Subscribe:

domingo, 6 de janeiro de 2013

A DOR TRANSFORMADA EM JOIA...



                                                  A DOR TRANSFORMADA EM JOIA...
É incrível como a natureza nos envolve com sua beleza e perfeição. A formação das pérolas verdadeiras envolve proteção, dor e um pouco de magia da mãe natureza.

As pérolas são produzidas através de um processo muito natural. Como muitos já sabem, são resultado de um demorado trabalho das ostras. As ostras são moluscos bivalves, que recebem esse nome por apresentarem um par de conchas. Essas conchas são formadas por nácar (uma mistura orgânica de camadas de cochonilina, calcite e carbonato de cálcio cristalizado) que é secretado por células ectodérmicas do molusco. Bom, a função desse nácar não é ficar produzindo pérolas por aí e sim se depositar interior da concha do animal proporcionando um meio para alisar a própria concha, como se isso resultasse em mais conforto. Já repararam como uma concha é sempre lisinha por dentro?

Pois bem, mas esse nácar (conhecido como madrepérola) também serve como mecanismo de defesa contra organismos parasitas e dejetos prejudiciais. Quando um molusco é invadido por um parasita ou é incomodado por um objeto estranho (um grão de areia, por exemplo), e isso causa dor e irritação no tegumento do animal, entra em ação um processo que chamamos de enquistação. Neste processo, como forma de proteção desta irritação, a ostra começa a cobrir aquele grãozinho de areia com nácar. Com o passar do tempo são sendo depositadas muitas e muitas camadas de nácar, o que acaba por ocasionar a formação de uma pérola. A qualidade e espessura destas camadas microscopias de nácar são importantes fatores que determinam o brilho de uma pérola.
A ostra passa de sete a oito anos para gerar uma pérola, é como os sofrimentos que a vida nos proporciona, não faço a minima ideia de quanto tempo você vem sofrendo, mas passei aqui para te deixa uma palavra da parte de DEUS, lembre se que há um tempo determinado para todo o proposito de DEUS e creia que o teu sofrimento a tua dor tão qual a da ostra o senhor irá transforma em uma joia raríssima e única, creia somente...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.