Subscribe:

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

DEUS ABORRECE A ARROGÂNCIA...



DEUS ABORRECE A ARROGÂNCIA...

Tiago - 4 - 13 : 17
INTRODUÇÃO: Há muito tempo, num Reino distante, havia um Rei que não acreditava na bondade de Deus. Tinha, porém, um súdito que sempre lhe lembrava dessa verdade. Em todas situações dizia : - Meu Rei, não desanime, porque Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele nunca erra!

Um dia, o Rei saiu para caçar juntamente com seu súdito, e uma fera da floresta atacou o Rei, o súdito conseguiu matar o animal, porém não evitou que sua Majestade perdesse o dedo mínimo da mão direita.

O Rei, furioso pelo que havia acontecido, e sem mostrar agradecimento por ter sua vida salva pelos esforços de seu servo, perguntou a este:

- E agora, o que você me diz? Deus é bom? Se Deus fosse bom eu não teria sido atacado, e não teria perdido o meu dedo.O servo respondeu:

- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, somente posso dizer-lhe que Deus é bom, e que mesmo isso, perder um dedo, é para seu bem ! Tudo que Deus faz é Perfeito. Ele Nunca erra !!!

O Rei, indignado com a resposta do súdito, mandou que fosse preso na cela mais escura e mais fétida do calabouço. Após algum tempo, o Rei saiu novamente para caçar e aconteceu dele ser atacado, desta vez por uma tribo de índios que viviam na selva. Estes índios eram temidos por todos, pois sabia-se que faziam sacrifícios humanos para seus deuses. Mal prenderam o Rei, passaram a preparar, cheios de júbilo, o ritual do sacrifício. Quando já estava tudo pronto, e o Rei já estava diante do altar, o sacerdote indígena, ao examinar a vitima, observou furioso: - Este homem não pode ser sacrificado, pois é defeituoso! Falta-lhe um dedo! E o Rei foi libertado. Ao voltar para o palácio, muito alegre e aliviado, libertou seu súdito e pediu que viesse em sua presença. Ao ver o servo, abraçou-o afetuosamente dizendo-lhe:

- Meu Caro, Deus foi realmente bom comigo! Você já deve estar sabendo que escapei da morte justamente porque não tinha um dos dedos. Mas ainda tenho em meu coração uma grande dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você fosse preso da maneira como foi ? Logo você, que tanto o defendeu?! O servo sorriu e disse: - Meu Rei, se eu estivesse junto contigo nessa caçada, certamente seria sacrificado em teu lugar, pois não me falta dedo algum !

Portanto, lembre-se sempre: TUDO O QUE DEUS FAZ É PERFEITO. ELE NUNCA ERRA!

AT. DEUS ABORRECE A ARROGANCIA Algumas razões o porque do seu aborrecimento

1. Exclui Deus no planejamento da vida vrs. 13-14a (Ateísmo prático) O texto inicia com uma expressão popular "Atendei agora",apontando um tipo de pessoas que eram "planejadores deliberados e autoconfiantes". O primeiro século foi um período de grande atividade comercial, havendo vários tipos de comércio. Isto era familiar para os leitores da Hoje seriam excelentes administradores/gerentes de empresas. Eles decidem:

Quando fazer: hoje ou amanhã

Onde fazer: iremos para a cidade tal

Quanto tempo: lá passaremos um ano

O que fazer: negociaremos

O que obter: teremos lucros

O que Tiago critica não é o planejamento/lucro, mas o esquecimento de colocar a vontade soberana de Deus. Onde Deus está neste negócio?

Estes "donos do poder" estão dizendo "o tempo está nas nossas mãos" contradizendo aquilo que as Escrituras dizem. Tiago está criticando o ponto de vistas destes com relação a vida.

Alguns pontos de vistas sobre o uso da vida

O ateu: "viver como se não existe Deus". O hedonista: "vivo para o prazer". O deista:: "Deus abandonou a criação e ele não intervem mais". O positivista lógico: "Não há nenhuma evidencia a favor ou contra a existência de Deus. Assim viverei para a ciência e as coisas que ela pode oferecer. O teista: "Creio em Deus e na sua intervenção divina e sou responsável diante da sua soberania, sua pessoa".

