Subscribe:

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

DA MISÉRIA A ABUNDÂNCIA...




                                                            DA MISÉRIA A ABUNDÂNCIA...
(2 Rs 6.24 -7.2)

Elias e Eliseu eram profetas no Norte, e a maioria dos profetas, reis de sucesso e grandes homens de Deus eram do Sul, porque o Sul era marcado com a prosperidade e o sucesso, era o centro religioso e social. Já a terra do Norte era como se fosse um lugar destinado à miséria, fome e o fracasso. O Norte de Israel também sofria por causa das constantes guerras por ser a porta de entrada das nações como a Assíria e a Babilônia, que pretendiam atacar Israel e acabavam intensificando mais naquele local.

Uma outra coisa importante é que a fome descrita no texto base não estava sendo causada pela falta de chuva ou um fenômeno da natureza, e sim pela guerra e pelo cerco feito pelo rei da Síria. O cenário era de desespero, de sobrevivência, de crise e de muita insegurança porque a carestia era uma ameaça constante na vida daquele povo, levando ao ponto extremo da raça humana que é um ser humano se alimentar do outro para sobreviver. Parecia que não teria mais jeito para aquela gente que estava cercada pela miséria, mas para Deus não existe contexto de miséria que não pode ser transformada em um cenário de abundância e fartura. A crise era a maior inimiga do povo de Samaria, e é na crise que Deus mostra a solução.

Quais as atitudes que devemos ter quando estamos enfrentando uma crise?

1. NA CRISE NÃO PODEMOS PERDER A ESPERANÇA (v.25)
“Houve grande fome em Samaria; eis que a sitiaram, a ponto de se vender a cabeça de uma jumenta por 80 siclos de prata e um pouco de esterco de pombas por 5 siclos de prata” (v.25).

A bíblia está descrevendo um cenário terrível para o povo do norte, pois, a carestia tinha alcançado patamares altíssimos... e tinha tirado a esperança do menor da nação até o maior que era o rei. Você pode perder muita coisa, mas, o que a pessoa na verdade não pode perder é a esperança, e só perde a esperança se ele estiver sendo colocado na motivação errada.

A nossa esperança precisa ser o Senhor (Jr 17.7): “Bendito o homem que confia no Senhor e cuja a esperança é o Senhor”.

A pessoa sem esperança está destinada ao fracasso em todas as suas realizações, e a motivação precisa ser em Deus (Davi disse: eu vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos), depois tem que ser pela própria pessoa (Joel 3.10): “Diga o fraco: eu sou forte”.

2. NA CRISE TEMOS QUE TER O CUIDADO PARA NÃO ENTRAR NO DESESPERO (V. 28-29):
“Perguntou-lhe o rei: Que tens? Respondeu ela: Esta mulher me disse: Dá o teu filho, para que hoje, o comamos e, amanhã, comeremos o meu. Cozemos, pois, o meu filho e o comemos; mas, dizendo-lhe eu ao outro dia: Dá o teu filho, para que comamos, ela o escondeu”.

No desespero o ser humano é capaz de fazer qualquer coisa. Estas duas mulheres tiveram a péssima idéia de comerem os seus próprios filhos. Comeram o filho de uma e quando chegou na hora de comer o filho da outra, esta simplesmente o escondeu. Nunca faça seus planos ou tome atitudes no desespero e nunca tenha idéias no desespero. No desespero você precisa confiar em Deus: (2 Cor. 1-8-10) “Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até a própria vida. Contudo, já em nós mesmos, tivemos a sentença de morte, para que não confiemos em nós, e sim no Deus que ressuscita os mortos; o qual nos livrou e livrará de tão grande morte; em que temos esperado que ainda continuará a livrar-nos”.

3.NA CRISE, DEUS SEMPRE LEVANTA PROFETA DE BOAS NOVAS (V.7.1):
“Então, disse Eliseu: ouvi a palavra do Senhor: Amanhã, a estas horas mais ou menos, dar-se-á um alqueire de flor de farinha por um siclo, e dois de cevada, por um siclo de prata, a porta de Samaria”.

Na hora da crise Deus sempre mostra a direção, e as vezes ele mostra na palavra, revela em sonhos para nos prazer as novas. Só que infelizmente nos dias de hoje tem se levantado muito os profetas da desgraça, que infelizmente só vêem desgraça, morte e acidente. Naquele momento Eliseu foi usado por Deus para profetiza a bênção, a abundância e o impossível. Meu irmão não seja você cemitério de desgraça ou de maldição, pelo contrário, Deus de chamou para pregar as boas novas.

4.NA CRISE, CUIDADO COM AQUELES QUE NÃO ACREDITAM NO MILAGRE DE DEUS (7.2):
“Porém o capitão a cujo braço o rei se apoiava respondeu ao homem de Deus: ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poderia suceder isto? Disse o profeta: Eis que tu o verás com os teus olhos, porém disso não comerás”.

