Subscribe:

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

PREGAÇÃO SOBRE A VINGANÇA...


PREGAÇÃO SOBRE A VINGANÇA
“A vingança procede sempre da fraqueza da alma, que não é capaz de suportar as injúrias.” (François de La Rochefoucauld)
Mesmo anterior a Moisés a vingança era uma característica marcante, era a forma de resolver os problemas pessoais. “Certamente requererei o vosso sangue, o sangue das vossas vidas; de todo animal o requererei; como também do homem, sim, da mão do irmão de cada um requererei a vida do homem.”(Gênesis 9:5). Todos do clã eram considerados do mesmo sangue, ficava então responsável pela vingança o mais próximo à vítima. O código penal Mosaico autorizava execução do assassino como forma de vingança. Essa lei prevaleceu até Davi “E eis que toda a parentela se levantou contra a tua serva, dizendo: Dá-nos aquele que matou a seu irmão, para que o matemos pela vida de seu irmão, a quem ele matou, de modo que exterminemos também o herdeiro. Assim apagarão a brasa que me ficou, de sorte a não deixarem a meu marido nem nome, nem remanescente sobre a terra.”(II Samuel 14:7) e passou. A vingança perdeu seu sentido como forma de lei.
Observou-se que a vingança tinha mais de prejudicial do que construtivo. Mas o coração humano nunca esqueceu esta lei. Como se fosse uma lei silenciosa dentro de si. Quem deseja vingança deseja que o outro passe pelo mesmo sentimento que ele sentiu, e a tentativa que deixe de usar do mesmo ato novamente.
O que podemos observar hoje é que as pessoas estão tão feridas com a própria vida, com o outro que enche o coração de ódio e angustia e quer o que o outro tem, não tem piedade nem de si e muito menos de outro. A violência se tornou banal em nossos dias. Matam-se sem nenhum medo de ofender, deixar órfãos, pais chorando. Querem apenas ser arbitrários. A justiça por sua vez perdeu o controle sobre a violência pública. Os pais sobre a violência dos filhos. Perdeu-se o senso do que é violência e misturou-se com vingança.
No trabalho a vingança tem crescido muito, qualquer ato que desagrada o outro é punido pela perda do emprego por fofocas bem boladas, maridos que prendem a família para vingar algo que ele ouviu que TERIA acontecido e nem sabe se é realmente verdade ou não. Apenas quer se ver livre do problema vingando o falado, e sempre com violência.
Não podemos esquecer que a vingança não nos pertence mais, “Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor” (Romanos 12:19). Perdemos a capacidade de acreditar no outro e em Deus. Como se Ele nao visse o que está acontecendo, está sim só que não damos lugar para que Ele possa nos defender. Queremos resolver nós mesmos, afinal deixar para amanhã não é da nossa geração.
Veja o conselho do Rei Salomão: “Não digas: vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor e ele te livrará.”(Provérbios 20:22).
Devemos resistir ao desejo de vingar, e aprender a amar os nossos inimigos, amar o amigo é um sentimento fácil, amar o inimigo já é outra situação. Mas é nesta hora que demonstramos o coração que temos. Amar o próximo como se fosse a mim mesmo, mesmo que este próximo queira me destruir. Mas não conseguirá se o meu coração não estiver ligado a vingança, mas em Cristo Jesus que é o autor da vida e do amor. Só Ele foi capaz de amar o mundo de tal maneira que morreu por nós, mesmo não sendo culpado das  acusações.
Nao deixe seu coração se alegrar quando vir seu inimigo fracassar. “Quando cair o teu inimigo, não te alegres, e quando tropeçar, não se regozije o teu coração; para que o Senhor não o veja, e isso seja mau aos seus olhos, e desvie dele, a sua ira. Não te aflijas por causa dos malfeitores; nem tenhas inveja dos ímpios. Porque o maligno não tem futuro; e a lâmpada dos ímpios se apagará. Filho meu, teme ao Senhor, e ao rei; e não te entremetas com os que gostam de mudanças. (Provérbios 24:17-21)
Guardemos nossos corações de tamanha loucura, vingança gera violência e a violência só leva a mais violência. Não tem fim. Devido a isso estamos vivendo dia mais dificeis que outro. Nos afastamos de Deus, é como se Ele estivesse ficado no passado, não cremos mais em um criador e defensor. Queremos resolver nós mesmos aquio que não nos pertence. O que foi delegado a autoridade, nem nos importamos. Nao acreditamos mais em nada, só em nossas mentes doentes e desorientadas.
Jesus está nos esperando tomar uma decisão por Ele. Que olhemos para os céus e peçamos socorro. Esta é a oração que devemos fazer todos os dias: ”Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra. Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormitará (cochilará). O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua mão direita. O Senhor te guardará de todo o mal; ele guardará a tua vida. O Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.” (Salmos 121)...
BISPO/JUIZ.PHD.THD.DR.EDSON CAVALCANTE

0 comentários:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.