Tiago começa a introduzir o assunto que logo vira no cap.5 a condenação dos ricos e das riquezas

2. Esquece da brevidade da vida vers. 14b -15 Estes que excluem Deus dos seus planos fruto da arrogância que muitas vezes está alicerçada em algum tipo de riqueza: econômica, cultural, social, status, esquecem de um detalhe o qual Tiago chama a atenção – BREVIDADE DA VIDA, em outras palavras menos delicadas – VOCÊ VAI MORRER – Agora Tiago passa a demonstra que a vida é um "vapor"(gr-atmis=vapor ou fumo). A mentalidade de segurança e do planejamento apontada anteriormente esbarra ante o fato brutal da mortalidade e da fragilidade humana. Jesus já tinha apontado em Lucas:12:15 E continuou, dizendo a todos: -Prestem atenção! Tenham cuidado com todo tipo de avareza porque a verdadeira vida de uma pessoa não depende das coisas que ela tem, mesmo que sejam muitas.

16 Então Jesus contou a seguinte parábola: -As terras de um homem rico deram uma grande colheita. 17 Então ele começou a pensar: "Eu não tenho lugar para guardar toda esta colheita. O que é que vou fazer? 18 Ah! Já sei! -disse para si mesmo. -Vou derrubar os meus depósitos de cereais e construir outros maiores ainda. Neles guardarei todas as minhas colheitas junto com tudo o que tenho.

19 Então direi a mim mesmo:

3 Permite a influência diabólica vers.16

A arrogância humana não somente tira Deus do planejamento da vida, não somente parte para um endeusamento que diz: "Tu te amará a ti mesmo sobre todas as coisas" (não ensino complexo de inferioridade). A arrogância leva o ser humano a pensar que a morte não o alcançará Mas também permite a influência direta de Satanás. A jactância ou arrogância é do diabo. O início da arrogância é apresentado nas Escrituras em Gn:3:5-6

Mas a cobra afirmou: -Vocês não morrerão coisa nenhuma! 5 Deus disse isso porque sabe que, quando vocês comerem a fruta dessa árvore, os seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecendo o bem e o mal.

6 A mulher viu que a árvore era bonita e que as suas frutas eram boas de se comer. E ela pensou como seria bom ter conhecimento. Aí apanhou uma fruta e comeu; e deu ao seu marido, e ele também comeu.

Confira o texto de Tiago:3:14-15

13 Quem entre vós é sábio e inteligente? Mostre em mansidão de sabedoria, mediante condigno proceder, as suas obras. 14 Se, pelo contrário, tendes em vosso coração inveja amargurada e sentimento faccioso, nem vos glorieis disso, nem mintais contra a verdade. 15 Esta não é a sabedoria que desce lá do alto; antes, é terrena, animal e demoníaca.

16 Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.

No Antigo Testamento antes de morrer Moises instruiu o povo para ter cuidado com a arrogância do sucesso, ou das grandes vitórias que obteriam diante dos inimigos. A Bíblia apresenta este discurso e em Dt:`8:17ss

Dt:8 17 -Portanto, não pensem que foi com a sua própria força e com o seu trabalho que vocês conseguiram todas essas riquezas. 18 Lembrem do Eterno, o nosso Deus, pois é ele quem lhes dá força para poderem conseguir riquezas. Vocês estão vendo que assim ele está cumprindo a aliança feita por meio de juramento com os nossos antepassados. 19 Mas, se vocês esquecerem do Eterno, e adorarem e servirem outros deuses, eu aviso hoje que vocês certamente morrerão.



Tiago afirma no texto do vers. 16 que toda pretensão arrogante é diabólica

Orgulhar-se do progresso pessoal sem reconhecer que vem de Deus o poder e a capacidade para tal sucesso, é atitude maligna

O termo maligno (gr.ponerá) pode ser traduzido como mal o a personificação do Mal – Maligno. Por isso que o orgulho segundo o NT é maligno. Este foi o início do pecado segundo a Bíblia – O-R-G-U-L-H-O

Pv16: 18 A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda.

