os que confiam no Senhor são como o monte de sião que não se abala mas permanece para sempre” eu acrescento as palavras do profeta: “...porque sempre renovam suas energias. Sobem voando com águias. Correm e não se cansam, caminham e não perdem as forças”...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.FR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.