Subscribe:

terça-feira, 19 de março de 2013

O DOCE NOME DE JESUS...



                                                 O DOCE NOME DE JESUS...
O início do livro de Hebreus é muito claro e desvenda quem é Jesus veja abaixo:
(Hebreus 1:1) - HAVENDO Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho,
(Hebreus 1:2) - A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.
(Hebreus 1:3) - O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas;
(Hebreus 1:4) - Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.
(Hebreus 1: 5 e 6) Porque, a qual dos anjos disse jamais: Tu és meu Filho, Hoje te gerei? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, E ele me será por Filho?
E ainda, quando Deus introduz o primogênito no mundo, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
Nos versículos acima, se entende que Jesus antes de ter vindo ao mundo, já era Filho de DEUS, Gerado, não criado como os Anjos, por isso feito mais excelente que os Anjos e merecedor de um nome mais excelente do que eles, como diz (Hebreus 1:4), e ainda quando Deus introduz Jesus (seu primogênito) no mundo, em carne e mortal diz para todos os Anjos que o adorem mesmo assim.
Continuando...
(Hebreus 1:8) - Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.
(Hebreus 1:9) - Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; por isso Deus, o teu Deus, te ungiu Com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.
Notem acima, que em (Hebreus 1: 8) - Deus chama seu filho, de Deus e no próximo versículo (Hebreus 1: 9), diz: “por isso Deus, o teu Deus”, mostrando claramente que é superior a JESUS. Como entender essa questão?
Jesus sem dúvida nenhuma é divino, pois é filho unigênito de Deus, ele foi gerado pelo PAI não criado, como nós e os Anjos, portanto, quando a palavra Deus é aplicada a Jesus Cristo na Bíblia, quer dizer que ele é igual ao PAI em natureza, caráter e propósito, pois é Gerado, tornando-se também o nosso guia, pois é o representante do PAI, o próprio Jesus disse em (Jo-14: 9): “Quem vê a mim vê o Pai”; possui a mesma natureza, caráter e propósito que o Pai, mas não é O DEUS, este cargo é somente de seu PAI (O DEUS SUPREMO e IMORTAL) que o GEROU posteriormente, segundo a Bíblia Sagrada.
(Filipenses 2:6) - Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus...
Entenda que ser em forma de Deus é bem diferente de ser Deus.
Único gerado / por exemplo: filho de peixe, peixe é / filho de tigre, tigre é/ filho de ser humano, ser humano é / filho de Deus, (DEUS É).
Veja abaixo, que Jesus irá nos mostrar o PAI, o único que possui a Imortalidade, a quem nenhum homem viu nem pode ver.
(I Timóteo 6: 14,15 e 16) 14: Que guardes este mandamento sem mácula e repreensão, até à aparição de nosso Senhor Jesus Cristo; 15: A qual a seu tempo mostrará o bem-aventurado, e único poderoso SENHOR, Rei dos reis e Senhor dos senhores;
16: Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos
homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém.
(Só o Pai possui a imortalidade)...
BISPO/JUIZ. PHD. THD. DR. EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.