4. Esquece de fazer o bem vers. 17

Tiago mostra que aquele que tem como objetivo fundamental da vida as riquezas não tem tempo para pensar em Deus muito menos agir em favor da Obra de Deus. Mas agora vai além. Também não há tempo para o próximo quando a obsessão é a riqueza. Devemos lembrar que Tiago esta se aproximando da critica forte contra os ricos no cap.5.

A única preocupação é consigo mesmo. Aqui é apontado o pecado da omissão e aponta que será punida por Deus. Um exemplo desta questão esta no ensino de Jesus no livro de Lucas

Lucas: 16:19-31.

19 Ora, havia certo homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo e que, todos os dias, se regalava esplendidamente. 20 Havia também certo mendigo, chamado Lázaro, coberto de chagas, que jazia à porta daquele; 21 e desejava alimentar-se das migalhas que caíam da mesa do rico; e até os cães vinham lamber-lhe as úlceras.22 Aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado.23 No inferno, estando em tormentos, levantou os olhos e viu ao longe a Abraão e Lázaro no seu seio.

Lázaro foi ignorado e isto custou caro ao rico. O rico não agiu CONTRA a vida de Lazaro. O rico não proibiu de estar perto dele, o rico não foi opressor de Lazáro. Não apedrejou Lazaro, Não o defraudou. Mas o rico DEIXOU de fazer alguma coisa em beneficio de Lázaro. Ele IGNOROU Lázaro.

Lazaro não conseguia nem se alimentar com as sobras, as migalhas – que eram os guardanapos daquela época e cultura.

A razão de estas migalhas caírem da mesa eram as migalhas que usava como guardanapo, pois na época não existia este utensílio. Então o rico molhava o pão para limpar as mãos e deixava cair.

A luz do texto e ensino de Jesus não há muito que comentar, mas talvez lamentar da nossa maneira de viver ateisticamente. As vezes nosso evangelho que apresentamos se preocupa exclusivamente com a alma e não com o corpo. Muitos dizem e crêem que a alma é superior ao corpo, mas esquecem que Jesus teve um corpo como o nosso. Um alma sem corpo é fantasma e um corpo sem alma é defunto.

Tiago continua em manter algumas idéias que já estavam ensinadas no livro de Provérbio, que era um livro de sabedoria

Prov:3.27 Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo.28 Não digas ao teu próximo: Vai e volta amanhã; então, to darei, se o tens agora contigo.

Muitas vezes os pregadores se preocupam excessivamente e até exclusivamente com uma pregação moralista, legalista, e esquecem do aspecto social. Ainda como resquício da ditadura militar que lamentavelmente assolou a América Latina aponta como sendo "vermelho" "comunista" uma pregação apresentar as necessidades sociais ou ainda a inoperância da igreja neste aspecto. Os evangélicos deveriam sentir vergonha quando partidos políticos tomaram a defesa do social do ser humano quando esta deveria ser uma mensagem e prática evangélica

DEUS ABORRECE A ARROGÂNCIA:

1.Exclui Deus do planejamento da vida

2.Esquece da Brevidade da vida

3.Permite a Influência Diabólica

4. Esquece de Fazer o Bem

O que nos resta fazer? Simples: em cada momento pergunte para Deus, no que você esta sendo arrogante: cultura, na profissão, riqueza...Lembre o texto de Moises de Deuteronômio, reconheça Deus em tudo que é feito e é sucesso. O fracasso da igreja cristão começou quando ela se tornou arrogante ao se envolver com o poder político da riqueza. Houve uma reação, embora tenha sido uma reação uma tanto absurda – os mosteiros, o ascetismo, os votos de pobreza...Vida simples... simplicidade diz Não ao supérfluo... Radicalize, deixe de gastar e aplique em missões. Gasta-se mais em alimento para cachorro, em chiclete do que em missões...Mude o panorama você tem a oportunidade pois a amanhã a história julgara a nossa vida e a vida da igreja

Coloque Deus no seu plano de vida, profissão, sabendo que após a morte prestaremos conta. Assim não estará permitindo a ação malévola de Satanás,, não esquecendo de fazer o bem...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE


0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.