O profeta Eliseu esta profetizando que de um dia para o outro o quadro de toda uma nação iria mudar completamente. O DEUS DO IMPOSSÍVEL irá realizar o milagre, um grande milagre, ao qual seria bênção para toda uma nação. O CAPITÃO DO QUE PEGAR A PALAVRA E GUARDA EM SEU CORAÇÃO, ele faz o contrário, não acredita no impossível de Deus. ENTÃO ELISEU DEU A SENTENÇA: “PORÉM DISTO NÃO COMERÁS”.

Tem pessoas na igreja que infelizmente estão despreparadas para receber a bênção, ou até mesmo, para crer nas conquistas ministradas para a vida da igreja. Se você não crer, não vai tomar posse da bênção, porque incrédulos não puderem entrar na terra de Canaã, e incrédulos também não entrarão na NOVA CANAÃ CELESTIAL.

5. NA CRISE PRECISAMOS SAIR DA INÉRCIA (V.3-4):
“Quatro homens leprosos estavam à entrada da porta, os quais disseram uns aos outros: para que estaremos nós aqui sentados até morremos? Se dissermos: entraremos na cidade, há fome na cidade, e morreremos lá, se ficarmos sentados aqui, também morreremos. Vamos, pois, agora, e demos conosco no arraial do siros; se nos deixarem viver, viveremos; se nos matarem, tão somente morreremos”.

Os quatro homens já tinham problema demais, porque eram leprosos... Só que os seus problemas aumentaram ainda mais com a fome. E qual era a situação deles? Sentados e Esperando a vida passar. Eles sabiam onde estava a comida, isto é, com os siros, então eles pensaram: Se formos para a cidade vamos morrer se ficarmos aqui, também morreremos; mas se formos para os siros podemos morrer ou não. O QUE ELES FIZERAM FOI SAIR DA INÉRCIA, E partirem para ação. E quando chegaram ao acampamento dos siros o inesperado aconteceu (v.8): não tinha ninguém no acampamento dos siros, e puderam comer, beber, tomar posse do ouro, da prata e das vestes.


6. VENCENDO A CRISE, ESPALHE PARA OS OUTROS AS BOAS-NOVAS, ISTO É, CONTA A BÊNÇÃO PARA OS OUTROS (7.9):
“Então, disseram uns para os outros: Não fazemos bem; este dia é dia de boas-novas, e nós calarmos; se esperamos até amanhã, seremos tidos por culpado; agora vamos e o anunciemos à casa do rei”.

Nos dias de hoje tem muitos profetas da desgraça, da morte e da miséria. Vemos que os quatros homens leprosos, tinha tudo para ser egoísta, pois, passaram a vida sendo recriminado por todos. Mas quando eles viram que o acampamento dos siros estava completamente abandonado e sem ninguém, e que os despojos e a comida estava ali em abundância, lembraram que em Samaria o povo estava com fome por causa da guerra e não pensaram duas vezes em ir lá e leva as boas-novas ao rei e ao povo de Samaria. Nós somos promotores do Evangelho de Cristo, e o evangelho e boa nova de salvação que não pode ficar apenas conosco ou com a nossa família, pelo contrário, é para se levadas a todos que no mundo estão morrendo de fome por falta do Pão da Vida que é Jesus, e estão com sede por falta da água que jorra da Fonte de Vida eterna que é Jesus.

O QUE DEUS PROMETE ELE CUMPRE, MESMO QUE PARA NÓS PARECE IMPOSSÍVEL (7.17-18):
“Dera o rei a guarda da porta ao capitão em cujo braço se apoiara, mas o povo o atropelou na porta, e ele morreu, como falara o homem de Deus, o que falou quando o rei descera a ele. Assim cumpriu o que falara o homem de Deus ao rei: Amanhã, a estas horas mai ou menos, vender-se-ão dois alqueires de cevada por um siclo, e um de flor de farinha, por um siclo, à porta de Samaria”.

Quando Eliseu falou para o capitão que Deus iria realizar um grande feito e mudar o contexto de miséria para o um contexto de abundância, mudando assim até a economia de um pais do dia para o outro, da carestia para fartura, o capitão não acreditou, mas aquilo que Deus fala ele cumpre, mesmo que para nós parece de impossível. Nós precisamos confiar ainda mais na palavra de Deus, pois, o Deus o qual servimos é o mesmo de ontem, é o de hoje e será para todo sempre. Deus não mudou para realizar os grandes feitos, e sim foi nós que mudamos.

CONCLUSÃO:
Eliseu falou contra um cenário de fome, guerra, miséria, carestia e contra a probabilidade, porque Deus colocou a palavra de vitória em sua boca, mesmo tendo pessoas que não acreditavam, ele acreditou no mover, no poder daquele que o chamou. Não sei o quadro que você se encontra, mas, uma coisa eu tenho certeza, Deus pode mudar o seu quadro, porque ele é Deus de grandes feitos...

BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.